Concurso SEE SP: órgão quer contratar 38 mil servidores

Concurso SEE SP (Secretaria da Educação de São Paulo)deve abrir oportunidades para Professores (nível superior) e Agente de Organização Escolar (nível médio).

O concurso SEE SP (Secretaria Estadual da Educação de São Paulo) foi autorizado em agosto de 2018 com 15 mil vagas para Professor da Educação BásicaII (PEB II). O objetivo era repor os docentes que foram contratados por tempo determinado. Agora, o órgão quer abrir até 38 mil vagas imediatas.

“Há pedido da Seduc-SP em andamento para autorização de contratação de 8 mil Agentes de Organização Escolar. Ainda para o ano letivo de 2022 devem ser contratados entre 20 e 30 mil professores”, informou a pasta.

No entanto, não foi definido se todas as oportunidades serão para efetivos. Sendo assim, o quantitativo pode ser preenchido pela renovação de contratos temporários ou realização de seletivo.

Situação atual do concurso SEE SP

A expectativa inicial era para o lançamento de edital com 15 mil vagas efetivas para PEB II. No entanto, o despacho de autorização do concurso SEE SP já perdeu a validade, vencendo em agosto de 2019. Veja o documento:

Autorização do governo do estado

Agora, a Secretaria solicitou a abertura de 8 mil vagas para Agentes e até 30 mil para docentes. Para que o edital seja lançado, é necessário que nova autorização seja assinada pelo governador João Dória. Apesar do alto número de oportunidades pedidas, não se sabe quantas serão efetivas. Além de provável realização de concurso SEE, a pasta também quer renovar a contratação de 20.014 servidores temporários.

Caso a medida seja aprovada, 18.662 professores e 1.352 Agentes de Organização Escolar devem ter seus contratos prorrogados até o final de 2022. Essa extensão contratual pode ser considerada como preenchimento de parte das 38 mil vagas.

Concurso SEE SP: cargos, remunerações e requisitos

O cargo de Professor de estado de São Paulo conta com carga horária de 40 horas semanais. Na época da autorização do concurso SEE SP a remuneração prevista era de R$ 2.585,00. Entretanto, esse valor pode ser alterado por causa das atualizações salariais e só será confirmado em edital.

Para participar do próximo certame, os candidatos interessados na carreira de docente precisam ter a devida formação em nível superior de licenciatura na área em que pretenda trabalhar.

Já Agente de Organização Escolar exige nível médio completo. A carga horária prevista para esse cargo também é de 40 horas semanais de trabalho. De acordo com o concurso SEE SP para esta função realizado em 2018, a remuneração está em torno de R$ 1.142,64, valor que também deve sofrer alteração.

Último concurso SEE PB

No último edital para Professores, organizado pela FGV em 2013, foram abertas 59 mil vagas e 322 mil pessoas se inscreveram. Essas vagas todas seriam distribuídas para as 91 Diretorias de Ensino da Secretaria da Educação. 

Foi necessário pagar uma taxa de apenas R$ 29,00 para se inscrever na seleção. Os contratados contaram com vencimentos de R$ 677,35 para 9h de aula semanais e R$ 1.354,70 para 19h de aulas. As seguintes áreas de ensino foram abertas:

  • Arte;
  • Biologia;
  • Ciências Físicas e Biológicas;
  • Educação Física;
  • Física;
  • Filosofia;
  • Geografia;
  • História;
  • Língua Espanhola;
  • Língua Inglesa;
  • Língua Portuguesa;
  • Matemática;
  • Química;
  • Sociologia; e
  • Educação Especial – Deficiências Auditiva, Física, Intelectual, Visual e Transtornos Globais do Desenvolvimento.

Já o concurso SEE SP anterior para Agente de Organização Escolar aconteceu em 2018 e ofereceu 1.495 vagas, das quais 89 eram para pessoa com deficiência. O vencimento era de R$ 1.142,64 para 40h semanais de trabalho e os candidatos precisaram arcar com taxa de inscrição de R$ 32,00.

Etapas do concurso SEE SP

Se o novo edital seguir o modelo dos anteriores, provavelmente o concurso SEE SP contará com os seguintes tipos de prova:

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova dissertativa, de caráter eliminatório e classificatório (para nível superior);
  • Avaliação de Títulos, de caráter apenas classificatório (para nível superior).

O edital do magistério paulista deve ter ainda uma fase chamada de curso de formação específica. Ela é parte do período de estágio probatório e ficará sob a responsabilidade da Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores do Estado de São Paulo.

O que estudar para as provas do concurso SEE SP

Normalmente, o edita do concurso SEE SP não traz aquela tradicional lista de conteúdos programáticos com a qual muitos estão acostumados a estudar. Para aquele certame autorizado em 2018, o estado de São Paulo divulgou resolução com uma relação de todos os "perfis, competências e habilidades requeridos dos Profissionais da Educação da rede estadual de ensino".

O documento, que tinha 131 páginas em PDF, trazia também todos os "referenciais bibliográficos e de legislação" que deveriam embasar os estudos. Para ter acesso à resolução e saber quais os materiais que precisará consultar se quiser ser aprovado, clique aquiÉ provável que para a próxima seleção de professores, esses conteúdos da resolução sejam abordados.

