Concurso Prefeitura de Jundiaí - SP

Oportunidades são para cargos de níveis médio e superior, com salários bases que variam entre R$ 1.813,18 a R$ 4.013,68.

Em São Paulo, a Prefeitura de Jundiaí divulgou o edital n° 105/2018 de concurso público destinado à contratação de novos servidores de níveis médio e superior, para atendimento das necessidades do município. O certame está sendo executado sob responsabilidade do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM).

São disponibilizadas 40 vagas, distribuídas para os cargos de Agente de Desenvolvimento Infantil, Professor de Educação Básica II – Educação Física, Professor de Educação Básica II – Inglês e Técnico em Nutrição e Dietética. Os candidatos aprovados e convocados atuarão em regime de trabalho de até 40 horas semanais, com salários bases que variam entre R$ 1.813,18 a R$ 4.013,68.

As inscrições já estão abertas e os interessados têm até o dia 17 de maio de 2018 para efetuá-las via internet, pelo site www.ibamsp-concursos.org.br. Os valores cobrados como taxa de inscrição variam entre R$ 70,00 e R$ 95,00.

De acordo com o edital, o certame consistirá de provas objetivas, com previsão de que sejam aplicadas no dia 10 de junho de 2018, em locais informados posteriormente. Para os cargos de Professores haverá ainda prova de produção textual e prova de títulos.

A validade do concurso será de dois anos, contados da data de homologação e podendo ser prorrogado por igual período, a critério da administração municipal.

Edital e eventuais atualizações: https://bit.ly/2GQ2AHa

***

Dicas para as provas de Jundiaí: Perímetro, Área, Volume

Domínio de cálculos envolvendo medidas de perímetro, área e volume de formas geométricas são bastante cobrados em provas de concursos, não sendo diferente neste seletivo da COPANOR. É fácil perceber que há uma diferença significativa entre essas noções matemáticas, devendo o candidato atentar para o contexto da questão de prova. Confira algumas dicas sobre essas medidas.

Perímetro

O perímetro, muitas vezes, é pensado como a “soma de todos os lados”, entretanto, o perímetro de um cilindro, por exemplo, não tem lados, logo esse tipo de conceito está equivocado. Por isso que se diz que o perímetro é a soma do contorno de uma figura (geométrica ou não). Por exemplo, se cada lado de um quadro tiver 5 cm, o seu perímetro será 20 (5 + 5 + 5 + 5).

Área

Já o conceito de área é mais complicado porque não é padrão, visto que diversas formas geométricas têm os seus próprios cálculos. A área é a delimitação interna de um polígono. Geralmente, área é mais utilizada do que o perímetro, justamente para medir terrenos. A seguir será exemplificado os cálculos de áreas mais comuns:

  • Retângulo: base x altura. Se o retângulo tiver 5 cm de altura e 10 de base, a sua área será de 50.
  • Quadrado: lado x lado. Como o quadrado tem todos os lados iguais e se tiver 5 cm cada lado, a sua área será a multiplicação, isto é, 25 cm.
  • Triângulo: base x altura/2. O triângulo nada mais é do que a metade de um retângulo, logo, se sua base for de 6 cm e altura de 4 cm, a sua área será de 12 cm.
  • Losango: Diagonal Maior x Diagonal menor. Para a área do losango, deve-se multiplicar a sua diagonal maior, de 7 cm, pela sua diagonal menor, de 5 cm, por exemplo. Sua área seria de 35 cm.
  • Círculo: (pi) x r2. A área do círculo é achada ao dividi-lo em partes iguais, até formar triângulos. Se o raio do círculo for 10 cm e pi é considerado 3,14, a área seria de 314 cm.

Volume

Já o volume é conhecido por ser o sólido que ocupa o espaço de um polígono ou uma forma geométrica. Para realizar o cálculo de volume, é preciso considerar as três dimensões. Para cada forma, há um cálculo diferente, também.

  • Paralelepípedo retângulo: a x b x c;
  • Cubo: a x a x a;
  • Cilindro: (pi) x r2 x h;

Para o dia a dia é muito comum nós pensarmos sobre o volume, principalmente ao estacionar o carro ou encher um copo ou recipiente de água.

Todos os conteúdos cobrados pelo concurso de Jundiaí estão na: Apostila para AGENTE DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL