Concurso PM PE: novas contratações serão realizadas

Concurso PM PE ofertou 500 vagas em 2018, porém Governo do Estado autorizou a convocação de mais 1.510 Soldados. Confira todos os detalhes.

Concurso PM PE foi realizado em 2018 e as convocações para assumir o cargo já iniciaram. Em fevereiro de 2021, o Governo do Estado de Pernambuco autorizou a convocação de 1.925 novos profissionais para a área de segurança pública, sendo 1.510 apenas para a Polícia Militar de Pernambuco.

Em seu Twitter oficial, o Governo do Estado informou: “convocamos 1.925 profissionais aprovados em concurso público da @sdspeoficial. Desses, 1.510 são da Polícia Militar, 100 da Polícia Civil, 220 do Corpo de Bombeiros Militar de Pernambuco (CBMPE) e 95 da Polícia Científica”.

O concurso PM PE de 2018 foi realizado pelo Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco (IAUPE) e ofertou 500 vagas para Soldado, além de formar cadastro reserva.

Haverá concurso PM PE em 2021?

É bem provável que não. Isso porque o concurso de 2018 tinha validade de dois anos, que foram prorrogados por mais dois anos. Sendo assim, o concurso é válido até 2022.

Um novo concurso só poderá ser realizado antes desse prazo se todos os aprovados do certame de 2018 forem convocados.

Quanto ganha um Soldado da PM PE?

Caso o profissional tenha sido aprovado e convocado para assumir a vaga, ele deverá realizado o Curso de Formação e Habilitação de Praças. Durante a realização desse curso será concedida bolsa-auxílio no valor de R$ 1.100,00*.

Ao concluir o curso, o aluno recebe a graduação de Soldado da PM, tendo direito ao soldo de R$ 2.819,88*.

* Esses valores são baseados no edital de 2018.

Atribuições do Soldado da PM PE

O Soldado possui as seguintes atribuições:

  • Realizar policiamento ostensivo preventivo fardado;
  • Atender e solucionar ocorrências;
  • Executar atividades operacionais e policiamento reservado;
  • Restabelecer ordem pública;
  • Controlar distúrbios civis.

Quais os requisitos para ser um Soldado da PM PE?

Para se tornar um Soldado da PM PE, além de ser aprovado no concurso público e no curso de formação, são exigidos os seguintes requisitos:

  • Possuir o ensino médio completo no ato da matrícula no Curso de Formação e Habilitação de Praças;
  • Possuir idade entre 18 e 28 anos na data de inscrição no concurso;
  • Possuir CNH B ou superior;
  • Possuir altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres.

Concorrência do último concurso

O concurso de 2018 teve um total de 81.396 candidatos inscritos.

Como inicialmente foram ofertadas 500 vagas, o concurso teve uma concorrência de 162,79 candidatos por vaga.

Inscrições no concurso PM PE

As inscrições para o último concurso PM PE foram realizadas entre os dias 10 de junho e 16 de julho de 2018, pelo site da IAUPE.

Na época, foi cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 135,00.

Etapas do concurso público

A primeira etapa do concurso PM PE foi composto pelas seguintes fases:

  • 1ª fase: exame de habilidades e conhecimentos, composto por uma prova objetiva;
  • 2ª fase: exames médicos;
  • 3ª fase: exames de aptidão física;
  • 4ª fase: avaliação psicológica.

A prova objetiva foi realizada nos seguintes municípios:  Recife e Região Metropolitana, Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde e Petrolina. Todas as demais etapas ocorreram exclusivamente na cidade de Recife.

A segunda etapa do concurso PM PE foi composta pelo Curso de Formação e Habilitação de Praças PM (CFHP PM), com duração de seis meses.

Além dessas etapas, haverá a investigação social, de forma a verificar as condições ético-morais do candidato, podendo ser feito um levantamento social sobre a vida do candidato.

Confira agora os detalhes das principais etapas do concurso e saiba como se preparar para um novo concurso PM PE que possa vir a acontecer.

Prova objetiva

A prova objetiva teve duração de quatro horas e foi composta por 60 questões, cada uma delas valendo um ponto. Veja as disciplinas cobradas na prova objetiva:

  • Língua Portuguesa: 15 questões e os candidatos tiveram que acertar pelo menos 6 questões dessa disciplina;
  • Matemática: 10 questões e os candidatos tiveram que acertar pelo menos 4 questões dessa disciplina;
  • Geografia: 10 questões e os candidatos tiveram que acertar pelo menos 4 questões dessa disciplina;
  • História: 10 questões e os candidatos tiveram que acertar pelo menos 4 questões dessa disciplina;
  • Direitos e Garantias Fundamentais: 15 questões e os candidatos tiveram que acertar pelo menos 6 questões dessa disciplina.

