Concurso Prefeitura de Porto Alegre – RS: Edital e Inscrição!

No estado do Rio Grande do Sul, o concurso Prefeitura de Porto Alegre abre vagas para profissionais de níveis técnico e superior. salários vão até R$ 6.773,28.

A Prefeitura de Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, por intermédio da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão, publicou um novo edital n° 166/2018, que visa preencher duas vagas em cargos de nível técnico e superior.

O Concurso Prefeitura de Porto Alegre - RS oferta salários que vão de R$ 1.613,01 e R$ 6.773,28, acrescidos de vale alimentação, vale transporte e plano de saúde, por jornadas de trabalho de 30 ou 40 horas por semana.

As vagas ofertadas pelo concurso são para os cargos de Técnico em Nutrição e Dietética, que exige curso Técnico em Nutrição, com registro no respectivo órgão de classe; e Terapeuta Ocupacional, que pede ensino superior em Terapia Ocupacional e também registro no órgão de classe.

Inscrições

As inscrições poderão ser realizadas das 09 horas do dia 19 de novembro até as 17 horas do dia 20 de dezembro de 2018, somente, via internet, no endereço eletrônico www.portoalegre.rs.gov.br/concursos.

A taxa de inscrição custa R$ 72,30 para o cargo de Técnico em Nutrição e Dietética e R$ 128,50 para Terapeuta Ocupacional, e deve ser paga até 21 de dezembro de 2018, em qualquer agência bancária ou casas lotéricas.

Provas

O concurso público será constituído por meio de prova objetiva para todos os cargos com 60 questões de língua portuguesa, legislação e conhecimentos específicos. As provas serão realizadas no município de Porto Alegre em data, horário e local a serem oportunamente divulgados.

O concurso terá validade de dois anos a contar da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período uma única vez, a critério da Administração.

Atribuições dos Cargos

Técnico em Nutrição e Dietética

Descrição Sintética: executar trabalhos relacionados com a Nutrição; Descrição Analítica: colaborar na elaboração de cardápios e proceder no controle da confecção e distribuição dos mesmos; manter a observância dos cardápios; instruir no modo de preparo, distribuição e horário de refeições; controlar os utensílios da copa e cozinha assim como a manutenção da higiene; realizar o controle das merendas e refeições distribuídas; desenvolver trabalhos de educação alimentar; responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo; executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão.

Terapeuta Ocupacional

Descrição Sintética: prestar assistência terapeuta e recreacional, aplicando métodos e técnicas com a finalidade de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade mental do paciente;
Descrição Analítica: executar atividades técnicas específicas de Terapeuta Ocupacional no sentido de tratamento, desenvolvimento e reabilitação de pacientes portadores de deficiências físicas ou psíquicas; planejar e executar trabalhos criativos, manuais, de mecanografia, horticultura e outros, individuais ou em pequenos grupos, estabelecendo as tarefas de acordo com as prescrições médicas; programar as atividades diárias do paciente-AVDs, orientando o mesmo na execução dessas atividades; elaborar e aplicar testes específicos para avaliar níveis de capacidade funcional e sua aplicação; orientar a família do paciente e a comunidade quanto ás condutas terapêuticas a serem observadas para sua aceitação no meio social; prestar orientação para fins de adaptação ao uso de órtese e prótese; responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo; executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão.

Compartilhe