Prefeitura de Pilar do Sul (SP) realiza processo seletivo para Médico

Em São Paulo, a Prefeitura de Pilar do Sul abre seletivo com uma vaga para Médico Ginecologista. Vencimento é de R$ 4.020,69.

A Prefeitura de Pilar do Sul, no Estado de São Paulo, divulgou o edital n° 01/2018 estabelecendo normas para a realização de processo seletivo simplificado, visando a contratação temporária de profissional de nível superior, da área da saúde.

Vaga

A oportunidade é para a função de Médico Ginecologista (01 vaga).

O contratado deverá cumprir jornada de trabalho referente a 20 horas semanais e fará jus à vencimento de R$ R$ 4.020,69.

Atribuições

Realizar exames ginecológicos que incluem exames de mamas e exame especular, diagnosticando anomalias e infecções existentes, medicando e/ou encaminhando para novos exames. Realizar a coleta de material preventivo do câncer (coleta de citologia oncótica). Executar cauterizações de colo de útero com criocautério. Realizar o planejamento familiar, através de palestras e explanações a respeito dos métodos existentes na unidade de saúde e fornecendo o material quando solicitado. Realizar investigações de esterilidade conjugal através de exames. Participar de equipe multiprofissional, elaborando ou adequando programas, normas e rotinas, visando a sistematização e melhoria da qualidade das ações de saúde prestadas. Desempenhar outras atividades correlatas. Obedecer ao código de ética médica.

Inscrição

Os interessados poderão se inscrever até o dia 14 de novembro de 2018, via Internet, no endereço: www.integribrasil.com.br.

Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 30,00.

Seleção

Os inscritos serão submetidos à realização de Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, composta por questões de múltipla escolha; e Avaliação de Títulos.

A aplicação da Prova Objetiva está prevista para o dia 16 de dezembro de 2018 com locais e horários a serem comunicados posteriormente por meio de Edital específico.

Poderão participar da pontuação de títulos apenas os candidatos que forem habilitados na Prova Objetiva, que tiverem obtido no mínimo 40 pontos e forem possuidores de títulos, além da formação básica exigida. Serão pontuados títulos de pós-graduação, mestrado e doutorado.

Ressalta-se que a avaliação de títulos é facultativa, não sendo, portanto, obrigatória a entrega dos documentos relativos a títulos.

Validade 

O processo seletivo em questão terá validade de um ano, contado da data de sua homologação.

Informações adicionais

Mais informações poderão ser obtidas por meio do edital, o qual se encontra disponível para ser acessado na página da organizadora do processo seletivo: Integri Brasil.

Conteúdo Programático

  • Conhecimentos Específicos

Anatomia e embriologia; planejamento familiar; dor pélvica e dismenorréia; doenças sexualmente transmissíveis e infecções geniturinárias; gravidez ectópica; doenças benignas do trato reprodutivo; cirurgias para patologias benignas e malignas do trato genital inferior; Incontinência urinária de esforço, uretrocele, cistocele e distopias do útero; doença inflamatória pélvica; endocrinologia ginecológica (amenorréia, anovulação, hirsutismo, hemorragia uterina disfuncional, desenvolvimento sexual, puberdade e climatério); infertilidade; endoscopia ginecológica; endometriose; câncer de colo uterino; propedêutica do colo uterino; câncer de ovário; câncer de vulva; doença trofoblástica gestacional; doenças benignas e malignas da mama; ginecologia infanto-puberal.

  • Legislação

BRASIL, Constituição Federal de 1988 – Título VIII, Capítulo II, Seção II, Artigos de 196 a 200, Da Saúde.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.080 de 19/09/1990. Diário Oficial da União. Brasília, 20/09/1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Lei nº 8.142 de 28/12/1990. Diário Oficial da União. Brasília, 29/12/1990.

Compartilhe