Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Prefeitura de Belford Roxo - RJ prorroga inscrições de concurso

A Prefeitura de Belford Roxo, Rio de Janeiro, oferece 2.534 vagas para profissionais de vários níveis de ensino. Salários de até R$ 7.700,00.

Publicado em Comunicar erro

Sob responsabilidade do Instituto Consulpam, a Prefeitura de Belford Roxo, Rio de Janeiro, apresentou retificações no edital 001/2016 de concurso público, destinado a preencher 2.534 vagas. Uma das informações modificadas diz respeito ao prazo de inscrição, que foi prorrogado até o dia 30 de agosto de 2016, podendo ser feitas por meio do site da CONSULPAM (www.consulpam.com.br).

Os salários oferecidos são de até R$ 7.700,00 e vale lembrar que, do total de vagas, 91 serão ocupadas por pessoas com deficiência, desde que devidamente inscritas e habilitadas. O concurso terá validade de seis meses, com possibilidade de prorrogação.

Para que se efetive a inscrição é necessário pagamento de taxa no valor de R$ 55,00 para os cargos de nível fundamental, R$ 80,00 para os de nível médio e técnico e R$ 120,00 para nível superior.

Cargos

Secretaria Municipal de Saúde: Agente de Combate às Endemias, Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Farmácia, Maqueiro, Faturista, Técnico Segurança do Trabalho, Técnico de Laboratório, Técnico em Enfermagem do Trabalho, Auxiliar de Saúde Bucal, Técnico de Raio – X, Auditor de Controle e Avaliação, Analista de Gestão em Saúde, Bioquímico, Fiscal Sanitário, Engenheiro Segurança do Trabalho, Enfermeiro do Trabalho, Técnico de Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal, Médico do Trabalho, Sanitarista, Advogado, Biólogo, Biomédico, Enfermeiro, Educador Físico da Saúde, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Engenheiro Clínico, Epidemiólogo, Assistente Social, Cirurgiões Dentistas em várias especialidades e Médicos em várias especialidades.

Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Saneamento: Jardineiro, Operador de Motosserra, Operador de Roçadeira, Auxiliar de Serviço de Jardinagem, Técnico Ambiental, Projetista, Agente Fiscal Ambiental, Engenheiro Ambiental e Sanitarista, Engenheiro Químico, Engenheiro Civil, Engenheiro Florestal e Biólogo.

Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo: Auxiliar de Edificações, Auditor de Obras I, Analista de Edificações e Infraestrutura Urbana, Analista de Arquitetura e Urbanismo, Analista Sanitário, Analista Ambiental e Analista de Habitação.

Secretaria Municipal da Fazenda: Técnico de Planejamento e Orçamento, Técnico em Contabilidade, Técnico do Tesouro Municipal, Analista de Planejamento e Orçamento, Contador, Analista do Tesouro Municipal, Economista e Advogado.

Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Turismo: Zelador, Merendeira, Inspetor de Disciplina, Auxiliar administrativo, Professor II - 1º ao 5º ano, Professor II – Educação Especial, Secretário Escolar, Interprete de Libras, Auxiliar de Desenvolvimento Infantil, Agente de Apoio a Educação Inclusiva, Mediador, Orientador Educacional, Supervisor Escolar e Professores de: Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, Ciências, Língua Estrangeira e Educação Artística.

Secretaria Municipal de Administração e Serviços Públicos: Auxiliar de Almoxarifado, Auxiliar de Serviços Gerais, Gari, Coveiro, Ascensorista, Recepcionista, Telefonista, Agente Administrativo, Almoxarife, Digitador, Eletricista de Baixa Tensão, Eletricista de Alta Tensão, Administrador e Tecnólogo em Informática.

Procuradoria-Geral do Município: Técnico de Procuradoria, Analista Administrativo, Analista de Procuradoria Trabalhista, Analista de Procuradoria Fazendário, Analista de Procuradoria Ambiental, Analista de Procuradoria Contador, Analista de Procuradoria Arquivista e Procurador Municipal.

Secretaria Municipal de Obras: Pedreiro, Bombeiro Hidráulico, Manilheiro, Pintor de Parede, Operador de Máquina Pesada, Carpinteiro, Trabalhador Braçal, Calceteiro, Ajudante de Calceteiro, Rastilheiro e Ajudante de Rastilheiro.

