Concurso PC PE: novo edital é cobrado pela corporação

Concurso PC PE pode ter vagas para Escrivães, Agentes, Peritos e Auxiliares de Legistas. Edital volta a ser pedido pela Chefia da Polícia Civil do Pernambuco

Concurso PC - PE: a foto mostra caderno sobre uma mesa, jarros de plantas ao fundo, uma mão segurando uma caneta e pronta para escrever

Novo edital é cobrado pela Chefia da Polícia Civil de Pernambuco - Foto: Pexels

O Chefe da Polícia Civil de Pernambuco (PC - PE), Joselito Kehrle do Amaral, participou no dia 10 de março de 2020 de um encontro com representantes da Secretaria de Administração do Estado (SAD) para tratar de temas de interesse da corporação.

Uma das pautas levantadas foi a proposta de abertura de novo edital do concurso PC PE para Escrivães e Agentes de Polícia Civil, além de Peritos Papiloscopistas e Auxiliares de Legistas da Polícia Científica.

Os cargos mencionados requerem o nível superior em qualquer área de formação mais a Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, categoria B.

Concurso PC PE é necessário

Não é de hoje que a necessidade de novos concursos é enfatizada, e não apenas pela chefia da PC PE. O próprio governador do Estado, Paulo Câmara, reconheceu em 2017 que o ideal seria a realização de concurso anual para a área de segurança pública.

O governador deu a entender na época que o intuito da sua administração seria realizar um certame a cada ano, a partir de 2018, ainda que com um número menor de vagas. Dessa forma, seriam supridas, principalmente, as carências decorrentes de aposentadorias. 

Outras pautas da PC PE

Conforme a publicação oficial, os outros pontos discutidos na audiência foram os seguintes:

  • Elaboração e aprovação da Lei Orgânica da Polícia Civil;
  • Alteração da Lei nº 346/2017 (que promoveu ajustes na estrutura da carreira de cargos do Estado e determinou outras medidas correlatas);
  • Redução do valor da alíquota do desconto previdenciário para policiais civis;
  • Alteração da Lei nº 15.025/13, sobre indenização por invalidez ou morte de policiais em serviço;
  • Gratificações dos policiais civis de unidades policiais recém-criadas;
  • Contratos dos designados (policiais aposentados);
  • Criação de Policlínica e Escola para policiais civis e familiares;
  • Alteração da Lei complementar nº 280/2014 (que trata do início do processo de desenvolvimento na carreira de cargos do Estado), para corrigir distorções nas progressões dos agentes, escrivães, auxiliares de legistas, peritos e peritos papiloscopistas.

Último concurso PC PE

Aconteceu em 2016 o último e significativo concurso público para os quadros da PC PE. De acordo com o edital nº 1 – SDS/PE/2016, foram oferecidas oportunidades para os cargos de Agente de Polícia (500 vagas), Delegado de Polícia (100 vagas) e Escrivão de Polícia (50 vagas).

Além dessas chances imediatas, o concurso PC - PE de 2016 serviu para a formação de cadastro de reserva.

A seleção dos candidatos ficou por conta do Cebraspe/Cespe, com o apoio da SDS/PE e da OAB.

Os efetivados teriam acesso a uma remuneração inicial de R$ 3.276,42, para cumprir oito horas diárias ou jornadas especiais.

A remuneração inicial para os Delegados foi de R$ 9.069,81, com a mesma jornada.

Provas do concurso PC - PE 2016

Na primeira etapa os inscritos se submeteram a prova objetiva escrita, prova discursiva, prova de capacidade física, avaliação psicológica, exames médicos (todos os cargos), prova prática de digitação (cargo de Escrivão de Polícia) e avaliação de títulos (cargo de Delegado de Polícia). 

A segunda etapa do concurso compreendeu o Curso de Formação, um evento de responsabilidade da SDS/PE, realizado por meio do Campus de Ensino Recife (CERE), da Academia Integrada de Defesa Social (ACIDES).

As cidades de realização das provas da primeira etapa foram Recife e Região Metropolitana, Caruaru, Serra Talhada e Petrolina. Demais fases do concurso foram realizadas somente na cidade de Recife e sua Região Metropolitana.

Último concurso Polícia Científica - PE também foi em 2016

O último edital da Polícia Científica também foi lançado em 2016, com a meta de preencher 316 vagas nos cargos de Auxiliar de Legista (73), Auxiliar de Perito (96), Perito Papiloscopista (51), Médico Legista (40) e Perito Criminal (56).

Para concorrer às vagas de Auxiliar de Legista, Auxiliar de Perito e Perito Papiloscopista os candidatos precisavam ter nível superior em qualquer área de formação. A remuneração inicial para esses cargos foi de R$ 3.276,42.

O cargo de Médico Legista exigiu diploma de Medicina e proporcionou remuneração de R$ 8.497,62, no ingresso. A mesma remuneração inicial foi válida para Perito Criminal (superior em área específica).

O Cebraspe foi novamente o responsável pelo certame. As etapas avaliativas foram: prova objetiva; prova discursiva; prova de capacidade física; avaliação psicológica; exame médico; investigação social; e Curso de Formação.

Alberto Vicente
Redator
Formado em Letras pela UEFS, colabora com o time Concursos no Brasil desde 2011, produzindo conteúdos sob medida para os seus leitores. Começou a escrever textos para a internet no ano de 1997 e não parou mais.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Pernambuco diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
CRO PE6
Prefeitura de Olinda
Nível Superior
5
Prefeitura de Triunfo
Níveis Médio e Superior
2
SEMAS PE
Níveis Médio e Superior
30
Veja todos » Concursos Abertos