Expandir Menu PrincipalPesquisarPor Estado

Concurso Prefeitura de Embu das Artes - SP

O objetivo é a composição de mais de 800 vagas, entre imediatas e cadastro reserva, para cargos de níveis de fundamental, médio e superior.

Publicado em Comunicar erro

Com oferta de 842 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior, a prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes, no Estado de São Paulo, lançou o edital n.º 03/2016 para realização de concurso público. Do total de vagas anunciado, 75 são imediatas, 750 para cadastro reserva, 03 para pessoas com deficiência e 14 para afrodescendentes.

O concurso será conduzido por meio do Instituto Zambini e a carga horária dos contratados será de 48 a 200 horas mensais, com salários que variam entre R$ 815,45 e R$ 1.377,03 mensais e/ou de R$ 65,55 a hora de plantão. As oportunidades abrangem os cargos de Agente Municipal, Agente Municipal (Serviços Urbanos e Limpeza Pública), Motorista, Médico Ginecologista, Médico Pediatra, Médico Psiquiatra, Médico Socorrista, Médico Ultrassonografista e Professor Adjunto.

As inscrições podem ser realizadas de 15 de setembro a 07 de outubro de 2016, no portal eletrônico do Zambini (www.zambini.org.br). As taxas variam de R$ 38,00, R$ 62,00 e R$ 86,00 de acordo com o cargo escolhido.

As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 13 de novembro de 2016 e o gabarito preliminar sairá no dia seguinte. Também está prevista prova prática, para alguns cargos. A validade do concurso será de dois anos, prorrogável, conforme interesse da administração.

Edital completo e demais atualizações devem ser atentamente conferidos: https://goo.gl/BPwtWV

Dicas sobre fonema, tonicidade, prosódia, acentuação gráfica, notações léxicas, abreviaturas, siglas, símbolos em Língua Portuguesa

Vamos conhecer mais um pouco sobre as particularidades da Língua Portuguesa, que serão assunto dessa prova da Prefeitura de Embu das Artes:

Fonema

A Língua Portuguesa, como qualquer outra língua, é composta por letras e fonemas que servem para distinguir o significado das palavras. Entretanto, o que muita gente pode confundir é igualar a quantidade de letras com a quantidade de fonema. Veja o exemplo:

- Hoje: 4 letras e 3 fonemas. Os fonemas são caracterizados pelo som das letras e como o “h” não tem som, não há fonema especificando.
- Chuva: 5 letras e 4 fonemas. Novamente, repara-se que o som “ch” é apenas um som.
- Nascimento: 10 letras e 8 fonemas. O que acontece aqui são duas particularidades. O som “sc” é apenas um e o “en” também.

Por isso mesmo que, quando crianças, os encontros vocálicos e consonantais são aprendidos primeiro para que entendamos o significado das palavras. Com apenas uma mudança na estrutura, o significado pode vir a ser outro, como em: ator e amor.

Tonicidade e prosódia

Uma das primeiras lições que temos na escola é sobre as sílabas tônicas. A tonicidade é representada por aquela sílaba que se sobressai frente às outras. Nem sempre a sílaba tônica virá acompanhada do acento gráfico. Esse “acento” é chamado de prosódico. Há 3 possibilidades:

- Oxítona: a intensidade encontra-se na última sílaba, como em: saci, falar;
- Paroxítona: a intensidade encontra-se na penúltima silaba, como em: útil, mesa; (Lembrando que a tonicidade é sempre vista do final da palavra até o início dela e não o contrário).
- Proparoxítona: a intensidade encontra-se na primeira sílaba, como em: máximo, sílaba.

Há algumas palavras que o acento prosódico é incerto, como em réptil e xérox.

Acentuação gráfica

Existem regras para acentuar as palavras. Por exemplo, sabe-se que todas as palavras proparoxítonas recebem o acento na sílaba tônica. Já as paroxítonas têm algumas regras, veja o quadro[1] a seguir:

l

cil

n

len

r

caver

ps

ceps

x

rax

us

rus

i, is

ri, pis

omons

iândom, íons

um, uns

álbum, álbuns

ã(s), ão(s)

órfã, órfãs, órfão, órfãos

ditongo oral (seguido ou não de s)

quei, túneis

 As oxítonas também têm suas regras específicas para acentuação gráfica. Se as oxítonas terminarem em “a”, “e”, “o”, “em” (e no plural), receberão o acento, como em você(s).

