Concursos da PM e Bombeiros - AC devem ser retomados em breve

A suspensão se deve ao fato do edital não permitir que candidatos com cicatrizes extensas, entre outras condições ilegais, possam ser nomeados.

Por decisão da 1ª Vara da Fazenda Pública do Acre, continuam suspensos os concursos públicos da Polícia Militar  (PM) e do Corpo de Bombeiros. De acordo com o comandante geral da Polícia Militar do Acre, coronel Júlio César dos Santos, todas as medidas estão sendo tomadas para que os certames sejam realizados. 

No concurso da Polícia Militar, o certame oferecia 20 vagas para o cargo de Oficial. Já para o Corpo de Bombeiros, eram ofertadas 15 vagas de nível superior, que poderiam ser disputadas por candidatos do sexo masculino (12) e candidatas do sexo feminino (3).

A suspensão se deve ao fato do edital não permitir que candidatos com cicatrizes extensas, entre outras condições ilegais, possam ser nomeados, se fossem aprovados. O concurso da PM foi suspenso primeiro, no dia 29 de julho de 2015.

Conforme o edital, os candidatos com as seguintes características não poderiam participar do certame:

- Cicatrizes extensas, deformantes, aderentes ou antiestéticas;

- Testículo único quando não resultante de criptorquidia do outro testículo;

- Contrações musculares anormais;

- Deficiências funcionais na mastigação e respiração;

- Doenças alérgicas do trato respiratório;

- Restaurações insatisfatórias nos dentes;

- Deficiências funcionais, para estabelecer as condições normais de estética e mastigação, tolerando-se a prótese dental, desde que o inspecionado apresente dentes naturais;

- Tatuagens na cabeça, pescoço e abaixo do terço distal do braço, antebraço e mãos

- Presença de "piercing" para candidatos do sexo masculino em qualquer área do corpo e para candidatos do sexo feminino em regiões do supercílio, nariz, lábios, língua, mamas e órgãos genitais.

O Estado do Acre tem o prazo de 15 dias para recorrer da decisão. De acordo com a organizadora do certame, a Funcab, os candidatos devem continuar acompanhando no site www.funcab.org as notícias referentes ao certame, uma vez que a ordem da Justiça pode ser reformada a qualquer momento.

Compartilhe