Secretaria Geral do MP - PE solicita abertura de concurso público

Secretaria Geral do Ministério Público de Pernambuco solicita à Procuradoria Geral de Justiça abertura de concurso para Técnicos e Analistas Ministeriais.

A Secretaria Geral do Ministério Público de Pernambuco (MP PE), diante da existência de oito cargos vagos de servidores na Instituição, resolveu solicitar à Procuradoria Geral de Justiça a realização de um concurso público de provas e títulos para o provimento das vagas. Pedido de autorização foi publicado na página 01 da edição de 09 de novembro de 2017, do Diário Oficial do Estado.

De acordo com a publicação, os oito cargos a serem preenchidos são Técnico Ministerial e Analista Ministerial, que atualmente estão vagos, sendo quatro vagas cada.

Para solicitar o concurso, a Secretaria Geral levou em consideração que há no MP PE um constante aumento de demanda institucional, que gera uma sobrecarga de trabalho aos servidores. Fazendo-se então necessário uma reposição de pessoal qualificado nas vagas em aberto.

Devido à grande demanda de trabalho, atualmente, as promotorias e vários setores administrativos da Instituição pleiteiam um total de 243 servidores. Um número que não pode ser absorvido pelo MP PE no momento.

Vale ressaltar que o concurso também serviria para formação de cadastro de reserva, visando o ingresso em futuras vagas. Atualmente, existem 17 servidores no MPPE já em condições de aposentaria. A sugestão da Secretaria Geral é que o certame não seja regionalizado, não restringindo a remoção de servidores durante o estágio probatório.

A avaliação do secretário-geral do MP PE, promotor de Justiça Alexandre Augusto Bezerra, é de que o certame é uma necessidade: "O concurso público para preenchimento do quadro efetivo é uma necessidade, mesmo diante da iminência do redimensionamento de pessoal a ser proposto pela Comissão de Estruturação das Promotorias e Procuradoras de Justiça.

Último concurso

O último concurso do órgão foi realizado no ano de 2012 e abriu 38 vagas, distribuídas para cargos de nível médio (Técnicos Ministeriais) e superior. As oportunidades para candidatos de nível superior foram para o cargo de Analista Ministerial, nas áreas de Arquitetura, Ciências Contábeis, Comunicação Social - Jornalismo, Engenharia Civil, Informática, Jurídica, Psicologia e Serviço Social.