Ações e Debêntures

Você em algum momento já deve ter ouvido falar em debêntures e ações. Porém, pode ser que não saiba exatamente a diferença entre um e outro investimento.

Você sabe qual é a diferença entre debêntures e ações?

Tanto as debentures quanto as ações são considerados um tipo de investimento.

De todo modo, antes de partir para este tipo de investimento é necessário ter algumas noções básicas, para então, realmente decidir qual é o mais vantajoso e lucrativo.

Debêntures – O que são

As debêntures são um investimento de renda fixa. É um tipo de investimento com baixo risco e um dos mais seguros ao compararmos com às ações de bolsas de valores.

É um empréstimo realizado para uma empresa que não deseja obter crédito junto a uma instituição de crédito imobiliário ou instituição financeira.

Aquele que for o portador de uma debênture tem um crédito com a empresa que a emitiu.

Desta forma, quando uma pessoa se torna portador de uma debênture, há o recebimento de uma renda fixa segura e com uma grande margem de lucro.

Existem dois tipos de títulos:

As conversíveis são as debêntures que podem ser convertidas em ações da empresa que emitiu o título, seja em um determinado prazo estabelecido ou no final do período.

As simples são as debêntures que não podem ser convertidas em ações.

Ações – O que são

As ações nada mais são que uma "fatia" pequena de uma determinada empresa. Aquele que comprar ações, será um tipo de "sócio" da empresa emissora do título.

Desta forma, o investidor, no caso o comprador, também correrá os riscos inerentes ao empreendimento. Ele pode obter lucro, se houver a valorização, ou prejuízo, se houver a depreciação.

Se você pretende investir em ações, necessita estar muito atento, pois trata-se de um investimento de renda variável, ou seja, de alto risco.

O investimento mais vantajoso – Debêntures ou Ações

Para a empresa

Se você tem uma empresa, pode estar querendo saber qual o investimento mais vantajoso, porém não há uma resposta exata. Portanto, depende da situação do empreendimento.

As debêntures são muito utilizadas pelas empresas que não pretendem dividir a diretoria com qualquer novo sócio.

Com isso, a empresa somente realiza o pagamento dos juros sobre o capital investido ao portador das debêntures.

Porém, se a empresa não pretende gastar com o pagamento de juros, pode optar por lançar ações no mercado.

A questão é que deverá dividir os lucros, se houver.

Para o investidor

Não há como saber qual o melhor investimento. O primeiro questionamento que um futuro investidor deve ter em mente é: Quero correr risco com o valor investido?

Se a resposta for positiva, então deve investir em ações. Apesar de ser um risco, o investidor pode obter altos ganhos, no caso de haver uma valorização.

Agora, se não quer correr risco, o investidor deve optar por ser um portador de debêntures. Com isso, ele estará optando pelo  pagamento de juros fixos e com isso saberá de forma exata o que irá receber ao final do período determinado.

Por Janaina Silva