Prefeitura de Blumenau - SC abre edital para área da educação

A Prefeitura de Blumenau - SC abre vagas para área da educação. Estas oportunidades são temporárias e para o ano letivo de 2019.

A Prefeitura Municipal de Blumenau, estado de Santa Catarina, publicou seu edital de nº 001/2018, visando preencher vagas temporárias para o ano letivo de 2019. As vagas terão lotação na Secretaria Municipal de Educação e a organização deste processo seletivo será feita pelo FURB – Universidade Regional de Blumenau.

Vagas

As vagas temporárias são apenas para formação de cadastro reserva e destinadas aos seguintes cargos: Coordenador Pedagógico, Professor de Alemão, Professor de Anos Iniciais, Professor de Arte, Professor de Ciências, Professor de Educação Especial, Professor de Educação Física, Professor de Educação Infantil, Professor de Ensino Religioso, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Informática, Professor de Inglês, Professor de Matemática, Professor de Português, Professor Instrutor de Libras e Professor Intérprete de Libras.

Os profissionais irão atuar nas Escolas Básicas (EBM) e Centros Educacionais Infantis (CEI) de Blumenau - SC. A contratação destes profissionais será feita pelo regime jurídico da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). O vencimento varia de R$ 735,06 a R$ 2.940,15 para uma jornada de 10 a 40 horas semanais.

Inscrições

As inscrições serão realizadas entre às 08 horas do dia 10 de julho e às 23 horas do dia 06 de agosto de 2018, apenas via internet, através do endereço eletrônico www.furb.br/concursoexterno.

Os candidatos que não tenham acesso à internet, poderão utilizar o ponto disponibilizado pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (FURB), Campus 1, Bloco A, sala 100, na Praça de Atendimento ao Estudante, que fica na rua Antônio da Veiga, 140, Itoupava Seca.

O valor da taxa de inscrição será de R$ 60,00. De acordo com a legislação municipal, estarão isentos desta taxa, os candidatos que comprovarem não possuírem renda, forem doadores de sangue ou doadoras de leite materno.

Provas

A prova objetiva será realizada no dia 19 de agosto de 2018, nos turnos da manhã (das 08 às 11 horas) e tarde (das 13 às 16 horas). A prova será realizada no campus 1 da FURB e, além dela, haverá prova de títulos.

O candidato só poderá se retirar do local da prova após uma hora de seu início e não poderá levar o caderno de questões. As questões da prova, para conferência do gabarito, serão disponibilizadas no site da organizadora.

A prova objetiva valerá 10 pontos e será composta por 40 questões, envolvendo as disciplinas de Língua Portuguesa, Conhecimentos Gerais e Legislação Educacional e Conhecimentos Específicos do cargo. Serão aprovados nesta etapa os candidatos que obtiverem a nota mínima de 5 pontos.

Validade

O processo seletivo público simplificado terá validade para as contratações do ano letivo de 2019.

Edital

As demais informações, como requisitos, vencimentos, área de atuação, descrição das funções e conteúdos programáticos, encontram-se no edital e em seu anexos, disponíveis no site da organizadora.

Dicas para as provas Blumenau (magistério): Entenda o PNE

O Plano Nacional de Educação (PNE) consiste em um conjunto de medidas a serem adotas de forma gradual ao logo dos seus 10 anos de vigência (de 2014 a 2024). Tais ações foram pensadas de forma colaborativa entre todas as entidades da federação (União, Estados, Municípios e Distrito Federal), com o propósito de equalizar e desenvolver o ensino, especialmente em nível fundamental, mas, consequentemente, expandindo-se para os ensinos profissionalizante e superior.

As metas previstas no PNE se distribuem em quatro grandes blocos:

  • O primeiro diz respeito a expansão do ensino básico, garantindo uma expansão do ensino obrigatório e de qualidade;
  • O segundo grupo de metas diz respeito à valorização da diversidade presente no país, além da diminuição da disparidade da educação, visando sempre aumentar a equidade educacional;
  • O terceiro grupo de metas se refere a uma melhor preparação e valorização dos profissionais da educação;
  • O quarto e último grupo se refere às medidas de expansão do ensino superior.

Objetivos e diretrizes

A adoção e implementação do PNE em escala nacional pauta-se na possibilidade de erradicação do analfabetismo, universalização e superação das desigualdades educacionais, com foco em erradicar toda e qualquer forma de discriminação. Também se prevê melhorar a qualidade da formação, inclusive a profissional, a promoção da cultura, a tecnologia e a ciência nacional, mas levando em conta o respeito aos direitos humanos, à sustentabilidade e diversidade socioambiental.

A garantia dessas ações se dará pelo estabelecimento de meta de aplicação do PIB, destinando-se os recursos necessários. Assim, também seria garantida uma melhor e maior qualificação e valorização dos profissionais da educação, medida essencial para que todas as outras possam ser concretizadas.

Execução e fiscalização

A elaboração e execução das metas do plano deverão ter como base os dados do PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do senso demográfico e educacional mais recentes, para que elas reflitam as realidades locais valorizando a particularidades e diferenças inerentes ao território brasileiro.

Além de observar as diferenças e peculiaridades regionais no estabelecimento das metas, também será da alçada de uma série de organizações – Ministério da Educação (MEC), Comissão de Educação das casas do Congresso, Conselho Nacional de Educação (CNE) e o Fórum Nacional de Educação – fiscalizar e garantir o cumprimento das diretrizes estabelecidas. O sistema de fiscalização mencionado será realizado sempre com um intervalo de dois anos.

No primeiro semestre do nono ano de execução desde plano (entre janeiro e junho de 2023), o Poder Executivo Federal deverá encaminhar ao Congresso Nacional o projeto de lei que referenciará o Plano Nacional de Educação a ser aplicado no período subsequente.