Já o último concurso SEE SP para Agentes de Organização Escolar cobrou as seguintes disciplinas para o cargo:

Língua Portuguesa

  • Interpretação de textos;
  • Sinônimos e Antônimos;
  • Sentido próprio e figurado das palavras;
  • Ortografia Oficial;
  • Acentuação Gráfica;
  • Crase;
  • Pontuação;
  • Substantivo e Adjetivo: flexão de gênero, número e grau;
  • Emprego de Verbos: regulares, irregulares e auxiliares;
  • Concordância: nominal e verbal;
  • Regência: nominal e verbal;
  • Conjugação de verbos;
  • Pronomes: uso e colocação - pronomes de tratamento.

Raciocínio Lógico e Matemática

  • Operação com números inteiros, fracionários e decimais;
  • Sistema de numeração decimal;
  • Equações de 1º e 2º graus;
  • Regra de três simples;
  • Razão e proporção;
  • Porcentagem;
  •  Juros simples;
  • Noções de estatística;
  • Medidas de comprimento, de superfície, de volume e capacidade e de massa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Resolução de situações: problema.

Conhecimentos de Informática

  • Conhecimentos sobre os princípios básicos de informática: sistema operacional, diretórios e arquivos;
  • Conhecimentos de aplicativos: processadores de textos (Word), planilhas (Excel);
  • Navegação Internet: pesquisa WEB, sites;
  • Uso de correio eletrônico: caixa postal, mensagens (ler, apagar, escrever, anexar arquivos e extração de cópias).

Conhecimentos Específicos

  • Constituição do Estado de São Paulo - Título I - Dos Fundamentos do Estado - Artigos 1º, 2º, 3º e 4º  / Título II - Da Organização e Poderes - Capítulo I Disposições Preliminares - Artigos 5º, 6º, 7º e 8º. Capítulo III - Do Poder Executivo - Seção I - Artigos 37, 38, 39, 40, 41, 42, 43, 44, 45, 46. – Seção II – Artigo 47 – Seção III – Artigo 48, 49, 50 - Seção IV - Artigos 51, 52 e 53 / Título III – Da Organização do Estado - Capítulo I - Da Administração Pública – Seção I – Artigos 111, 112, 113, 114 e 115 - Caput e Incisos I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX, X, XVIII, XIX, XXIV, XXVI, XXVII - Capítulo II - Dos Servidores Públicos do Estado Seção I – Dos Servidores Públicos Civis - Artigo 124 - Caput, Artigos 125, 126, 127, 128, 129, 130, 131, 132, 133, 134, 135, 136, 137 / Título VII - Capítulo III – Seção I Da Educação – Artigos 237, 238, 239, 240, 241, 242, 243, 244, 245, 246, 247, 248, 249, 251, 252, 253, 254, 255, 256, 257 e 258. Capítulo VII – Da Proteção Especial – Seção I – Da Família, da Criança, do Adolescente, do Idoso e dos Portadores de Deficiência – Artigos 277, 278, 279, 280, 281 / Título VIII – Disposições Constitucionais Gerais – Artigo 284, 285, 286, 287, 288, 289, 290, 291;
  • Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado - Lei Nº 10.261, de 28-10-68;
  • Lei Complementar nº 1144/2011 - Plano de Cargos, Vencimentos e Salários para os integrantes do Quadro de Apoio Escolar da Secretaria da Educação;
  • Ética e sociedade: SÃO PAULO (Estado). Constituição Estadual. (Título III - Capítulo I e II; Título VIII);
  • Postura e ética profissional: CORTELLA, Mario Sérgio. Qual é a tua Obra? Inquietações Propositivas sobre Gestão, Liderança e Ética. Petrópolis/RJ: Vozes, 2011;
  • Ética na administração pública: SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 60.428, de 8-5-14. Aprova o Código de Ética da Administração Pública Estadual e dá nova redação a dispositivos do Decreto nº 57.500, de 8-11-11;
  • Procedimentos éticos a serem observados em ambientes públicos: SÃO PAULO (Estado). Decreto nº 60.428, de 8-5-14. Aprova o Código de Ética da Administração Pública Estadual e dá nova redação a dispositivos do Decreto nº 57.500, de 8-11-11;
  • Desvios de conduta: SÃO PAULO (Estado). Lei nº 10.261, de 28-10-68. Dispõe sobre o Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Estado. (Artigos 239 e seguintes, com as alterações da Lei Complementar nº 942, de 6-6-03);
  • Eficácia no Atendimento presencial e à distância: SÃO PAULO (Estado). Gestão do Atendimento, In: PDG Educação: A Gestão da Secretaria de Escola. São Paulo: Secretaria da Educação/FUNDAP, 2011.

Compartilhe

Concursos por E-mail
Assine nosso boletim para receber Concursos São Paulo diretamente no seu e-mail
Concursos RelacionadosVagas
Banco do Brasil4.480
SEST SENAT
Todos os níveis de escolaridade
41
Câmara de Campos do Jordão
Todos os níveis de escolaridade
9
Câmara de Santa Cruz da ConceiçãoVárias
CIS de Itu2
CISMETRO
Todos os níveis de escolaridade
Várias
Prefeitura de Aspásia
Todos os níveis de escolaridade
8
Prefeitura de Assis14
Prefeitura de Bauru
Todos os níveis de escolaridade
3
Prefeitura de Bauru215
Veja todos » Concursos Abertos

Especial Concurso BB

Veja mais »