DF terá novo concurso para a Secretaria da Criança

Vagas deverão ser para Especialista Socioeducativo, Atendente de Reintegração Socioeducativo, Técnico Socioeducativo e Auxiliar Socioeducativo.

O governo do Distrito Federal anunciou a abertura de edital para realização de concurso público que permita reforçar o quadro de profissionais da carreira socioeducativa da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude. O regulamento será lançado ainda no primeiro semestre de 2015.

O último certame para a pasta foi realizado em 2010, portanto, ao longo desses cinco anos foi se configurando a necessidade de mais servidores para atender às demandas das sete unidades de internação do DF. Dos 2.202 profissionais atualmente existentes, 552 são temporários. A Secretaria da Criança informou que para o concurso deste ano, falta definir as atribuições específicas das quatro funções que compõem a carreira: Especialista Socioeducativo, Atendente de Reintegração Socioeducativo, Técnico Socioeducativo e Auxiliar Socioeducativo.

Apostilas Especiais com Matérias Comuns para todos Concursos Públicos:



As responsabilidades dos servidores serão definidas por grupo de trabalho formado por representantes da Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude e da Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização. O grupo deverá ser criado nesta semana e terá 30 dias para apresentar as sugestões. A Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização analisará o documento e, assim que o texto for aprovado, o edital será elaborado. A expectativa é que as diretrizes do concurso estejam definidas até junho.

O Distrito Federal foi a primeira unidade da Federação a criar a carreira socioeducativa por meio da Lei 5.352, de 4 de junho de 2014. Antes, os profissionais de assistência social atuavam nas unidades de internação. A mudança seguiu as diretrizes do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, e incluiu os antigos servidores nas novas funções da carreira.

Com informações da Agência Brasília

Compartilhe