Metas do PNE

Para fornecer ao candidato uma noção sobre os propósitos do PNE, confira resumidamente as 20 metas estabelecidas para a década. Observe que, por estar o PNE em plena vigência, há metas que mencionam anos já encerrados, tais como 2015 e 2016).

  1. - Universalizar, até 2016, a educação infantil na pré-escola para as crianças de quatro a cinco anos de idade e ampliar a oferta de educação infantil em creches, de forma a atender, no mínimo, 50% das crianças de até três anos até o final da vigência do PNE.
  2. - Universalizar o ensino fundamental de nove anos para toda a população de seis a 14 anos e garantir que pelo menos 95% dos alunos concluam essa etapa na idade recomendada, até o último ano de vigência deste PNE.
  3. - Universalizar, até 2016, o atendimento escolar para toda a população de 15 a 17 anos e elevar, até o final do período de vigência deste PNE, a taxa líquida de matrículas no ensino médio para 85%.
  4. - Universalizar, para a população de quatro a 17 anos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação, o acesso à educação básica e ao atendimento educacional especializado.
  5. -Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do terceiro ano do ensino fundamental.
  6. - Oferecer educação em tempo integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas.
  7. - Fomentar a qualidade da educação básica em todas as etapas e modalidades, com melhoria do fluxo escolar e da aprendizagem de modo a atingir as seguintes médias nacionais para o Ideb.
  8. - Elevar a escolaridade média da população de 18 a 29 anos.
  9. - Elevar a taxa de alfabetização da população com 15 anos ou mais para 93,5% até 2015.
  10. - Oferecer, no mínimo, 25% das matrículas de educação de jovens e adultos, nos ensinos fundamental e médio, na forma integrada à educação profissional.
  11. - Triplicar as matrículas da educação profissional técnica de nível médio.
  12. - Elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50%.
  13. - Elevar a qualidade da educação superior e ampliar a proporção de mestres e doutores do corpo docente em efetivo exercício.
  14. - Elevar gradualmente o número de matrículas na pós-graduação stricto sensu.
  15. - Garantir, em regime de colaboração entre a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, no prazo de um ano de vigência deste PNE, política nacional de formação dos profissionais da educação. Com isso, assegurar-se-á que todos os professores e as professoras da educação básica possuam formação específica de nível superior, obtida em curso de licenciatura na área de conhecimento em que atuam.
  16. - Formar, em nível de pós-graduação, 50% dos professores da educação básica, até o último ano de vigência deste PNE.
  17. - Valorizar os (as) profissionais do magistério das redes públicas de educação básica de forma a equiparar seu rendimento médio ao dos (as) demais profissionais com escolaridade equivalente, até o final do sexto ano de vigência deste PNE.
  18. - Assegurar, no prazo de dois anos, a existência de planos de Carreira para os (as) profissionais da educação básica e superior pública de todos os sistemas de ensino.
  19. - Assegurar condições, no prazo de dois anos, para a efetivação da gestão democrática da educação.
  20. - Ampliar o investimento público em educação pública de forma a atingir, no mínimo, o patamar de 7% do PIB do País no quinto ano de vigência desta Lei.

Conclusões

Em vista de seu caráter de abrangência nacional em todas as esferas, a execução do PNE demandará uma grande colaboração entre União, Estados, Municípios e Distrito Federal, pois estes entes federados deverão, na medida do necessário, adaptar suas políticas locais para que seja possível a execução das metas pré-estabelecidas pelo plano.

Dentre todas as estratégias de aplicação e execução do PNE, existe um grande enfoque na constituição da Educação Básica e na formação e melhor qualificação dos professores, em todos os níveis.

Saiba mais: Apostilas para os cargos de Blumenau  SC

Sobre Blumenau

Blumenau é conhecida como a "capital da cerveja" e é um município localizado no Vale do Itajaí de Santa Catarina, a cerca de 130 km da capital Florianópolis. Blumenau é, ainda, uma microrregião que compreende outros 14 municípios.

O município possui cerca de 334 mil habitantes, sendo o terceiro mais populoso de Santa Catarina.

A cidade foi fundada em 1850, por Hermann Blumenau, um filósofo alemão. O nome do município é em homenagem a ele. Em 1880 aquela colônia foi elevada à categoria de município. A colonização de Blumenau se deve muito aos seus imigrantes de origem alemã, polonesa e italiana.

Atualmente, Blumenau possui um território de 519 km². Até 1934, este território era de 10.610 km². Daquela época até hoje, 38 municípios se desmembraram de seu território.

O último processo seletivo

Entre setembro e outubro de 2017, a Prefeitura de Blumenau - SC realizou inscrições de seu último processo seletivo que teve como objetivo preencher vagas nos mesmos cargos desta atual seleção. O processo seletivo anterior também foi realizado pela FURB e envolveu prova objetiva e de títulos.

Compartilhe

Concursos RelacionadosVagas
Câmara de Otacílio CostaTodos os níveis de escolaridade4
FAMU - Fundação Ambiental Municipal de UrussangaNíveis Médio e Superior3
Prefeitura de IrineópolisTodos os níveis de escolaridadeVárias
Prefeitura de Águas de ChapecóTodos os níveis de escolaridade33
Prefeitura de Águas de ChapecóNível Superior5
Prefeitura de Alto Bela VistaTodos os níveis de escolaridade8
Prefeitura de AscurraEstagiárioVárias
Prefeitura de Bom RetiroTodos os níveis de escolaridade38
Prefeitura de BombinhasMédico e Médico clínico geralVárias
Prefeitura de Cordilheira AltaTodos os níveis de escolaridade16
Veja todos » Concursos Abertos