Governo - MS poderá realizar novo concurso para escolas indígenas

A partir da reivindicação dos professores e acadêmicos ficou acordado que a Secretaria vai dar suporte para que seja realizado um concurso.

Reunir as etnias para planejar um concurso público para professor de Ensino Médio nas escolas indígenas e indicar um representante para fazer parte da Coordenadoria de Políticas Específicas para a Educação. Esses foram os dois pontos principais acordados em reunião com um grupo de professores e acadêmicos indígenas das etnias Guarani Kaiowá e Terena realizado na Governadoria de Mato Grosso do Sul, no dia 28 de setembro de 2016.

Liderados pelo professor Antônio Seizer e pelo representante do Movimento de Professores Indígenas do Cone Sul, Flaviano Guarani, os indígenas trouxeram uma pauta de reivindicação relacionada à educação nas aldeias. O grupo foi recebido pelos secretários de Estado de Educação (SED), Maria Cecília Amêndola da Motta, e de Governo e Gestão Estratégica (SEGOV), Eduardo Riedel, a subsecretária para Políticas Públicas para a População Indígena, Silvana Terena, e o coordenador de Políticas Específicas da SED, Alfredo Anastácio.

A secretária Maria Cecília explicou que a definição de diretores para as escolas indígenas passou a ser feita por meio de eleição direta a partir de uma lei aprovada na Assembleia Legislativa a pedido das lideranças indígenas no final do ano passado. Esse foi um dos questionamentos apresentados na reunião.

A partir da reivindicação dos professores e acadêmicos, ficou acordado que a Secretaria vai dar suporte para que seja realizado um concurso para ingresso de professores ao Ensino Médio. O grupo se comprometeu em reunir lideranças e formatar um modelo de concurso que atenda às demandas das comunidades das diferentes etnias.

Maria Cecília destacou que a Secretaria está formando 1000 professores para atuação nas comunidades indígenas e fazendo reformas nas escolas das aldeias. “Ano passado não houve liberação de recursos por parte do MEC, mas este ano estamos formando mil professores em quatro etapas que estarão concluídas em novembro”, destacou.


Agência MS

Compartilhe