Concurso Prefeitura de Bom Jesus - RS: inscrições abertas

Concurso Prefeitura de Bom Jesus - RS abre quase 100 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade. A remuneração chega a R$ 10.176,62.

Através do Diário Oficial da União, edição de 09 de outubro de 2018, a prefeitura de Bom Jesus, no Rio Grande do Sul, realizou retificações no Programa para o cargo de Médico, referente ao concurso público em andamento, regido pelo edital 01/2018.

Portanto, nos Conhcecimentos Específicos foram realizadas mudanças e, para quem está se preparando, será relevante rever no edital retificado, disponibilizado aqui.

Este concurso da Prefeitura de Bom Jesus irá preencher 96 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade e está sendo organizado pela FUNDATEC.

Vagas

  • Cargos de nível fundamental: Auxiliar de Serviços Gerais, Cozinheiro, Motorista, Operador de Escavadeira Hidráulica, Operador de Máquinas, Operário e Pedreiro;
  • Cargos de nível médio e técnico: Fiscal Municipal, Monitor Escolar, Professor das Séries Iniciais do Ensino Fundamental, Professor da Educação Infantil, Técnico de Informática e Tesoureiro;
  • Cargos de nível superior: Fiscal Tributário*, Fonoaudiólogo, Médico Clínico Geral, Professor de Ciências Físicas e Biológicas, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Língua Portuguesa e Professor de Matemática.

* Poderão concorrer ao cargo de Fiscal Tributário os profissionais graduados em Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Economia.

A remuneração para os cargos em disputa chega a R$ 10.176,62 e a jornada de trabalho será de 20 ou 40 horas semanais.

Inscrições

As inscrições já estão abertas e poderão ser realizadas até o dia 18 de outubro de 2018, apenas via internet, através do endereço eletrônico: www.fundatec.org.br.

O valor da taxa de inscrição será o seguinte:

  • Nível fundamental: R$ 60,00;
  • Nível médio e técnico: R$ 80,00;
  • Nível superior: R$ 100,00.

Provas

O concurso Prefeitura de Bom Jesus - RS será composto por prova objetiva, prova prática e prova de títulos. A prova objetiva será realizada na data provável de 02 de dezembro de 2018, no turno da manhã para os cargos de nível médio e técnico e no turno da tarde para os cargos de nível superior. O tempo total para realização da prova objetiva será de três horas.

A prova objetiva será composta por 40 questões, todas elas com o mesmo peso, valendo 2,50 pontos cada. Esta prova envolverá questões de Língua Portuguesa, Legislação, Matemática (exceto para Professores e cargos de nível superior), Informática (exceto para Professores e cargos de nível fundamental) e Fundamentos da Educação (apenas para Professores).

A prova objetiva valerá 90 pontos para os cargos de Professores e 100 pontos para os demais cargos. Serão aprovados nesta etapa os candidatos que acertarem, no mínimo, 50% das questões. Para os cargos que tiverem questões de Conhecimentos Específicos, também será necessário acertar 50% das questões desta disciplina.

A prova prática será aplicada para os cargos de Cozinheiro, Motorista, Operador de Escavadeira Hidráulica, Operador de Máquinas e Pedreiro. Serão convocados para esta etapa os cinco primeiros classificados de cada cargo. Esta prova valerá 100 pontos e para ser aprovado é necessário obter a nota mínima de 60 pontos.

A prova de títulos é exclusiva para os cargos de Professor e valerá 10 pontos, distribuídos da seguinte forma:

Para Professor de nível superior:

  • Curso de Especialização Latu Sensu, MBA ou Residência: 1,50 pontos, podendo apresentar até dois títulos;
  • Curso de Mestrado: 3,00 pontos, podendo apresentar apenas um título;
  • Curso de Doutorado: 4,00 pontos, podendo apresentar apenas um título.

Para Professor de nível médio:

  • Cursos de 20 à 40 horas: 0,50 pontos por curso, podendo apresentar até seis cursos;
  • Cursos de 41 à 100 horas: 1,00 pontos por curso, podendo apresentar até quatro cursos;
  • Cursos com mais de 101 horas: 1,50 pontos por curso, podendo apresentar até dois cursos.

Em caso de empate na pontuação final dos candidatos, será aplicado o seguinte critério:

  1. Maior pontuação na prova de Conhecimentos Específicos;
  2. Maior pontuação na prova de Língua Portuguesa;
  3. Maior pontuação na prova de Legislação/Estrutura e Funcionamento;
  4. Maior pontuação na prova de Fundamentos da Educação;
  5. Maior pontuação na prova de Legislação;
  6. Maior pontuação na prova de Informática;
  7. Maior pontuação na prova de Raciocínio Lógico;
  8. Maior pontuação na prova de Conhecimentos Gerais;
  9. Maior pontuação na prova de Matemática
  10. Maior pontuação na Prova Prática;
  11. Maior pontuação na Prova de Títulos;
  12. Maior idade.
  13. Sorteio.

Validade

O concurso Prefeitura de Bom Jesus - RS tem o prazo de validade de dois anos, contado da publicação dos respectivos resultados finais, facultada a prorrogação desse prazo por uma vez, por igual período, a critério da administração pública.

Edital

Para demais informações sobre o concurso Prefeitura de Bom Jesus - RS consulte o edital publicado no site da FUNDATEC.

Atribuições dos cargos

  • Auxiliar de Serviços Gerais: execução de trabalhos rotineiros de limpeza em geral, de preparação de alimentos e de remoção ou arrumação de móveis e utensílios;
  • Cozinheiro: serviço de preparo de alimentação em geral;
  • Motorista: dirigir veículos automotores da Prefeitura;
  • Operador de Escavadeira Hidráulica: operar escavadeira hidráulica, manipulando os comandos de marcha e direção, de forma a nivelar terrenos na construção de edifícios, estradas, pistas de aeroportos e de outras obras;
  • Operador de Máquinas: operar máquinas rodoviárias, agrícolas e tratores;
  • Operário: trabalhos braçais que não exijam especialização;
  • Pedreiro: executar trabalhos em alvenaria, concreto e madeira para construção de obras e edifícios públicos;
  • Fiscal Municipal: exercer a fiscalização geral com respeito à aplicação da legislação tributária do município, legislação sanitária, entre outras leis e posturas municipais referentes à execução de obras particulares;
  • Monitor Escolar: trabalhos auxiliares relacionados com a assistência social comunitária, educação infantil ou ensino fundamental;
  • Professor: educação do aluno de maneira integral, contribuindo para o aprimoramento da qualidade de ensino; participar, planejar, discutir e elaborar atividades de trabalho voltadas ao plano político-pedagógico da escola;
  • Técnico de Informática: efetuar estudos sobre os equipamentos, visando a melhoria do padrão técnico dos trabalhos informatizados, além de realizar o acompanhamento do funcionamento dos equipamentos e programas utilizados pela Prefeitura;
  • Tesoureiro: receber e guardar valores, efetuar pagamentos e conferir documentos;
  • Fiscal Tributário: fiscalização e lançamento dos tributos de competência do Município;
  • Fonoaudiólogo: avaliação e terapia das funções necessárias ao desenvolvimento da linguagem e demais funções sensoriais;
  • Médico: assistência médico-cirúrgica e preventiva em ambulatórios, escolas ou órgãos afins. Realizar inspeção de saúde em servidores municipais e executar outros serviços relacionados à medicina.

Compartilhe