Max Weber

Max Weber foi um dos fundadores da sociologia, atuou como economista e jurista alemão. Ele escreveu a obra “A Ética Protestante e o Espírito Capitalista”.

Max Weber (1864 – 1920) foi um notório economista, jurista, político alemão, defensor do capitalismo e um dos fundadores da sociologia. Ficou conhecido pela “Teoria dos Tipos Ideais”, e escreveu grandes obras como “Economia e Sociedade” e “A Ética Protestante e o Espírito Capitalista”.

Maximilian Carl Emil Weber ou apenas Max Weber nasceu no dia 21 de abril de 1864, em Erfut, Turíngia, na Alemanha. Era filho de Helena Fallenstein e de um político do Partido Liberal Nacional.

Desde pequeno, escrevia ensaios sobre a história alemã, provando sua intelectualidade nata. Estudou Direito e fez doutorado em Economia, além de escrever obras sobre sociologia. Lecionou para universidades da Alemanha, aos 29 anos e casou-se com Marianne Schnitger.

Em 1894, Weber exerceu, na Universidade de Freiburg, a cátedra de economia. Dois anos depois, aceitou a cátedra em Heidelberg.

Em 1899, foi internado por causa de uma depressão, mas permaneceu pouco tempo. Em seguida, foi um dos diretores de uma publicação importante sobre ciências sociais da Alemanha, ao lado de Sombart.

Principais teorias de Max Weber

Max Weber criou a “Teoria dos Tipos Ideais” no qual enfatizava sobre o conceito da ação social como objeto de estudo da sociologia. Weber acreditava que era possível analisar tal situação se houvesse um tipo ideal. Esse tipo ideal seria a construção mental de uma realidade como forma de estudar seus aspectos.

Assim sendo, Max Weber foi um grande estudioso em relação às mudanças sociais com base em estudos empíricos, porém, isso não o impediu de criticar Karl Marx e Émile Durkheim, uma vez que para Marx e Durkheim as ciências sociais, físicas e naturais faziam parte da mesma metodologia.

Dessa forma, Max Weber publicou “A Ética e o Espírito do Capitalismo” a fim de aplicar o seu método. Todos os seus estudos sobre os tipos ideais de burguesia e assuntos relacionados às seitas calvinistas ajudaram a mostrar como a Reforma Protestante teve papel fundamental, em alguns países ocidentais, na criação de uma cultura social que favoreceu a economia capitalista.

Todas as suas ideias sobre a estrutura social, e sua importância dada a elementos culturais e pensamento coletivo para a evolução histórica estão presentes no livro “Economia e Sociedade”, considerada uma obra-prima.

Vida política

No meio político, Weber fundou o Partido Democrata Alemão e fez críticas quanto aos objetivos expansionistas durante a Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918).

Foi capitão responsável por administrar alguns hospitais em Heidelberg durante a guerra e membro no comitê durante a Conferência da Paz em Paris (1918), no qual colaborou com a Constituição Republicana de Weimar (1919).

Weber também foi defensor do parlamentarismo ao escrever “Parlamento e Governo em uma Alemanha Reorganizada” (1918).

Principais frases de Max Weber

  • “A sociologia é compreensiva”;
  • “Há duas formas de exercer política. Pode-se viver ‘para’ a política ou pode-se viver ‘da’ política”.


Devido a uma pneumonia aguda, Max Weber faleceu dia 14 de junho de 1920, em Munique, Alemanha.

Por Vania Ferreira