Prefeitura de Ibitinga - SP realiza processo seletivo

Em São Paulo, a Prefeitura de Ibitinga, abre seletivo com nove vagas imediatas em funções de ensino médio e superior.

A Prefeitura da Estância Turística de Ibitinga, São Paulo, abre processo seletivo com o objetivo de selecionar candidatos de ensino médio e superior, para ocupação de nove vagas imediatas, em caráter temporário, conforme o edital nº 002/2017.

Serão contratados Assistentes Sociais e Orientadores Sociais, para cumprir a carga horária de 30 ou 40 horas semanais. O salário ofertado vai de R$ 1.174,67 a R$ 1.571,60.

Inscrições e provas

As inscrições devem ser feitas até o dia 1 de outubro de 2017, via internet, através do site www.didaticaconsultoria.com.br. O valor da taxa é de R$ 20,00 ou R$ 40,00.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 29 de outubro de 2017, em local e horário a serem divulgados. Este processo seletivo será válido por um ano, a contar da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Atribuição das funções

O Assistente Social irá prestar serviços sociais orientando indivíduos, famílias, comunidade e instituições sobre direitos e deveres (normas, códigos e legislação), serviços e recursos sociais e programas de educação; planejar, coordenar e avaliar planos, programas e projetos sociais em diferentes áreas de atuação profissional (seguridade, educação, trabalho, jurídica, habitação e outras), realização de avaliações/ estudos socioeconômicos; trabalhar com políticas sociais de assistência social, saúde, previdência, educação, habitação, justiça, meio ambiente,trabalho e recursos humanos; conhecer técnicas/instrumentos da área de a pesquisa, administração, planejamento, supervisão, educação e organização popular e trabalho social com indivíduos, grupos, famílias e comunidades; realizar de visitas domiciliares, entrevistas, relatório social(laudo, parecer técnico), reuniões, orientação social, organização e sistematização de informação e documentação, monitoramento de convênios, relação Inter profissional; desenvolver, implantar, monitorar, avaliar projetos e programas sociais, atuando nas esferas pública e privada; orientar e monitorar ações em desenvolvimento relacionados à economia doméstica, nas áreas de habitação,vestuário e têxteis, desenvolvimento humano, economia familiar, educação do consumidor, alimentação e saúde; desempenhar tarefas administrativas e articular recursos financeiros disponívei; executar outras tarefas correlatas.

Já o Orientador Social desempenhará as seguintes atribuições: recepção e oferta de informações às famílias usuárias do Cras e do Creas; mediação dos processos grupais, próprios do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, ofertados no Cras (Ação Jovem, Grupos de Convivências das Crianças, Adolescentes e Idosos); mediação nos processos grupais nas oficinas ofertadas pelo Creas; participação de reuniões sistemáticas de planejamento de atividades e avaliação do processo de trabalho com a equipe de referência do Cras e do Creas; participação das atividades de capacitação (ou formação continuada) da equipe de referência do Cras e do Creas.