Concurso TRE - PA: edital publicado; até R$ 12.455,30

Concurso TRE - PA (Tribunal Regional Eleitoral do Pará) abre vagas para Técnico e Analista Judiciário em várias áreas. Confira todos os detalhes!

concurso tre - pará

Veja como se candidatar a uma das vagas

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE - PA) divulgou o edital nº 1/2019 referente ao seu concurso público que preencherá três vagas, mais cadastro reserva, para profissionais de níveis médio, técnico e superior. O concurso TRE - PA será realizado pelo IBFC - Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação.

As inscrições serão realizadas a partir das 10 horas do dia 18 de novembro até às 22 horas do dia 17 de dezembro de 2019, apenas via internet.

A prova objetiva será composta por 80 questões, sendo 40 questões de Conhecimentos Gerais e 40 questões de Conhecimentos Específicos.

A remuneração inicial dos servidores do TRE - PA é de R$ 7.591,37 para Técnico Judiciário e de R$ 12.455,30 para Analista Judiciário.

Vagas no concurso TRE - PA

As vagas de nível médio / técnico são para Técnico Judiciário nas áreas Administrativa e Apoio Especializado - Operador de Computadores.

Para nível superior as vagas são para Analista Judiciário nas áreas Judiciária, Administrativa, Apoio Especializado - Análise de Sistemas e Apoio Especializado - Medicina Psiquiátrica.

A carreira no TRE - PA é bastante atrativa. Além da remuneração, há o valor do auxílio alimentação, atualmente de R$ 910,08. Os profissionais contratados terão direito ainda a auxílio-transporte, auxílio pré-escolar, programa de assistência à saúde e adicionais de qualificação.

A jornada de trabalho semanal é de 20 horas para a área de Medicina e de 40 horas para as demais áreas.

Inscrições para o concurso TRE - PA

Os interessados devem se inscrever por meio do endereço eletrônico www.ibfc.org.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 55,00 para Técnico Judiciário e de R$ 70,00 para Analista Judiciário.

Poderão solicitar a isenção desta taxa, os candidatos com renda familiar mensal per capita inferior ou igual a meio salário-mínimo nacional, desde que inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) do Governo Federal e os candidatos doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Como serão as provas

O concurso TRE - PA será composto por prova objetiva, a ser aplicada a todos os cargos, e por prova discursiva, apenas para Analista Judiciário. Ambas etapas possuem caráter eliminatório e classificatório.

As provas serão realizadas na data provável de 16 de fevereiro de 2020, no turno da manhã para Analista Judiciário e no turno da tarde para Técnico Judiciário, nos municípios de Belém, Marabá e Santarém.

Para realizar as provas, o candidato deverá comparecer ao local com antecedência mínima de 60 minutos, munido do original de documento de identidade com foto, caneta esferográfica de tinta azul ou preta fabricada em material transparente e cartão de convocação para a prova.

Cada uma das provas valerá 10 pontos, sendo que a prova de Conhecimentos Gerais terá peso um sobre a nota final, enquanto que a prova de Conhecimentos Específicos terá peso três. Cada questão valerá 0,25 ponto.

Conteúdos da prova objetiva

O conteúdo de Conhecimentos Específicos varia conforme o cargo em disputa. Na prova de Conhecimentos Gerais, serão cobradas as seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa;
  • Noções de Informática;
  • Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais;
  • Regimento Interno do TRE - PA;
  • Direito das Pessoas com Deficiência.

Para ser aprovado nesta etapa, o candidato precisará acertar, no mínimo, 24 questões de Conhecimentos Gerais e 24 questões de Conhecimentos Específicos. Além disso, é necessário ficar bem classificado, conforme critérios estabelecidos em edital.

Avaliação discursiva

A prova discursiva será composta por uma questão sobre um conteúdo específico, que deverá ser redigida em, no mínimo, 20 linhas e, no máximo, 30 linhas.

Somente serão corrigidas as redações dos candidatos aprovados na prova objetiva e mais bem classificados.

A prova discursiva terá peso dois sobre a nota final.

O tempo total de prova será de três horas para Técnico Judiciário e de quatro horas para Analista Judiciário. Os candidatos poderão se retirar do local de prova após duas horas de seu início.

Critérios de desempate

Em caso de haver candidatos com a mesma pontuação, serão adotados, sucessivamente, os seguintes critérios de desempate:

  1. Candidato de maior idade até a data da prova objetiva, entre aqueles que se enquadrarem no Estatuto do Idoso;
  2. Candidato com o maior número de acertos em Conhecimentos Específicos;
  3. Candidato com a maior nota na prova discursiva, se houver;
  4. Candidato com o maior número de acertos em Conhecimentos Gerais;
  5. Candidato com o maior tempo de exercício efetivo na função de jurado, conforme o disposto no Código de Processo Penal;
  6. Candidato com o maior tempo de serviço prestado à Justiça Eleitoral, conforme o previsto em Lei;
  7. Candidato de maior idade, considerando dia, mês e ano, podendo até mesmo ser considerada a hora e minuto de nascimento, se persistir o empate;
  8. Sorteio público entre os candidatos envolvidos.

Validade

O prazo de validade deste concurso público é de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Edital

Para outras informações sobre o concurso TRE - PA, consulte o edital publicado na página 132, seção 3 do Diário Oficial da União (DOU).

Último concurso do TRE - PA

O último concurso TRE - PA foi realizado em 2013 pelo IADES - Instituto Americano de Desenvolvimento. Na ocasião, também foram ofertadas poucas vagas: oito, ao todo, para profissionais de níveis médio, técnico e superior. O concurso de 2013 recebeu um total de 17.818 inscritos.

Os candidatos deste concurso realizaram provas objetivas, discursivas e práticas nos municípios de Belém, Marabá e Santarém.

A prova objetiva foi composta por 60 questões, sendo 20 questões de Conhecimentos Gerais e 40 questões de Conhecimentos Específicos.

Cada questão de Conhecimentos Gerais valia 0,5 ponto, enquanto que as questões de Conhecimentos Específicos valiam 0,25 ponto cada. Para ser aprovado o candidato necessitava acertar 50% das questões de cada área.

As questões de Conhecimentos Específicos variaram conforme a área do candidato. As questões de Conhecimentos Gerais envolveram as disciplinas de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos e Regimento Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Pará.

A prova discursiva foi aplicada apenas aos candidatos de nível superior e composta por um texto dissertativo que deveria ter entre 20 e 40 linhas.

O TRE - PA

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE - PA) é um órgão ligado à Justiça Eleitoral que atua de forma a legitimar o processo eleitoral no estado. De acordo com o próprio órgão, sua atuação é baseada nos seguintes valores: ética, responsabilidade, transparência, segurança, celeridade e efetividade.

A sede do órgão fica na capital Belém, na Rua João Diogo, nº 288 - Campina. O atendimento ao público ocorre das 08 às 15 horas, em dias úteis.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos TRE PA diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
EBSERHNíveis Médio e Superior1.660
TJ - PANíveis Médio e Superior200
UEPANíveis Médio e Superior120
Prefeitura de Santana do AraguaiaTodos os níveis de escolaridade348
Prefeitura de Terra SantaTodos os níveis de escolaridade294
Prefeitura de TucumãTodos os níveis de escolaridade449
Veja todos » Concursos Abertos