Prefeitura de Cruzeiro do Sul - RS abre vaga para Assistente Social

Prefeitura de Cruzeiro do Sul, no Rio Grande do Sul, abre vaga para Assistente Social.

A Prefeitura de Cruzeiro do Sul, no Rio Grande do Sul, publico o edital de processo seletivo n.º 001/2018, para suprir vaga em cargo de nível superior, por prazo determinado.

A oportunidade é para Assistente Social, que será contratado para trabalhar em carga horária de 20 horas semanais. O valor mensal a ser pago pelo cumprimento da carga horária de trabalho é de R$ 2.111,40.

As inscrições serão aceitas até o dia 12 de julho de 2018, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social, que fica na rua São Gabriel, n.º 72, Centro, no horário de 8h ás 12h e das 13h30min às 17h.

Os candidatos a vaga precisa levar até a Secretaria os seguintes documentos: Formulário de Inscrição preenchido no local da inscrição; Curriculum vitae; Cópia do diploma de conclusão do curso, conforme formação mínima exigida; Cópia dos documentos de identificação para preenchimento do formulário de inscrição devidamente autenticados.

O prazo de validade do processo seletivo é de um ano, a contar da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, caso não haja concurso público para os cargos.

Atribuições do Cargo:

Realizar ou orientar estudos e pesquisas no campo da assistência social, preparar programas de trabalho referentes ao Serviço social, supervisionar o trabalho dos auxiliares do serviço social, realizar e interpretar pesquisas sociais, orientar e coordenar trabalhos nos casos de reabilitação profissional, encaminhar clientes a dispensários e hospitais acompanhando o tratamento e a recuperação dos mesmos, assistindo aos familiares, planejar e promover inquéritos sobre a situação social de escolares e suas famílias, fazer triagem dos casos apresentados para estudo ou encaminhamento, selecionar candidatos ao amparo pelos serviços de assistência à velhice, á infância abandonada, fazer levantamentos sócio-econômicos com vistas a planejamento habitacional, nas comunidades, pesquisar problemas relacionados com a biometria médica, supervisionar e manter registros dos casos investigados, prestar serviços em escolas, prestar atendimento a pessoas com deficiência, prestar assessoramento em assuntos de sua competência, participar no desenvolvimento de pesquisas médico-sociais e interpretar, junto ao médico, a situação social do doente e de sua família, responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo, dirigir veículos oficiais, executar tarefas afins, inclusive as editadas no respectivo regulamento da profissão.

Compartilhe