Concurso Prefeitura do Rio de Janeiro: Edital e inscrição (Professor)

São ofertadas 1.652 vagas para Professor Adjunto de Educação Infantil, com remuneração de R$ 2.455,35, no novo concurso Prefeitura do Rio de Janeiro.

A Prefeitura do Rio de Janeiro abriu concurso público regido pelo edital CVL/SUBSC Nº 19/2019, para provimento de 1.652 cargos de Professor Adjunto de Educação Infantil do quadro permanente de pessoal da Secretaria Municipal de Educação (SME). Os contratados receberão vencimento de R$ 2.455,35, por jornada de 40 horas semanais.

Como forma de incentivar os profissionais na carreira, será acrescido ao vencimento o bônus cultura (R$ 168,42), o auxílio-transporte (R$ 173,80) e o benefício alimentação.

Requisitos

Para concorrer a uma das vagas, é necessário possuir nível médio - curso modalidade normal, curso normal superior, ou licenciatura plena em pedagogia, com habilitação para docência na Educação Infantil.

Inscrições

Interessados deverão inscrever-se das 10h do dia 4 até às 23h59min do dia 22 de fevereiro de 2019 (horário de Brasília), somente via internet (site http://www.rio.rj.gov.br/web/portaldeconcurso). A taxa de inscrição é de R$ 80,00.

Provas Concurso Prefeitura do Rio de Janeiro

A avaliação dos candidatos será feita através de provas objetivas, discursivas e de títulos.

As provas objetiva e discursiva serão realizadas na data de 17 de março de 2019, em local e horário a serem divulgados no Cartão de Confirmação de Inscrição. Veja dicas para as provas SME RJ aqui.

O gabarito da prova objetiva será publicado no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro, no dia seguinte ao de realização da prova.

Este concurso será válido por dois anos, contados a partir da data de publicação do despacho da homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Superior.

Dicas para as provas da SME RJ - Currículo na Educação Infantil

O currículo na educação infantil deve ser pensado de forma ampla, devido ao fato de as crianças estarem em um período de desenvolvimento do processo de ensino-aprendizagem. Saiba mais sobre o assunto a seguir!

O currículo é a definição dos conteúdos a serem abordados nas disciplinas, o qual deve ser trabalhado ao longo do ano letivo com os alunos. Apesar de a definição parecer simples, há uma série de interpretações sobre currículo nos estudos da área de educação.

Quando o assunto é currículo na educação infantil as interpretações são ainda maiores, afinal existe certa dificuldade em definir o que é currículo para essa faixa, dado que na educação infantil os conteúdos não são divididos da mesma forma que no ensino fundamental e médio.

Recentemente (em 2018), a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) trouxe significativas mudanças para a formulação do currículo na Educação Infantil, principalmente no que se refere à troca de conteúdos por experiências, além de que também esclarece quais são os direitos de aprendizagem.

Tire suas dúvidas sobre o tema a seguir e se informe!

O Currículo na Educação Infantil: o que a lei propõe?

O currículo na educação infantil tem como principal instrumento norteador a Resolução CNE/CBE n. 5, de dezembro de 2009. Essa mesma resolução define: 

“O currículo da Educação Infantil é concebido como um conjunto de práticas que buscam articular as experiências e os saberes das crianças com os conhecimentos que fazem parte do patrimônio cultural, artístico, ambien­tal, científico e tecnológico, de modo a promover o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 5 anos de idade”.

De forma geral, o currículo na educação infantil vai além do repasse de conteúdo, trabalhando o desenvolvimento de conhecimentos, interesses, interações (entre outras habilidades) da criança.

Além disso, a legislação vigente coloca a criança no centro da elaboração do currículo na educação infantil, respeita a sua individualidade e considera suas características pessoais.

Sendo assim, o currículo deve nortear os processos que garantem à criança os seus direitos individuais e coletivos.

A BNCC e o Currículo na Educação Infantil: o que tem de novo? 

Conforme já mencionado acima, a BNCC trouxe mudanças para a elaboração do currículo na educação infantil, dentre as quais se destacam:

  • Estabelece direitos de aprendizagem;
  • Estabelece campos de experiência;
  • Traz novos conceitos à educação infantil, como por exemplo, o “cuidar e educar” e o “formar vínculos”;
  • Todos os momentos são tidos como oportunidade de aprendizagem (incluindo os momentos fora da sala de aula);
  • Coloca a criança como protagonista e o professor como observador;
  • Estabelece que o planejamento dos envolvidos na educação infantil deve ser um processo continuo.

Contudo, o currículo na educação infantil (assim como nos anos posteriores) deve ser bem planejado, para que possa nortear uma educação de qualidade com base na realidade e nas necessidades dos alunos.

O currículo ideal é aquele que possibilita além da aprendizagem de conteúdos, uma apropriação permanente do conhecimento e o desenvolvimento de habilidades/ vínculos.

Com isso, cada momento da infância contribui para a formação de um individuo capaz de conviver em sociedade e que possa fazer as melhores escolhas para si.

Por fim, cabe lembrar que a responsabilidade pela elaboração do currículo na educação infantil é de todos os envolvidos na educação (professores, direção e pais).

Saiba mais - Apostila para professor SME RJ 2019

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos em Rio de Janeiro diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
CaixaEstagiárioVárias
FAETEC - RJNíveis Médio e Superior209
IFFluminenseIntérprete de libras6
MP RJNíveis Médio e Superior18
PGM de Nova IguaçuNíveis Médio e Superior38
Prefeitura de Angra dos ReisTodos os níveis de escolaridade228
Prefeitura de ArealNíveis Fundamental e Superior120
Prefeitura de CordeiroTodos os níveis de escolaridade31
Prefeitura de Laje do MuriaéTodos os níveis de escolaridade112
Prefeitura de MaricáNíveis Médio e Superior69
Veja todos » Concursos Abertos