CONSAÚDE - SP abre processo seletivo

Processo seletivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira e Litoral Sul (CONSAÚDE) abre vagas com vencimento de até R$ 6.597,22.

O Consórcio Intermunicipal de Saúde do Vale do Ribeira e Litoral Sul (CONSAÚDE), no estado de São Paulo, segue com as inscrições abertas para o seu processo seletivo edital nº 04/2019 destinado à contratação temporária de 41 novos profissionais de todos os níveis de escolaridade. Este processo seletivo será realizado pelo Instituto Mais.

Vagas

  • Cargo de nível fundamental: Cozinheiro;
  • Cargos de níveis médio e técnico: Auxiliar de Regulação Médica, Instrumentador Cirúrgico, Motorista, Oficial Administrativo, Técnico de Enfermagem, Técnico de Farmácia, Técnico em Informática, Técnico de Laboratório e Técnico em Radiologia Médica;
  • Cargos de nível superior: Assistente Social, Bioquímico, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Procurador Jurídico e Psicólogo.

O vencimento para os cargos acima varia de R$ 1.035,28 e R$ 6.597,22. A jornada de trabalho varia de 20 a 40 horas semanais.

Apostilas CONSAUDE - Técnico de Enfermagem -- Oficial Administrativo -- Motorista -- Auxiliar de Regulamentação Médica

Inscrições

As inscrições poderão ser realizadas até às 17 horas do dia 15 de abril de 2019, apenas via internet, através do endereço eletrônico www.institutomais.org.br.

O valor da taxa de inscrição é de:

  • R$ 36,00 para os cargos de nível fundamental;
  • R$ 54,00 para os cargos de níveis médio e técnico;
  • R$ 75,00 para os cargos de nível superior.

Como as provas ocorrerão em dois turnos, será possível se inscrever em mais de um cargo, desde que não haja coincidência no horário de realização da prova objetiva.

Provas

Este processo seletivo será composto por prova objetiva e análise do tempo de experiência profissional para todos os cargos, por prova prática para Motorista e por prova de títulos para os cargos de nível superior. A prova objetiva será realizada na data provável de 19 de maio de 2019, nos turnos da manhã e tarde, na cidade de Pariquera-Açu - SP.

O número de questões, assim como as disciplinas cobradas na prova objetiva, varia de acordo com cada cargo, mas poderão ser cobrados conteúdos de Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Noções de Informática e/ou Conhecimentos Específicos.

A prova objetiva valerá até 100 pontos e serão aprovados os candidatos que obtiverem a nota mínima de 50 pontos.

O tempo total para realização da prova objetiva será de quatro horas para Procurador Jurídico e de três horas para as demais funções.

A prova de títulos valerá até 10 pontos e serão avaliados os títulos de especialização, mestrado e doutorado. A avaliação de tempo de experiência profissional valerá até 5 pontos, sendo computado 0,50 ponto para cada ano de serviço na área do cargo em disputa.

Validade

O prazo de validade deste processo seletivo é de um ano, a contar da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por mais um ano, uma única vez.

Edital

Para outras informações sobre este processo seletivo, consulte o edital publicado no site do Instituto Mais.

Dicas para as provas CONSAUDE - Documentos oficiais

Saiba o que é e o objetivo cada um dos principais documentos oficiais utilizados por empresas e órgãos públicos.

1. Portaria

Portaria é um documento normativo infralegal, ou seja, tem forma de lei, mas não tem poder de lei.

É usado pela administração pública direta ou indireta, a fim de ordenar que se cumpra uma instrução ou várias, determinadas por ela.

Existem quatro tipos de portarias:

1. Portaria Geral: é uma instrução voltada para uma determinada categoria de funcionários.

Ex. Portaria sobre ações para atendimento à pacientes com dengue, voltada para os servidores da área da saúde de uma determinada prefeitura.

2. Portaria Especial: é uma instrução sobre uma situação específica, com validade jurídica específica, normalmente sobre um determinado indivíduo.

Ex. Governador, através de portaria, torna público o afastamento do secretário de saúde do estado.

3. Portaria Interna: são instruções dadas, por autoridades, a funcionários em repartições públicas.

Ex. Secretária do Meio Ambiente lançou portaria estabelece os equipamentos de segurança dos funcionários da limpeza pública.

4. Portaria Externa: são instruções dadas à população em geral ou um grupo de pessoas.

Ex. Prefeito decreta portaria que estabelece critérios para acesso à cesta básica pelas famílias carentes.

2. Decreto

Decreto é um ato administrativo emanado exclusivamente do chefe do executivo do país, dos estados e dos municípios. Tem como finalidade ordenar ou reforçar o cumprimento de uma lei.

