Concurso Polícia Militar - SP Soldado 2018

Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM SP) anuncia a abertura de seu novo concurso público com 2.700 vagas para o cargo de Soldado PM de 2ª Classe.

A Polícia Militar do Estado de São Paulo (PM SP) divulgou o edital do concurso público nº DP-1/321/18. O objetivo é promover a contratação de 2.700 servidores no cargo de Soldado PM de 2ª Classe do Quadro de Praças de Polícia Militar (QPPM), tanto do sexo masculino quanto do sexo feminino. Mais uma vez,  a Fundação VUNESP será a responsável pela execução da seletiva.

Remuneração inicial e requisitos

A remuneração inicial oferecida para o cargo é de R$ 3.049,41, composta pelo vencimento padrão no valor de R$ 1.178,88, Regime Especial de Trabalho Policial (RETP) no valor de R$ 1.178,88, e insalubridade no valor de R$ 691,65.

Os requisitos para inscrição são: ser brasileiro; ter idade mínima de 17 anos e máxima de 30 anos; ter estatura mínima, descalço e descoberto, de 155 cm (mulheres) e de 160 cm (homens); ser habilitado com CNH entre as categorias “B” e “E”; ter concluído o ensino médio ou equivalente; entre outros. O edital estabelece ainda os critérios para aceitação de candidatos que possuem tatuagens e demais condições para a posse no cargo, em caso de aprovação e convocação.

Inscrições

As inscrições serão aceitas entre os dias 22 de março a 19 de abril de 2018, no endereço eletrônico da VUNESP (www.vunesp.com.br). Será recolhida taxa de inscrição no valor de R$ 50,00.

No ato da inscrição, o candidato deverá escolher a cidade onde irá realizar a primeira etapa do concurso (exames de conhecimentos). As opções são: Campinas, Bauru, São Paulo, Santos, São José dos Campos, Araçatuba, Piracicaba, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, São José do Rio Preto e Sorocaba.

Provas PM SP

As etapas do concurso serão: exames de conhecimentos, divididos em:  prova objetiva e prova dissertativa; exames de aptidão física; exames psicológicos; avaliação da conduta social, da reputação e da idoneidade; e análise documental.

Os exames de conhecimentos (prova objetiva e dissertativa) têm sua realização prevista para o dia 03 de junho de 2018, no período da tarde, com duração de quatro horas.

A validade do concurso é de seis meses, contados da data de sua homologação, prorrogável por igual período.

Atribuições e Curso de Formação

Os Soldados da PM SP de 2ª Classe desempenham, entre outras, as seguintes atribuições básicas: policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana.

A formação dos Soldados será feita por meio da conclusão do Curso Superior de Técnico de Polícia Ostensiva e Preservação da Ordem Pública, que tem como finalidade formar com solidez teórica e prática, um servidor capaz de ocupar o cargo inicial do Quadro de Praças da Polícia Militar.

Dicas de História para as provas da PM-SP 2018

A Primeira Guerra Mundial

No conteúdo programático das provas da PM - SP 2017, na seção de História, serão cobrados, entre outros, os seguintes temas: Primeira Guerra Mundial, Segunda Guerra Mundial e Nazifascismo. Confira algumas noções gerais sobre esses assuntos.

De 1914 a 1918, portanto, no século passado, ocorreu um grande conflito bélico que assumiu proporções catastróficas em nível global. Este grande conflito ficou conhecido como a “Primeira Guerra Mundial”, ou simplesmente a “Grande Guerra”, pois nenhuma das disputas anteriores se comparava a essa.

Como começou?

O estopim para a 1ª guerra foi o assassinato do príncipe Francisco Ferdinando, do império austro-húngaro, fato que ocorreu na cidade de Saravejo, Bósnia. Houve investigações para solucionar o caso e ficou comprovado que o criminoso foi um sérvio, integrante da organização “Mão Negra", e sua motivação foi não concordar com a influência da Áustria- Hungria na região dos Bálcãs. O império austro-húngaro não concordou com as medidas tomadas pela Sérvia no que diz respeito ao crime cometido, e em 28 de julho de 1914 declarou guerra à Sérvia. Havia também questões anteriores que motivaram a guerra, mas o fato supracitado foi o estopim para o inicio deste evento apoteótico.

