Paul Singer

Conheça a biografia de Paul Singer, um dos responsáveis pelo conceito de economia solidária no Brasil e fundador do PT.

Paul Singer atuou como economista e também esteve presente na fundação do PT - Partido dos Trabalhadores. Ele foi responsável pelo início do conceito de economia solidária no Brasil, sendo essa uma forma de fazer com que as atividades econômicas estivessem baseadas na cooperação e autogestão.

Foi no ano de 1980 que Paul Singer entrou para o grupo de fundadores do PT. Dentro desse partido Singer ficou responsável pela formulação de um programa de desenvolvimento que tinha como base o fortalecimento do mercado interno a partir da distribuição de renda.

Além de participar do meio político, Paul Singer desenvolveu diversos trabalhos acadêmicos, desde a produção de livros didáticos até a realização de pesquisa econômica.

Leia os tópicos a seguir para saber mais sobre a vida pessoal e profissional de Paul Singer.

A vida de Paul Singer

No dia 24 de março de 1932, em Viena, Áustria, nasceu Paul Israel Singer. A família de Singer era de origem judaica e tinha como fonte de sustento um pequeno comércio localizado em Erlaa, um subúrbio operário do País.

O seu pai se chamava Artur, ele faleceu quando Paul Singer tinha apenas dois anos de idade.

Singer era filho único, com a morte do seu pai e também com a perseguição aos judeus que iniciou na Áustria a partir do momento em que ela foi anexada à Alemanha, sua mãe precisou fugir.

Em 1940, aos oito anos de idade chegou ao Brasil Paul Singer e sua mãe. Eles passaram a morar no Estado de São Paulo na residência de seus familiares.

Os primeiros anos no Brasil foram bastante difíceis para eles. Na época a mãe de Singer trabalhava como costureira e ganhava pouco.

Diante das dificuldades enfrentadas, Paul Singer ainda jovem começou a trabalhar.

Ele se formou na Escola Técnica Getúlio Vargas de São Paulo no curso de eletrotécnica no ensino médio.

A profissão somente foi exercida entre os anos de 1952 e 1956. Nessa época, ele se filiou ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, onde participou do movimento sindical.

Paul Singer liderou a greve dos 300 mil trabalhadores, que causou a paralisação da indústria paulistana por mais de um mês, no ano de 1953.

Ele conseguiu a sua cidadania brasileira somente no ano de 1954.

Singer estudou na Universidade de São Paulo o curso de economia. Ainda nesse período também desenvolveu algumas atividade políticas.

Profissões e atividades exercidas por Paul Singer

No ano de 1960, Paul Singer iniciou seus trabalhos como docente na USP, atuando no cargo de professor assistente.

Ele também trabalhou como professor-titular na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade.

Entre os anos 1966 e 1967, Singer foi aos Estados Unidos para estudar Demografia.

Em 1968, ele retornou as suas atividades como professor da USP.

Singer teve seus direitos políticos cassados pelo AI-5 e foi aposentado compulsoriamente, por causa dos trabalhos políticos.

Paul Singer participou da fundação do CEBRAP - Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, que acabou se constituindo em um importante núcleo de inteligência brasileira contra a ditadura militar.

Seu retorno a docência aconteceu em 1979, nesse ano ele trabalhou como professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

No ano de 1980, ele esteve presente como um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores.

Luiza Erundina em sua gestão na prefeitura de São Paulo, convidou Singer para assumir a Secretaria de Planejamento do município.

Ele ocupou esse posto durante todo o seu mandato, que acabou no ano de 1992.

Paul Singer teve como filho o cientista político André Singer, a jornalista Suzana Singer e a socióloga Helena Singer.

Singer faleceu em São Paulo neste ano de 2018 aos 86 anos.

Se gostou do artigo não deixe de compartilhar com os seus amigos nas redes sociais!

Por Aline Oliveira