Polícia Civil - GO empossa 50 novos servidores

Esses novos profissionais da área de Segurança Pública serão lotados no Instituto de Identificação da Polícia Civil, com sede em Goiânia.

A Polícia Civil de Goiás ganhou um reforço de 50 novos servidores em uma área vital para a maior efetividades das ações de repressão a atividades criminosas. Foram empossados 50 novos papiloscopistas, aprovados em processo seletivo realizado pelo Governo do Estado de Goiás em 2014, quando foram disputadas 100 vagas.

Esses novos profissionais da área de Segurança Pública serão lotados no Instituto de Identificação da Polícia Civil, com sede em Goiânia. Entretanto, exercerão suas atividades no Instituto Médico Legal (IML). O reforço representado por esse recurso humano possibilitará a criação de centrais de perícias papiloscópicas em Goiânia, Anápolis e Luziânia.

Os outros 50 aprovados serão chamados em janeiro. Com essa nova adição, outras centrais de perícias papiloscópicas estão programadas para serem abertas no próximo ano em Uruaçu, Rio Verde, Jataí, Itumbiara e Catalão.

O governador em exercício e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, vice-governador José Eliton, compareceu à solenidade no Palácio Pedro Ludovico Teixeira. Ao dar as boas vindas aos novos servidores, ele destacou o valor do trabalho dos papiloscopistas no sentido de acrescentar qualidade à atividade-fim da Polícia Civil. “Um trabalho que vai agregar o conhecimento científico para valorizar ainda mais o trabalho policial investigativo e conclusivo”, ressalta.

Paralelamente à solenidade de posse dos 50 nomeados, também foram assinadas as promoções de 42 policiais civis, entre delegados, agentes, escrivães e papiloscopistas.

Com informações da Agência de Goiás

Compartilhe