Retículo Endoplasmático Liso e Rugoso

Retículo endoplasmático é definido como um conjunto de membranas complexas presente dentro das células de seres classificados como eucariontes (células complexas que apresentam núcleo).

O corpo humano possui em sua composição membranas que possuem diversas funções e colaboram para o perfeito funcionamento do organismo, dentre essas importantes membranas estão o retículo endoplasmático.

O retículo endoplasmático é um conjunto de membranas que pode ser encontrado em seres que possuem células complexas (com núcleo celular). Essas membranas são extremamente importantes, pois elas são as responsáveis pelo transporte e síntese de diversas substâncias.

Tipos de Retículo endoplasmático

O retículo endoplasmático está dividido em liso e rugoso, em que cada um possui estrutura e funções distintas. Além disso, eles podem sofrer alteração em sua nomenclatura onde algumas pessoas denominam o liso como agranular e o rugoso como granular.

- Rugoso ou granular

O retículo endoplasmático rugoso é uma membrana que possui muitos ribossomos aderidos em sua estrutura, por conta disso é que ele possui um aspecto um pouco enrugado e recebe esse nome.

Os ribossomos são estruturas onde ocorre a produção de proteínas. A proteína produzida pelos ribossomos é envolvida pelo retículo endoplasmático rugoso e assim são formados uma espécie de pacote onde ocorre o armazenamento da proteína e o seu envio para o complexo de golgi. Após enviada para o complexo de golgi, as proteínas passam a ser enviadas para todos os locais onde necessitam dessa substância, dentro ou até mesmo fora das células.

- Liso ou agranular

Diferente do rugoso, como o seu próprio nome indica, o retículo endoplasmático liso não possui ribossomos em sua estrutura e por este motivo apresenta um aspecto liso, sem granulações. Neles ocorrem a síntese de ácidos graxos, fosfolipídios e esteroides.

Essa membrana possui inúmeras enzimas responsáveis por combater substâncias tóxicas e promover a desintoxicação do organismo, sendo assim uma membrana facilmente encontrada nas células do fígado, que é o órgão que promove a desintoxicação do organismo. Além do fígado, elas também são encontradas nos músculos, tendo a função de servir como um reservatório para íons cálcio, que garante que nossos músculos possam se contrair.

Relação entre o liso e rugoso

Embora sejam estruturas diferentes, os dois tipos de retículo endoplasmático possuem uma forte relação, pois eles se complementam e se relacionam. Esse complemento e relação entre eles ocorre pelo fato das duas membranas se comunicarem e por apresentar funções de transporte e síntese de substâncias.

Relação das substâncias tóxicas com o retículo endoplasmático liso

Quando utilizamos de forma constante medicamentos, drogas ilícitas ou bebidas alcoólicas, o retículo endoplasmático liso começa a se desenvolver muito mais para que possa tentar expulsar tais substâncias que estão entrando em nosso corpo, pois como foi dito anteriormente, ele atua no processo de desintoxicação.

Com o aumento dessas membranas e suas enzimas, assim também como a sua atuação na desintoxicação do corpo, é necessário que cada vez mais sejam consumidas doses maiores dessas substâncias para que elas possam fazer efeito.

Funções do retículo endoplasmático liso e rugoso

- Atuam na produção de lipídios;

- Auxiliam no processo de desintoxicação do organismo;

- Armazenam e produzem substâncias;

- Atuam no processo de transporte de substâncias para as células.

Por Tatiele Silva Moreira