Exames médicos

Os candidatos mais bem classificados tiveram que realizar uma bateria de exames de saúde, de forma a avaliar as condições necessárias para o exercício das atividades profissionais.

Nessa etapa, são solicitados exames diversos como radiografias, eletroencefalograma, exame toxicológico, exames odontológicos, entre outros.

Exame de aptidão física

Nessa etapa serão realizados os seguintes testes físicos:

  • Natação 50 metros;
  • Flexão na barra fixa;
  • Salto em distância;
  • Abdominal;
  • Corrida de 2.400 metros.

Avaliação psicológica

Para ser convocado para assumir a vaga, o profissional deverá ser considerado apto na avaliação psicológica.

Durante essa etapa, serão realizados questionário social e entrevista individual, além de uma bateria de cinco testes:

  • Atenção dividida;
  • Memória visual;
  • Inteligência não verbal;
  • Dois testes de personalidade.

O que estudar no concurso PM PE?

Se você está buscando se preparar para um possível novo concurso público que possa vir a ser realizado pela PM PE, pode começar seus estudos com o conteúdo programático cobrado no concurso de 2018. Confira:

Língua Portuguesa

  • Leitura e Interpretação de textos;
  • Aspectos semânticos do vocabulário da língua (noções de polissemia, sinonímia e antonímia);
  • Relações coesivas e semânticas (de causalidade, temporalidade, finalidade, condicionalidade, finalidade, comparação, oposição, adição, conclusão, explicação, etc.) entre orações, períodos ou parágrafos, indicados pelos vários tipos de expressões conectivas ou sequenciadores (conjunções, preposições, advérbios, etc.);
  • Expressão escrita: divisão silábica, ortografia e acentuação (v. Reforma Ortográfica vigente);
  • Traços semânticos de radicais, prefixos e sufixos;
  • Pronomes de tratamento;
  • Normas da flexão dos verbos regulares e irregulares;
  • Formação de Palavras: Derivação, Composição, Hibridismo, etc;
  • Efeitos de sentido decorrentes do emprego expressivo dos sinais de Pontuação;
  • Padrões de concordância verbal e nominal;
  • Padrões de regência verbal e nominal;
  • Emprego do sinal indicador de crase;
  • Questões notacionais da língua: Por que, por quê, porque ou porquê;
  • Mal ou mau;
  • Mais ou mas;
  • Meio ou meia;
  • Onde ou aonde;
  • Estar ou está;
  • Figuras de linguagem.

Matemática

  • Função;
  • Progressão Aritmética;
  • Progressão Geométrica;
  • Juros simples e compostos;
  • Análise combinatória;
  • Probabilidade.

Geografia

  • Formação territorial de Pernambuco;
  • Processos de formação;
  • Mesorregiões;
  • Microrregiões;
  • Regiões de Desenvolvimento – RD;
  • Aspectos físicos;
  • Clima;
  • Vegetação;
  • Relevo;
  • Hidrografia;
  • Aspectos Humanos e indicadores sociais;
  • População;
  • Economia;
  • O espaço rural de Pernambuco;
  • Urbanização em Pernambuco;
  • Movimentos culturais em Pernambuco;
  • A questão Ambiental em Pernambuco.

História

  • Ocupação pré-colonial do atual Estado de Pernambuco: Ocupação Pré-Histórica de Pernambuco;
  • Características socioculturais das populações indígenas que habitavam o território do atual estado de Pernambuco, antes dos primeiros contatos euro-americanos;
  • A Capitania de Pernambuco: a “Guerra dos Bárbaros”; a lavoura açucareira e mão de obra escrava; a Guerra dos Mascates; as instituições eclesiásticas e a sociedade colonial;
  • Insurreição Pernambucana.
  • A Província de Pernambuco no I e II Reinado: Pernambuco no contexto da Independência do Brasil;
  • Movimentos Liberais: Confederação do Equador e Revolução Praieira;
  • O tráfico transatlântico de escravos para terras pernambucanas;
  • Cotidiano e formas de resistência escrava em Pernambuco;
  • Crise da Lavoura canavieira;
  • A participação dos políticos pernambucanos no processo de emancipação/abolição da escravatura;
  • Pernambuco Republicano: Voto de Cabresto e Política dos governadores;
  • Pernambuco sob a interventoria de Agamenon Magalhães;
  • Movimentos sociais e repressão durante a Ditadura Civil-Militar (1964-1985) em Pernambuco;
  • Herança afro-descente em Pernambuco;
  • Processo político em Pernambuco (2001-2015).

Direitos e Garantias Fundamentais

  • Dos direitos e deveres individuais e coletivos;
  • Dos Direitos Sociais;
  • Da Nacionalidade;
  • Dos Direitos políticos;
  • Dos Partidos Políticos.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Pernambuco diretamente no seu e-mail

Veja mais concursos abertos »

Especial Concurso BB

Veja mais »