Alianças militares

As alianças militares começaram a ser formadas no final do século 19. Durante a Primeira Guerra, essas alianças permaneceram e se intensificaram. Veja quais foram:

- Tríplice Aliança (1882): formada pela Itália, Império Austro-Húngaro e Alemanha, sendo que 1915 a Itália passou para a outra aliança;

- Tríplice Entente (1907): formada pela França, Rússia e Reino Unido.

A participação do Brasil nessa Grande Guerra foi enviando enfermeiros e medicamentos em prol dos países da Tríplice Entente.

Desenvolvimento

A Primeira Guerra teve batalhas constantes por território: os soldados ficavam entrincheirados (muitas vezes por longos períodos de tempo), muitos até passando fome e acometidos por diversas patologias. Durante esses combates, houve a inserção de novas tecnológicas bélicas, como tanques de guerra e aviões. As mulheres trabalhavam na produção bélica, basicamente como empregadas.

Como acabou

O fim da Guerra foi marcado pela entrada dos Estados Unidos no conflito. O país entrou do lado da Tríplice Entende, o que enfraqueceu a Tríplice Aliança, levando esta a acabar assinando a rendição. Os derrotados tiveram que assinar um tratado que colocava fortes restrições e punições (o conhecido “Tratado de Versalhes”). Dentre as principais punições estavam: a redução do exército, indústria bélica controlada; a perda de território; e a restituição monetária dos prejuízos da guerra.

O fato é que a Alemanha foi o país que mais sentiu as consequências do Tratado de Versalhes, fato que influenciou o início da Segunda Guerra. Vale ressaltar que o "saldo" negativo dessa 1ª Guerra Munial foi de 10 milhões de mortos.

O Nazifascismo e a Segunda Guerra Mundial

Intrinsecamente ligados às origens da Segunda Grande Guerra, os regimes Nazista alemão e Fascista italiano se constituíram sobre determinadas necessidades momentâneas. Tais necessidades eram principalmente as da classe economicamente dominante, que ainda vivenciava (principalmente na Alemanha) o caos econômico oriundo da Primeira Guerra, algo perceptível na reconstituição interna dos países devastados e derrotados na guerra.

Esses países devastados foram forçados, mesmo ainda possuindo relevante poderio militar, a arcar com os custos da guerra, não apenas dos próprios, mas também dos países vitoriosos. Até mesmo a Itália, que trocou de lado, passou por uma situação interna que também demandava medidas de saneamento econômico.

Regimes

O surgimento dos regimes nazista e fascista, considerados de extrema-direita pelo seu ultraconservadorismo e medidas com foco estritamente econômico interno, adveio tanto de uma demanda político-econômica, quanto de uma demanda social. Por mais que seja plausível considerar que, caso Hitler e Mussolini não tivessem se tornado os protagonistas a instaurar esses sistemas, as demandas internas forçariam que outros o fizessem.

No entanto, o que ficou constatado historicamente é que esses dois personagens do século passado (Hitler, em especial) eram dotados de grande carisma. Sem dúvidas, isso ajudou muito na propagação que os regimes implementavam para se colocarem em foco no nacional sobre qualquer coisa, criando um sentimento xenofóbico em grande parte dos países.

Tensões internacionais

Com a ascensão desses regimes ditatoriais, focados em demandas internas de reconstrução do pós-guerra, somado ao conflito entre socialismo e capitalismo já existente na Europa, as tensões internacionais cresciam. As próprias demandas remanescentes do Tratado de Versalhes, da crise de 1929 que abalou a economia mundial e das políticas com foco interno também contribuíram para o aumento dessas tensões.

Antissemitismo

Vale notar que o caso da Alemanha acabou se tornando uma espécie de emblema dessa época: as políticas internas daquele país dificultavam a relação com parte dos países do resto do mundo. Aliado a isso, na política alemã daquele momento foi se propagando um sentimento de segregação que conheceria seu ápice no antissemitismo e na caça e apreensão de judeus e seus bens.

