Concurso Jucis RS: Comissão de concurso é criada

Concurso Jucis RS (Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul) começa a ser planejado. A meta é a composição de 34 vagas.

A Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul - Jucis RS - designou servidores para comporem a comissão responsável por elaborar um novo concurso público (concurso Jucis RS), que objetiva o provimento de 34 vagas no quadro de pessoal.

Os servidores nomeados pela Jucis RS, para comissão organizadora são: Cesar Roberto Perassoli Cardoso, Belquiades Galvão, Cristiano Neves da Silva, José Waldemar de Oliveira Pinto e Vanessa Wroblewski Biz. Enquanto que a SMARH - Secretaria de Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos do Estado, nomeia Flavia Mussi Alvim Winter.

A comissão organizadora será presidida pelo primeiro membro citado e com a colaboração de servidor da Secretaria de Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos do Estado.

A notícia foi publicada no Diário Oficial do Estado, no dia 4 de julho de 2018.

Sobre o último Processo Seletivo Jucis RS

O Processo Seletivo Jucis RS n.º 001/2018 esteve com inscrições abertas em março deste ano, visando o provimento de vagas para Analista, com especilidade em Informática e Ciências Contábeis. Foram abertas seis vagas, sendo (04) para Analista especialista em Informática e (02) Analista especialista em Ciências Contábeis.

Os contratados foram designados para trabalhar em jornada de 40 horas semanais, para receber R$ 4.832,36 mensal, a título de salário e gratificação.

A seleção dos candidatos ocorreu em etapa única, sendo está prova de títulos, de caráter classificatório. Foram valorados títulos de experiência profissional e acadêmica.

Descrições dos cargos

Especialista em Informática:

1. levantar necessidades do cliente/usuário; dimensionar requisitos e funcionalidade dos sistemas; levantar fontes de dados; definir alternativas físicas de implantação; participar da aprovação de infraestrutura, software e rede; especificar a arquitetura dos sistemas; escolher ferramentas de
desenvolvimento; modelar dados; especificar aplicativos; desenvolver arquitetura de sistemas e informações; montar protótipo dos sistemas; codificar programas; planejar testes de sistemas e ambientes, testar sistemas e implantar sistemas;
2. monitorar performace dos sistemas; administrar recursos de rede; administrar banco de dados; administrar ambiente operacional; executar procedimentos para melhoria de performace dos sistemas; identificar falhas nos sistemas; corrigir falhas no sistema; controlar o acesso aos dados e recursos; administrar perfil de acesso às informações; realizar auditoria de sistemas e realizar revisões técnicas;
3. orientar áreas de apoio; consultar documentação técnica; consultar fontes alternativas de informações; realizar simulações em ambiente controlado; acionar suporte de terceiros; instalar hardware; instalar software e configurar software e hardware;
4. descrever processos (fluxo de atividades); elaborar diagramas (caso de uso, fluxo de dados, mapa de site etc.); elaborar dicionário de dados; elaborar manuais do sistema; inventariar software e hardware; documentar estrutura da rede; documentar acordo de níveis de serviço; documentar capacidade e desempenho; documentar soluções disponíveis; elaborar especificação técnica e documentar níveis de serviço;
5. estabelecer padrões de software; participar da definição de níveis de segurança de tecnologia da informação; definir requisitos técnicos para contratação de produtos e serviços; definir nomenclatura padrão; definir padrões de interface com cliente/usuário; definir metodologias a serem adotadas e especificar procedimentos para recuperação de ambiente operacional;
6. propor mudanças de processos e funções; prestar consultoria técnica; identificar necessidade do cliente; avaliar proposta de fornecedores; negociar alternativas com clientes ou fornecedores; adequar soluções à necessidade do cliente; apresentar alternativas de solução; divulgar solução e elaborar propostas técnicas comerciais;
7. pesquisar padrões, técnicas e ferramentas disponíveis no mercado; avaliar novas tecnologias; construir ambiente de teste; analisar funcionalidade do produto; comparar alternativas tecnológicas e avaliar desempenho do produto;
8. registrar ocorrências; elaborar relatórios técnicos e emitir pareceres técnicos; elaborar estudos de viabilidade técnica e econômica; divulgar documentação; divulgar utilização de novos padrões e participar de fóruns de discussão;
9. executar outras tarefas semelhantes.

Especialista em Ciências Contábeis

1. organizar e executar serviços de contabilidade em geral;
2. responder pelo controle e gerenciamento contábil-financeiro;
3. fazer a escrituração de livros de contabilidade obrigatórios, bem como de todos os necessários no
conjunto de organização contábil e levantamento dos respectivos balanços e demonstrações;
4. supervisionar e efetuar cálculos de reavaliação do ativo e de depreciação;
5. elaborar boletins e propostas orçamentárias;
6. revisar periodicamente as demonstrações contábeis;
7. realizar o levantamento do patrimônio da Autarquia;
8. orientar e supervisionar estagiários;
9. exercer as funções de sua formação profissional nos segmentos de atividade da Autarquia, bem como prestar orientação técnica compatível com a respectiva formação;
10. representar a Autarquia em congressos e comissões;
11. zelar pelos materiais e equipamentos em uso, solicitando os consertos quando necessários;
12. zelar pela boa ordem dos locais de trabalho;
13. executar outras atividades correlatas que lhe venham a ser atribuídas, compatíveis com a sua atividade profissional. 

História da JUCIS RS

A Junta Comercial de Porto Alegre foi instalada em 24 de maio de 1877. Em seu início, tinha jurisdição para atuar sobre os atuais territórios dos Estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Santa Catarina, até que estas províncias viessem criar suas próprias Juntas Comerciais.

Em 1925 houve a alteração do nome de Junta Comercial de Porto Alegre para Junta Comercial do Rio Grande do Sul. Não houve grandes alterações significativas nas funções da Junta Comercial ao longo de sua história, se compararmos o que já dispunha a legislação de 1855 com as últimas alterações da legislação ocorridas em 1944 e 1996.

A análise dos arquivamentos da Junta Comercial do Rio Grande do Sul representa uma parte significativa da história das empresas gaúchas e, por decorrência, da própria história econômica do RS. Encontram-se os mais variados tipos de documentos relativos à história e à vida das empresas comerciais, agrícolas ou industriais, tais como atas, protocolos, registros de firmas, marcas, patentes, contratos iniciais, alterações de contratos, falências, etc.

A riqueza dos dados disponibilizados por esta Autarquia possibilita a realização de diversos tipos de pesquisas, seja com a finalidade de resgatar nosso passado ou avaliar a presente situação econômica de nosso Estado, além de fornecer subsídios para o planejamento futuro da economia gaúcha.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos Rio Grande do Sul diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
Prefeitura de Antônio PradoTodos os níveis de escolaridade15
Prefeitura de Arroio do PadreNíveis Fundamental e Superior4
Prefeitura de BarracãoTodos os níveis de escolaridade15
Prefeitura de Cambará do SulTodos os níveis de escolaridade31
Prefeitura de Campo Bom EstagiárioVárias
Prefeitura de CanoasNíveis Médio e SuperiorVárias
Prefeitura de Dois IrmãosNível Superior16
Prefeitura de Doutor Maurício CardosoMédico1
Prefeitura de IvoráMédico1
Prefeitura de Linha NovaTodos os níveis de escolaridade6
Veja todos » Concursos Abertos