IMESF - RS oferece vagas para Médicos em Porto Alegre

O Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF) oferece 10 vagas para Médicos, com remuneração de até R$ 13.206,62.

O Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família – IMESF, no Estado do Rio Grande do Sul torna público a abertura de inscrição do processo seletivo n.º 001/2018, destinado à contratação de 10 Médicos para atuar na Estratégia de Saúde da Família do município de Porto Alegre, mediante contrato temporário. Os contratados rão atuar em jornadas de 20 e 40 horas semanais, perfazendo a remuneração de até R$ 13.206,62.

Requisitos
Ensino superior completo em medicina;
Registro Ativo no Conselho de Classe.

Será admitida inscrição somente através do formulário online http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=41959, devendo ser realizada até o dia 15 de outubro de 2018. Não será cobrada taxa de inscrição.

No momento da inscrição deverá ser encaminhado ao endereço citado acima, as seguintes informações:

  • Nome completo do candidato;
  • Data de nascimento;
  • CPF;
  • RG;
  • Telefone celular;
  • Telefone fixo;
  • Endereço residencial (Rua/Avenida, número, complemento, bairro, cidade, CEP);
  • Endereço eletrônico (E-mail);
  • Número do registro no Conselho Regional de Medicina;
  • Carga horária mensal;
  • Currículo lattes ou vitae em formato resumido, em PDF;
  • Comprovante dos títulos e das experiências profissionais, com os certificados dos títulos e as declarações de experiências profissionais digitalizados para fins de comprovação, em arquivo único, em PDF.

A seleção dos candidatos dar-se-á através de Análise de Currículo.

Este processo seletivo terá validade de 6 (seis) meses a contar da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Atribuições do cargo

Atribuições comuns a todos os profissionais que integram as equipes da Estratégia de Saúde da Família: conhecer a realidade das famílias pelas quais são responsáveis, com ênfase nas suas características sociais, econômicas, culturais, demográficas e epidemiológicas; identificar os problemas de saúde e as situações de risco mais comuns aos quais aquela população está exposta; elaborar, com a participação da comunidade, um plano local para o enfrentamento dos problemas de saúde e dos fatores que colocam em risco a saúde; executar, de acordo com a qualificação de cada profissional, os procedimentos de vigilância à saúde e de vigilância epidemiológica, nas diferentes fases do ciclo de vida; valorizar a relação com o usuário e com a família, para a criação de vínculo de confiança, de afeto e de respeito; realizar visitas domiciliares de acordo com o planejamento; resolver os problemas de saúde no nível de Atenção Básica; garantir acesso à continuidade do tratamento dentro de um sistema de referência e contra referência para os casos de maior complexidade ou que necessitem de internação
hospitalar; prestar assistência integral à população adstrita, respondendo à demanda de forma contínua e racionalizada; coordenar, participar ou organizar, ou todos, grupos de educação para a saúde; promover ações Inter setoriais e parcerias com organizações formais e informais existentes na comunidade para o enfrentamento conjunto dos problemas identificados; fomentar as participações populares, discutindo com a comunidade conceitos de cidadania e de direito à saúde e as suas bases legais; incentivar a formação ou a participação ativa da comunidade, ou ambas, nos conselhos locais de saúde e no CMS; e auxiliar na implantação do Cartão Nacional de Saúde.
Atribuições Médico da Estratégia de Saúde da Família: realizar assistência integral (promoção e proteção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico, tratamento, reabilitação e manutenção da saúde) aos indivíduos e às famílias em todas as fases do desenvolvimento humano – infância, adolescência, idade adulta e terceira idade –; realizar consultas clínicas e procedimentos na Unidade de Saúde da Família (USF) e, quando indicado ou necessário, no domicílio ou nos demais espaços comunitários (escolas, associações, etc.), conforme as normas técnicas definidas; realizar atividades de atendimento à demanda espontânea e programada dos problemas mais frequentes de saúde que acometem as pessoas, independentemente de sexo, idade, órgão ou sistema, pequenas urgências clínico-cirúrgicas e procedimentos para fins de diagnósticos; encaminhar, quando necessário, usuários a serviços de média e alta complexidades, respeitando fluxos de referência e contra referência locais, mantendo sua responsabilidade pelo acompanhamento do plano terapêutico do usuário, proposto pela referência; indicar a necessidade de internação hospitalar ou domiciliar, mantendo a responsabilização pelo acompanhamento do usuário na alta hospitalar; responsabilizar-se pela constatação e declaração de óbito dentro de sua área adstrita; contribuir e participar das atividades de Educação Permanente dos Agentes Comunitários de Saúde da Estratégia de Saúde da Família, dos Técnicos de Enfermagem da Estratégia de Saúde da Família, dos Técnicos em Saúde Bucal da Estratégia de Saúde da Família e dos Atendentes de Gabinete Odontológico da Estratégia de Saúde da Família; participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da USF; participar de programas de graduação, pós-graduação e residências multiprofissionais estabelecidos pelo gestor municipal; seguir as diretrizes preconizadas pelas políticas de saúde vigentes no Município de Porto Alegre; e executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos em Porto Alegre diretamente no seu e-mail