A política antissemita, além de ser parte da ideologia de reforço exacerbado ao nacionalismo, também se constituía numa forma de angariar rapidamente recursos financeiros. Afinal de contas, sabia-se que os judeus controlavam grandes negócios e redes bancárias, e todos esses bens foram apreendidos para sustentar a máquina de reconstrução nacional, criada pelo Partido Social Democrata.

Eclosão da Guerra

Em suma, as formas totalitárias, segregacionistas, ultranacionalistas e conservadoras de extrema direita das políticas adotadas pelos regimes nazista e fascista viriam a provocar a Segunda Grande Guerra. Esses países se portaram de forma "agressiva" para com as outras nações, tanto pelo caráter expansionista (e pela busca por conter o avanço socialista) quanto pelo ideológico.

Esses país também tentaram expandir uma matriz econômica perto de se estagnar, ao depender grandemente de recursos internos, quando se enfrentava uma crise tão grande, além das demandas da Primeira Grande Guerra.

Tudo isso, somado à grande retenção de poderio militar, mesmo após a derrota na guerra anterior, fez com que o caráter totalitário desses dois regimes tivesse um grande impacto na eclosão da 2ª Guerra e também nos rumos que ela acabou tomando.

Estude todo o conteúdo da PM-SP: Apostila e Curso Online Soldado PM SP 2018

Conteúdo das Provas PM SP 2018

LÍNGUA PORTUGUESA
1. - Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários).
2. - Sinônimos e antônimos.
3. - Sentido próprio e figurado das palavras.
4. - Pontuação.
5. - Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção: emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem.
6. - Concordância verbal e nominal.
7. - Regência verbal e nominal.
8. - Colocação pronominal.
9. - Crase.

MATEMÁTICA

1. - Números inteiros: operações e propriedades.
2. - Números racionais, representação fracionária e decimal: operações e propriedades.
3. - Mínimo múltiplo comum.
4. - Razão e proporção.
5. - Porcentagem.
6. - Regra de três simples.
7. - Média aritmética simples.
8. - Equação do 1º grau.
9. - Sistema de equações do 1º grau.
10. - Sistema métrico: medidas de tempo, comprimento, superfície e capacidade.
11. - Relação entre grandezas: tabelas e gráficos.
12. - Noções de geometria: forma, perímetro, área, volume, teorema de Pitágoras.
13. - Raciocínio lógico.
14. - Resolução de situações-problema.

CONHECIMENTOS GERAIS

1. HISTÓRIA GERAL
1.1. - Primeira Guerra Mundial.
1.2. - O nazifascismo e a Segunda Guerra Mundial.
1.3. - A Guerra Fria.
1.4. - Globalização e as políticas neoliberais.

2. HISTÓRIA DO BRASIL

2.1. - A Revolução de 1930 e a Era Vargas.
2.2. - As Constituições Republicanas.
2.3. - A estrutura política e os movimentos sociais no período militar.
2.4. - A abertura política e a redemocratização do Brasil.

3. GEOGRAFIA GERAL

3.1. - A nova ordem mundial, o espaço geopolítico e a globalização.
3.2. - Os principais problemas ambientais.

4. GEOGRAFIA DO BRASIL

4.1. - A natureza brasileira (relevo, hidrografia, clima e vegetação).
4.2. - A população: crescimento, distribuição, estrutura e movimentos.
4.3. - As atividades econômicas: industrialização e urbanização, fontes de energia e agropecuária.
4.4. - Os impactos ambientais.

5. ATUALIDADES

Questões relacionadas a fatos políticos, econômicos, sociais e culturais, nacionais e internacionais, ocorridos a partir do 1º de
março de 2017, divulgados na mídia local e/ou nacional.

NOÇÕES BÁSICAS DE INFORMÁTICA

MS-Windows 10: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência, manipulação de
arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de aplicativos MS-Office 2010.

MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas de texto.

MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos, elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos, campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos, classificação de dados.

MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de páginas, botões de ação, animação e transição entre slides.

Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos.

Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas.

NOÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

No que se refere à legislação indicada, informa-se que deve ser considerada a legislação atualizada, desde que vigente,
tendo como base a data da publicação oficial do Edital.

1. CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

1.1. Título II – Dos Direitos e Garantias Fundamentais: Capítulo I – Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos; e Capítulo
II – Dos Direitos Sociais;

1.2. Título III – Da Organização do Estado: Capítulo VII – Da Administração Pública: Seção I – Disposições Gerais; Seção II –
Dos Servidores Públicos; e Seção III – Dos Militares dos Estados, do Distrito Federal e dos Territórios.

1.3. Título V – Da Defesa do Estado e das Instituições Democráticas: Capítulo III – Da Segurança Pública.

2. CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE SÃO PAULO.

2.1. Título I – Dos Fundamentos do Estado.

2.2. Título II – Da Organização e dos Poderes: Capítulo I – Disposições Preliminares; e Capítulo III – Do Poder Executivo.

2.3. Título III – Da Organização do Estado: Capítulo I – Da Administração Pública: Seção I – Disposições Gerais: artigos
111 a 114, e 115 “caput” e incisos I a X, XVIII, XIX, XXIV, XXVI e XXVII; Capítulo II – Dos Servidores Públicos do Estado: Seção I – Dos Servidores Públicos Civis: artigo 124 “caput”, e artigos 125 a 137; Seção II – Dos Servidores Públicos Militares; Capítulo III – Da Segurança Pública: Seção I – Disposições Gerais; Seção III – Da Polícia Militar.

2.4. Título VII – Da Ordem Social: Capítulo III – Da Educação, da Cultura e dos Esportes e Lazer: Seção I – Da Educação: artigos 237 a 249 e 251 a 258; Capítulo VII – Da Proteção Especial: Seção I – Da Família, da Criança, do Adolescente, do Jovem, do Idoso e dos Portadores de Deficiência.

2.5. Título VIII – Disposições Constitucionais Gerais: artigos 284 a 291.

3. LEI Nº 10.261, de 28 de outubro de 1968 – Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado.

4. LEI Nº 10.177, de 30 de dezembro de 1998 – Regula o processo administrativo no âmbito da Administração Pública
Estadual.

5. LEI COMPLEMENTAR Nº 893, de 09 de março de 2001 – Institui o Regulamento Disciplinar da Polícia Militar – RDPM.

6. LEI COMPLEMENTAR Nº 1.080, de 17 de dezembro de 2008 – Institui Plano Geral de Cargos, Vencimentos e Salários
para os servidores das classes que especifica.

6.1. Capítulo I – Disposição Preliminar.

6.2. Capítulo II – Do Plano Geral de Cargos, Vencimentos e Salários: Seção I – Disposições Gerais; Seção II – Do Ingresso;
Seção III – Do Estágio Probatório; Seção IV – Da Jornada de Trabalho, dos Vencimentos e das Vantagens Pecuniárias; Seção VII – Da Progressão; Seção VIII – Da Promoção; Seção IX – Da Substituição.

6.3. Capítulo IV – Disposições Finais: artigos 54 a 56.

7. LEI FEDERAL Nº 12.527, de 18 de novembro de 2011 – Lei de Acesso à Informação; e Decreto n° 58.052, de 16 de
maio de 2012.

Edital: Diário Oficial do Estado de São Paulo, edição de 10 de março de 2018 – Executivo – Caderno I – a partir da página 189: http://diariooficial.imprensaoficial.com.br/nav_v4/index.asp?c=4&e=20180310&p=1

Compartilhe

Concursos RelacionadosVagas
CORE SPTodos os níveis de escolaridade147
Governo do Estado de São PauloEstagiárioVárias
PM SP Aluno OficialOficial da polícia militar270
Prefeitura de PedreiraNíveis Médio e Superior34
Câmara de AparecidaNíveis Médio e Superior9
Câmara de Biritiba MirimTodos os níveis de escolaridade6
Câmara de Embu-Guaçu Nível Médio6
Câmara de JoanópolisProcurador jurídico1
Câmara de OlímpiaTodos os níveis de escolaridade8
Câmara de PradópolisNíveis Médio e SuperiorVárias
Veja todos » Concursos Abertos