Secretaria Municipal de Assistência Social e Direito Humanos: Assistente Social, Psicólogo, Advogado, Contador, Auxiliar de Serviços Gerais, Vigia e Técnico em Contabilidade.

Secretaria Municipal de Controle: Técnico de Controle Interno, Auditor de Controle Interno, Auditor de Contabilidade, Auditor de Engenharia Civil e Auditor de Saúde.

Provas

O inscritos serão selecionados através de prova escrita objetiva, prevista para ser realizada no período de 9 a 23 de outubro de 2016, sob confirmação prévia. O gabarito das provas será publicado um dia após a aplicação.

Para os candidatos ao cargo de Procurador Municipal, haverá ainda prova escrita subjetiva (dissertativa), a qual, segundo retificação, consistirá de duas questões versando sobre as disciplinas constantes do programa previsto. De acordo com outra retificação, houve também mudanças no quadro de provas para todos os cargos de Professor.

O edital completo e demais atualizações devem ser obrigatoriamente conferidos no endereço: http://consulpam.com.br/prefeitura-municipal-de-belford-roxo-rj/

Extra: Dicas para as provas de Agente de Combate às Endemias Belford Roxo/RJ

Dengue:

A dengue é uma doença viral que pode ser causada por um dos quatro tipos de mosquito da dengue (1, 2, 3, 4). A infecção é caracterizada por uma febre alta e de início súbito. O indivíduo infectado também apresenta dor de cabeça e muita dor no corpo. Pode haver uma sensação de intenso cansaço, falta de apetite, náuseas e vômitos. Também pode haver o aparecimento de manchas vermelhas na pele (semelhantes às de sarampo ou rubéola), coceira no corpo e sangramentos (usualmente no nariz ou gengivas).

O vírus é transmitido ao ser humano através da picada do mosquito Aedes aegypti. Esse mosquito geralmente pica durante o dia, principalmente no início da manhã e nas últimas horas da tarde. A infecção viral pode acontecer após uma única picada do vírus.

A picada e transmissão da doença é feita pelo mosquito fêmea. Tanto os mosquitos machos como as fêmeas se alimentam de substâncias que contém açúcar, como néctar e seiva. Porém apenas o mosquito fêmea produz ovos e, para isso, precisa de sangue. Portanto apenas a fêmea pica seres humanos para sugar sangue. A fêmea do mosquito se torna transmissora da dengue ao picar uma pessoa infectada pela doença. O mosquito, então, mantém o vírus em sua saliva podendo transmiti-lo para outra pessoa.

O ciclo do Aedes aegypti envolve quatro fases: ovo, larva, pupa e adulto. Os ovos são depositados pelas fêmeas em águas paradas. Lá acontece o desenvolvimento das larvas. Estas dão origem às pupas, das quais surge o mosquito adulto. Ao atingir a fase adulta ocorre o acasalamento entre mosquitos. É nesta fase que a fêmea do mosquito pica seres humanos em busca de sangue, o qual é necessário para o desenvolvimento dos ovos.

A melhor forma de combater a dengue é através do combate ao mosquito. Para isso deve-se impedir que haja acúmulo de água parada, pois esses são locais propícios para a criação do mosquito. Latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, todos devem ser examinados para garantir que não são reservatórios de água parada. Por exemplo, é interessante encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de plantas, guardar as garrafas com a boca para baixo e manter tampado as caixas d’água, tonéis e barris de água.

Leishmaniose Visceral:

A Leishmaniose Visceral é causada por um protozoário da espécie Leishmânia chagasi. Esta é uma zoonose que afeta outros animais além do homem. Pessoas e outros animais que estejam infectados são considerados como reservatórios da doença. No Brasil os cães e raposa são os principais reservatórios do protozoário.

A Leishmaniose Visceral é transmitida por mosquitos da espécie Lutzomia longipalpis e L. cruzi, esses são os vetores da doença. O ciclo biológico do mosquito ocorre no ambiente terrestre e envolve 4 fases: ovo, larva, pupa e adulto. Os mosquitos adultos apresentam uma coloração clara e vivem em ambientes escuros, úmidos e com acúmulo de lixo orgânico.

