Goiás empossa 118 professores para UEG

Entre os 118 docentes que tomaram posse, 13 são doutores, 42 têm mestrado e 63 são especialistas.

O governador de Goiás Marconi Perillo empossou 118 professores aprovados em cadastro de reserva no concurso de 2014 da Universidade do Estado de Goiás (UEG). A solenidade, no Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira (PPLT), em Goiânia, reuniu autoridades e líderes sindicais da Educação.

Entre os 118 docentes que tomaram posse, 13 são doutores, 42 têm mestrado e 63 são especialistas. Os professores vão atuar em todos os campus da UEG do Estado, na capital e no interior. O curso que mais receberá é o de Arquitetura e Urbanismo, de Anápolis. A nomeação foi aprovada pelo governador no dia 4 de julho deste ano. Os professores foram recepcionados na universidade no dia 19 de julho, quando apresentaram os documentos para validação de títulos. Após a solenidade de posse nesta segunda, eles têm até 30 dias para começar a trabalhar nas áreas do ensino, pesquisa e extensão.

Marconi lembrou que os aprovados devem somar aos números já conquistados pela universidade nestes 17 anos de história. “Somos a universidade de maior capilaridade de todo o Centro-Norte do Brasil. Temos 910 projetos de pesquisas desenvolvidos pelos 132 cursos. Oferecemos bolsa para os professores completarem sua formação. Temos 39 cursos de especialização, 11 de mestrado e um doutorado. Queremos avançar na formação de nossos estudantes, para que a área econômica e social do Estado também avance”, disse.

Essa é a segunda nomeação de servidores para a UEG em 2016. Em maio, 100 de 500 técnico-administrativos foram convocados para assumirem seus cargos. “É uma satisfação ver a UEG se firmando como uma grande universidade pública. Vamos continuar investindo em educação universitária de qualidade. Logo, teremos o programa Goiás SemFronteiras, que possibilitará a qualificação de professoras no exterior. Nossa preocupação com esta área não para. A mudança vem com a educação”, disse.

Qualificação
O reitor da UEG, professor Haroldo Reimer, destacou a importância da chegada dos novos servidores para o projeto de qualificação do corpo docente da UEG. “Vamos ultrapassar a marca histórica de professores docentes concursados para as mais diferentes linhas de atuação em ensino, pesquisa e extensão”, disse. “A UEG é uma decisão ousada tomada em 1999 e já estamos chegando a marca de 100 mil diplomas entregues. Vamos avançar ainda mais com a chegada destes novos colegas”, avaliou.

Reimer agradeceu ao governador e lembrou da sua preocupação com o desenvolvimento do ensino no Estado. “Neste momento de ajuste fiscal e otimização da máquina pública, Marconi entendeu a necessidade da UEG na chamada destes 118 professores efetivos nas mais diversas áreas da universidade. Isso mostra a sua preocupação com a educação superior de qualidade”, frisou. Ele disse ainda que a universidade caminha para ser o segundo maior ofertante de mestrado e doutorado de Goiás. “Tínhamos dois cursos de mestrado e hoje são já são dez. Temos um doutorado. Logo seremos o segundo maior”, afirmou.

Representando os docentes, o professor Valto Elias, do campus de Anápolis, agradeceu ao governador por ter assumido o compromisso de estruturar uma universidade como a UEG. “Valeu muito a pena, governador. Está é a grande marca do seu governo”, afirmou.

Goiás Agora

Compartilhe