Píndaro

Píndaro é considerado um dos mais importantes poetas líricos da Grécia e com sua poesia exaltou o heroísmo dos vencedores dos jogos olímpicos.

Píndaro nasceu em 518 a.C., na cidade grega de Cinoscéfalos (Tessália), próxima à Tebas. Era de família nobre, estudou em Atenas, onde se tornou um grande poeta lírico.

Suas primeiras obras foram escritas nessa época provavelmente. Grande parte de sua obra se perdeu ao longo do tempo, porém, de todos os poetas gregos, a obra de Píndaro foi a que mais resistiu à passagem do tempo.

Restaram apenas quatro coleções de “Epinícios” ou “Odes Triunfais”, que estão relacionados aos nomes dos jogos que os gregos celebravam: Olímpicas, Neméias, Ístmicas e Píticas.

Contudo, apesar de ter escrito diversas formas de poesia lírica, Píndaro se tornou famoso por causa das odes que compôs.

Píndaro viveu no final do período arcaico, quando ocorreram as Guerras Médicas entre gregos e persas. Contrário ao domínio persa, defendia um renascimento da cultura grega.

Píndaro faleceu em 440 a.C., na cidade de Argos, na Grécia. Sua última poesia foi escrita em 446 a.C.

Obras de Píndaro

A obra de Píndaro está estruturada em dezessete livros com predomínio de Odes Triunfais ou Epinícios, feitos em homenagem aos vencedores dos jogos olímpicos.

Sua poesia tinha a missão de tornar os atletas vencedores imortais.

Seu legado ficou preservado nos trabalhos de diversos autores que foram influenciados por ele como: Ronsard, Malherbe, Abraham Cowley e os adequos do Classicismo, como o espanhol Juan Meléndez Valdés e o alemão Hölderlin.

Nos poemas de Píndaro é comum a presença de uma linguagem elíptica elaborada. Na linguagem elíptica, alguns termos são omitidos, mas eles podem ser subentendidos no texto.

Para época em que Píndaro escrevia, isso era algo moderno, por isso sua poesia trazia novas formas de escrita para a literatura grega.

Ele colocava em sua poesia, a forma como a aristocracia grega via a sociedade, porque a classe social da qual fazia parte.

Foram diversos temas tratados por ele em seus textos: mitologia grega com seus deuses e mitos, jogos olímpicos com ênfase nos vitoriosos e o heroísmo dos atletas participantes.

Sua poesia tinha ritmo leve, alegre e reluzente. Havia grande empolgação e entusiamo ao retratar as disputas e principalmente as conquistas olímpicas.

Havia uma estrutura métrica muito particular, como no poema a seguir:

A glória só tem pleno valor
quando é inata. Quem só tem
o que aprendeu é um homem
[obscuro e indeciso,
jamais caminha com
[passo firme.
Apenas esquadrinha
com imaturo espírito
mil coisas altas.

Píndaro via o poeta como educador na sociedade grega. Por isso muitos poemas traziam diversos ensinamentos ao povo.

Entre as obas de píndaro podemos destacar:

  • Odes píticas
  • Odes olímpicas
  • Odes neméias
  • Odes ístimicas

Há diversas frases relacionadas à Píndaro. Veja algumas delas:

  • "Em muitas situações, o silêncio é o que há de mais inteligente para uma pessoa ouvir”.
  • “Não busque a imortalidade na vida; mas esgote todas as possibilidades que estão ao seu alcance”.
  • “O homem é o sonho de uma sombra”.

Além de poeta, Pístaro era músico e tocava flauta.

Por Simone Oliveira