Assim como ocorre com o Aedes aegypti, são as fêmeas do L. longipalpis e L. cruzi que são as responsáveis pela transmissão da doença. Elas picam animais e humanos para se alimentar de sangue, o qual é necessário para o desenvolvimento dos ovos.

A transmissão da doença para humanos ocorre quando as fêmeas de L. longipalpis e L. cruzi picam cães ou outros animais infectados e, a seguir, picam o homem. Com a picada o protozoário Leishmania chagasi passa para a corrente sanguínea do humano.

O controle da leishmaniose visceral pode ser feito eliminando-se os reservatórios infectados. Há, também uma vacina contra a leishmaniose visceral canina em comercialização no Brasil. O controle também pode ser feito combatendo o vetor. Nesse caso deve-se borrifar a casa com inseticidas químicos.

Leptospirose:

A leptospirose é uma doença causada por bactérias do gênero Leptospira, da qual a mais importante é a Leptospira interrogans. Esta é encontrada na urina de ratos e outros animais sendo transmitida ao homem principalmente nas enchentes.

Os reservatórios da doença são os animais sinantrópicos, domésticos e selvagens. O principal reservatório são os roedores das espécies Rattus norvegicus (ratazana ou rato de esgoto), Rattus rattus (rato de telhado ou rato preto) e Mus musculus (camundongo ou catita). Os seres humanos são hospedeiros acidentais.

A infecção humana resulta de uma exposição direta ou indireta à urina de animais infectados. Se a pena apresentar lesões pode ocorrer a penetração do microrganismo por ela. Se houver o contato por longos períodos com a água infectada pode ocorrer a infecção mesmo através da pele íntegra.

Para que a leptospirose seja controlada é necessário efetuar medidas ligadas ao meio ambiente. Obras de saneamento básico (abastecimento de água, lixo e esgoto), melhorias nas habitações humanas e o combate aos ratos são alguns exemplos.

Doença de Chagas:

A doença de chagas é uma doença infecciosa causada por um protozoário chamado Trypanosoma cruzi. O nome dado à doença é uma homenagem ao seu descobridor, o cientista brasileiro Carlos Chagas. O nome do protozoário também homenageia um cientista brasileiro, Oswaldo Cruz.

A transmissão é feita através da picada do mosquito barbeiro, ou triatoma. Estes se alimentam de sangue e se tornam transmissores da doença ao sugar animais mamíferos que estejam infectados com o protozoário. Ao picar os humanos o mosquito defeca próximo ao ponto da picada. O parasita é eliminado nas fezes do mosquito e pode atingir a corrente sanguínea humana a partir do ponto de picada. Também é possível haver o contagio pela ingestão de alimentos contaminados com o parasita, por meio sanguíneo e por via intrauterina.

Apostilas para cargos do concurso de Belford Roxo - RJ

Uma forma de prevenção da doença de Chagas é evitar que o inseto barbeiro forme colônias dentro das residências. Por exemplo, pode-se usar mosquiteiros ou telas metálicas em aberturas e frestas pelos quais os insetos poderiam entrar em casa. Também se recomenda o uso de medidas de proteção individual (repelentes, roupas de mangas longas, etc) durante a realização de atividades noturnas em áreas onde há mata. O uso de boas práticas de higiene na manipulação de alimentos é uma forma de prevenir a transmissão oral.

Concursos RelacionadosVagas
FUNAI EstagiárioVárias
TCM/RJ - Tribunal de Contas do Município do Rio de JaneiroTécnico em controle externo18
UFRJ - Universidade Federal do Rio de JaneiroNíveis Médio e Superior128
UNIRIO - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro ProfessorVárias
Câmara de NilópolisTodos os níveis de escolaridade91
Exército Brasileiro - IMENível Superior10
Prefeitura de Engenheiro Paulo de FrontinTodos os níveis de escolaridade157
Prefeitura de SapucaiaTodos os níveis de escolaridade220
UFF - Universidade Federal Fluminense Professor1
UFF - Universidade Federal FluminenseProfessorVárias
Veja todos » Concursos Abertos