Concurso Prefeitura de Osasco - SP: Edital e Inscrições

Concurso Prefeitura de Osasco - SP abre 724 vagas para Professores com nível superior e magistério.

Em Osasco, São Paulo, 724 vagas estão sendo disponibilizadas através de concurso público para profissionais da educação, nos níveis médio (magistério) e superior. O Concurso Prefeitura de Osasco – SP tem como banca organizadora a Fundação Vunesp.

Vagas

As oportunidades disponíveis são para Professor Adjunto de Educação Básica I, Professor de Desenvolvimento Infantil – I, Professor Adjunto de Educação Básica II Deficiência Auditiva, Professor Adjunto de Educação Básica II - Deficiência Mental, Professor Adjunto de Educação Básica II - Deficiência Visual, Professor Adjunto de Educação Básica II - Educação Artística, Professor Adjunto de Educação Básica II - Educação Física e Professor Adjunto de Educação Básica II -Inglês.

Os vencimentos variam de acordo com a área de atuação e a jornada de trabalho empenhada semanalmente, podendo variar de R$ 1.496,40 a R$ 2.455,84. As funções exigem nível superior, sendo que para Professor de Desenvolvimento Infantil é válida a habilitação para o magistério em nível Médio na modalidade Normal ou Licenciatura Plena em Pedagogia.

Inscrições Concurso Prefeitura de Osasco – SP

As inscrições para o respectivo concurso poderão ser realizadas, online, através do site da banca organizadora, no endereço eletrônico www.vunesp.com.br no período que compreende as 10 horas do dia 25 de fevereiro de 2019 às 23h59min do dia 10 de abril de 2019.

A taxa de inscrição será de R$ 56,50 para Professor Adjunto de Educação Básica I e Professor de Desenvolvimento Infantil – I e de R$ 82,20 para os demais cargos. O valor referente a taxa de inscrição deverá ser pago até o dia 11 de abril de 2019, sendo considerado nulo qualquer pagamento após esta data.

Provas Concurso Prefeitura de Osasco – SP

Para todos os cargos haverá a aplicação de provas objetivas, previstas para ocorrerem no dia 19 de maio de 2019. Para confirmação da data, local de provas e demais informações, o candidato deverá está atento às publicações no site da banca organizadora. O concurso ainda terá prova de títulos!

Validade

Conforme estabelecido no edital, o prazo de validade do respectivo concurso será de 02 anos, todavia, poderá sofrer prorrogação pelo mesmo período. Este prazo começa a ser contado a partir da homologação do resultado final.

Dicas para as provas de Osasco - Professor: O desenvolvimento da linguagem oral

É através da linguagem que o ser humano apreende noções de espaço, tempo e raciocínio. Contudo é preciso compreender que a linguagem é um conceito amplo que não abrange apena a linguagem oral, mas sim diversas formas de comunicação.

A linguagem oral, ou fala, é usada para exprimir ideias, emoções, pensamentos e sentimentos e facilita a relação social e a troca de conhecimentos. Veja as etapas do desenvolvimento da linguagem oral.

O que é desenvolvimento da linguagem oral?

O desenvolvimento da linguagem oral ocorre através da relação entre o sujeito e o meio em que vive. É a partir dessa relação que o ser humano desenvolve a necessidade de se comunicar, transmitir suas ideias, sentimentos e emoções. Essa transmissão é feita pela fala, considerada o motor da linguagem.

Entre os autores que se destacam no desenvolvimento de teorias sobre o processo de aquisição e desenvolvimento da linguagem oral estão: Vigotsky, Noam Chomsky e Jean Piaget.  Suas contribuições foram fundamentais para entender como ocorre o desenvolvimento da linguagem.

Para Vigotsky a fala é fundamental para o desenvolvimento cognitivo do homem e que o desenvolvimento da linguagem oral acontece na interação do homem com seu meio social, o que resulta na aquisição do conhecimento.

Para Piaget o desenvolvimento da linguagem oral está relacionado com o nível de desenvolvimento da inteligência do indivíduo. Assim, a linguagem oral seria uma representação da inteligência.

Ainda de acordo com Piaget a origem do desenvolvimento da linguagem oral está interligada ao desenvolvimento sensório-motor.