Notações léxicas

As notações léxicas servem para representar o som das palavras, isto é, os fonemas. O sinal “til”, por exemplo, é uma notação léxica. Ele será utilizado para indicar certas vogais nasais, como o “a”, “e”, “o”. Como em: balão, peão.

O apóstrofo (‘), por outro lado, é um sinal diferente, porque serve para definir certos contextos. Por exemplo, nas pronúncias populares, nos poemas, em que o apóstrofo é utilizado para demarcar e conferir a exigência da métrica. Além disso, usa-se em expressões compostas, como copo d’água.

O acento agudo (´), é usado nas palavras que possuem vogal aberta. Ex: água, café;

O acento circunflexo (^), usa-se nos fonemas mais fechados. Ex: avô;

A crase (`), é utilizada quando necessita-se juntar o artigo “a” com a preposição “a”. Há casos específicos sobre ela.

Cedilha (ç) aparece quando o ‘c’ tem som de ‘s’ antes das vogais “a”, “o” e “u”. Ex: açúcar;

Hífen (-), serve para ligar dois termos da língua. Há regras específicas também, principalmente após as novas regras.

Abreviaturas e siglas

As abreviaturas, como o próprio nome diz, serve para abreviar expressões e nomes. Geralmente a regra comum para fazer uma abreviatura é escrever a primeira sílaba da palavra junto com a primeira letra da segunda sílaba, entretanto, há casos específicos. Observe as diferenças:

- Bacharel: bel.
- Companhia: cia.
- Limitada: ltda.
- Isto é: i.e.
- Antes de Cristo: a.C ou A.C.

Lembrando sempre que, caso queira abreviar a palavra, é preciso que a abreviatura tenha menos ou a metade das letras, caso contrário, é viável escrevê-la inteira.

Apostila - Ag. Municipal, Ag. Municipal (Serviços Urbanos e Limpeza Pública) e Motorista - Embu das Artes/SP

Já as siglas são responsáveis por utilizar das letras iniciais das palavras referentes a uma organização, instituição, tratado. É importante ressaltar que, ao escrever um texto, deve-se conter uma lista de siglas para não precisar escrever repetidamente o que significa. Aliás, é interessante explicar a sigla apenas no primeiro uso, para que o leitor saiba o contexto.

- ONU: Organização das Nações Unidas
- Masp: Museu de Arte de São Paulo
- CNPq: Conselho Nacional de Pesquisa
- ABNT: Associação Brasileira de Normas Técnicas
- RS: Rio Grande do Sul

Símbolos em Língua Portuguesa

Há muitos símbolos na língua portuguesa que deixam a estrutura das frases mais completa e com sentido. Por outras palavras, com a ajuda desses símbolos, o texto fica mais coeso e coerente. Vejamos os mais populares:

- Ponto de exclamação (!) -> serve para exclamar, enfatizar;
- Ponto de interrogação (?) -> questionamento ou retórica;
- Ponto e vírgula (;) -> é uma pausa maior, que não mudará de assunto;
- Ponto (.) -> pausa absoluta, finalizando a ideia;
- Vírgula (,) -> pequena pausa;
- Aspas (“) -> destacar o texto ou fala;
- Asterisco (*) -> indicar que há uma explicação do termo ou do trecho;
- Travessão ( – ) -> marca a fala no discurso direto.


[1] <http://www.soportugues.com.br/secoes/fono/fono9.php>

Concursos RelacionadosVagas
Concurso TRE SPNíveis Médio e Superior14
CREMESPTodos os níveis de escolaridade17
DATAPREVNíveis Médio e SuperiorVárias
METRÔ - Companhia do Metropolitano de São PauloTodos os níveis de escolaridade40
Câmara de Alto AlegreAdvogado e Procurador jurídico1
Câmara de Embu das ArtesNíveis Fundamental e Superior47
Câmara de Guapiara Advogado1
Câmara de OsascoTodos os níveis de escolaridade26
Câmara de PacaembuAuxiliar de secretaria e redação1
DAE - Departamento de Água e Esgoto de BauruNíveis Fundamental e Médio3
Veja todos » Concursos Abertos