Os decretos podem ser divididos em:

1. Decreto individual: normas direcionadas a um determinado grupo ou pessoa. Ex. exonerações, nomeações ou desapropriações.

2. Decreto geral: normas gerais para pessoas que se encontram em situação semelhante a que é objeto do decreto.

3. Edital

Edital é um documento que traz definições, informações e comunicados oficiais. São afixados em locais públicos ou anunciados em rádios, jornais e televisão para conhecimento de toda a população interessada.

Existem diversos tipos de edital como:

1. Edital de concursos: tem por objetivo expor as regras do concurso para seleção de funcionários efetivos do setor público ou sociedade mista.

2. Edital de licitação: é realizado para contratação de empresas para realização de serviços para o setor público. Nele consta todas as regras para participar da licitação.

3. Edital de citação: é utilizado para convocar um réu com paradeiro desconhecido a se apresentar em local determinado no edital.

4. Edital de proclamas: é uma solicitação publicada em cartórios para noivos que vão se casar no civil e moram em locais diferentes.

4. Ofícios

O ofício é um documento oficial emitido por prefeituras ou outros órgãos pertencentes ao estado, a fim de expedir comunicados oficiais entre figuras públicas.

Existem diversos formatos de ofícios, entre os mais usados estão:

1. Ofício de comunicação: é utilizado para informar ou comunicar algo entre os entes públicos ou entre um ente particular e a administração pública.

2. Ofício de solicitação: é utilizado para solicitar informações, materiais, demandas e propostas.

3. Ofício de pedidos ou requerimento: é parecido com o ofício de solicitação, porém, traz especificidades em relação a cada tipo de situação, como por exemplo: um ofício solicitando material de limpeza para secretaria de assistência social.

4. Ofício de patrocínio: utilizado para pedir recursos para novos projetos, eventos ou ações específicas.

5. Ofício judicial e jurídico: o ofício judicial é enviado por um juiz a fim de pedir maiores informações, esclarecimentos ou notificar autoridades privadas ou públicas sobre determinado assunto.

O ofício jurídico se destina apenas aos componentes do judiciário brasileiro e advogados.

Para cada tipo de ofício há um pronome de tratamento que deve ser utilizado de acordo com a autoridade a quem será enviado o documento.

5. Memorando

O Memorando é também um documento oficial, usado para comunicar informações, tratar assuntos de maneira objetiva e clara em órgãos do setor público ou privado.

São textos curtos para facilitar seu entendimento e podem emitidos na forma de correspondência, publicações em murais ou jornais oficiais e por meio eletrônico.

Existem dois tipos de memorando:

1. Memorando interno: é usado na transmissão de informações internamente em um empresa ou órgão público.

2. Memorando externo: utilizado no despacho de documentos com informações concisas, claras e objetivas entre entes públicos ou privados.

6. Ata

A Ata é documento onde se registra todos os fatos e assuntos tratados em uma reunião seja ela da empresa, de uma assembleia, de uma igreja ou de um órgão público.

São registros com valor legal com objetivo de garantir que seja cumprido o que ficou decidido ali.

Uma Ata deve conter as seguintes informações:

1. Abertura da reunião com data, hora e local e nome da empresa ou órgão.

2. Legalidade da reunião: deve constar o quórum necessário para validade da reunião de acordo com o estatuto da empresa ou órgão.

3. Expediente da reunião: registrados os nomes dos presentes e ausentes (com justificativas) e os informes e avisos.

4. Ordem do dia: são registrados todos os assuntos tratados em ordem cronológica, bem como o resultado da reunião, as propostas e decisões tomadas.

5. Desfecho e encerramento: traz as considerações finais.

A Ata deve seguir algumas regras para sua elaboração como:

1. Separação por alíneas ou parágrafos.

2. Não conter abreviaturas

3. Não conter rasuras, corretivos ou emendas no texto.

4. Números escritos por extenso

5. Verbos no pretérito perfeito.

7. Circular

A circular é uma carta oficial expedida pela autoridade máxima de uma instituição ou departamento a fim de regulamentar determinadas regras e padronizar condutas internas. São destinadas a várias pessoas.

As circulares podem ser impressas, digitalizadas ou fotocopiadas, sendo entregues pelos correios, por e-mail ou por fax, dependendo do tipo de assunto tratado e da abrangência que se deseja alcançar.

Saiba mais nasApostilas CONSAUDE - Técnico de Enfermagem -- Oficial Administrativo -- Motorista -- Auxiliar de Regulamentação Médica

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos São Paulo diretamente no seu e-mail