Segundo o autor, o ser humano já vem ao mundo com uma capacidade inerente a ele. Com isso, esse indivíduo tem uma potencialidade para o aprendizado que será estimulada pelo meio em que vive.

O autor Noam Chomsky diz, em sua teoria, que o indivíduo já nasce com capacidades próprias dele, e que é papel do meio estimular o potencial linguístico e cognitivo desse indivíduo.

De acordo com essa teoria, expor uma criança ao som de um rádio, televisão, videogame ou outros itens do gênero, estimularia o desenvolvimento linguístico dela.

Etapas do desenvolvimento da linguagem oral

O desenvolvimento da linguagem oral passa por diversas etapas que foram assim definidas:

0 a 3 meses: há formação de sons como barulhos, gritos, choros.

A criança nessa etapa emite grunhidos não linguísticos, acorda ao ouvir barulhos e tenta descobrir sua fonte com os olhos. Ela ainda reconhece a voz da mãe e acalma-se com ela.

Nessa fase a criança possui sorriso reflexo, ou seja, responde a estímulos com o sorriso.

4 a 6 meses: a criança já consegue diferenciar sons da fala, ela compreende palavras, balbucia vogais e consoantes, percebe sons laterais e sons musicais tende a acalmá-la.

7 a 9 meses: a criança balbucia sons repetidos (“bababa”), é o período de pré conversação, onde a criança encurta a vocalização para deixar o adulto responder. Já responde quando é chamada e utiliza gestos para se comunicar. Localiza a fonte do som de forma lateral e indireta para baixo.

10 a 12 meses: a criança ao ouvir música produz sons, consegue localizar a fonte de forma direta para baixo, compreende palavras familiares como papai, mamãe e outras, usa palavras ainda pouco compreensíveis, atende a ordens simples como dar tchau ou mandar beijos, reage com o “não” da mãe, paralisando o que está fazendo.

12 a 18 meses: a criança consegue produzir palavras compreensíveis e frases curtas. Ela costuma chamar a atenção do adulto para obter respostas e consegue identificar objeto familiar através da nomeação.

Há nessa etapa repetição de palavras familiares e a tentativa de contar algo. Compreende verbos que demonstram ações concretas como acabou, dá, etc, e identifica partes do próprio corpo.

2 a 3 anos: nessa fase há um aumento da quantidade de palavras produzidas, já elabora frases com estrutura gramatical simples. A criança consegue dar nomes aos objetos quando questionadas pelo adulto.

Ela consegue identificar objetos conhecidos pelo nome e uso, faz questionamentos, compreende perguntas como: Onde?”, “Como?”, identifica e nomeia ações representas em imagens, refere-se a si mesmo na terceira pessoa.

4 anos: a criança nessa fase se expressa com maior clareza, suas frases são mais estruturadas, utiliza o porquê.

O desenvolvimento da linguagem oral pode ser facilitado com a leitura. Desde de bebês, é interessante que os pais contem histórias, façam leituras para eles. Isso estimula a percepção dos sons e das palavras.

Conforme a criança se desenvolve e sua concentração aumenta, pode-se incentivá-la a ver livros com figuras, ler histórias em quadrinhos para elas a fim de estimular o aumento do seu vocabulário e de objetos.

Saiba mais: Apostilas Osasco - Professor Adjunto (Def. Mental/Visual/Auditiva)  -- Professor Adjunto (Outras áreas) -- Professor de Des. Infantil -- Professor Adjunto de Ed. Básica 

Sobre a Fundação Vunesp

A Instituição foi criada em 1979 pelo Conselho Universitário da Unesp. É uma fundação sem fins lucrativos e reconhecida como de utilidade pública nos níveis municipal, estadual e federal, podendo ser contratada com dispensa de licitação, conforme inciso XIII do artigo 24 da Lei Federal nº 8.666/93.

A Vunesp atua, exclusivamente, para atender nas áreas de vestibulares, concursos públicos e avaliações, bem como na promoção de atividades de pesquisa e extensão de serviços à comunidade, na área educacional, sendo uma das bancas organizadoras mais tradicionais do país.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos em Osasco diretamente no seu e-mail