Fundos de investimento

Fundo de investimento é uma forma de aplicação financeira formada pela união de vários investidores, que se juntam para realizar um investimento financeiro.

Quando pensamos em investimento, logo, vem uma série de números e palavras que perdem o sentido na maioria das cabeças. Para quem está iniciando em investimentos, o ideal é saber que o fundo de investimento é uma excelente alternativa de poupar dinheiro e ainda valorizá-lo.

Tipos de fundos de investimento

A melhor opção para o iniciante, óbvio, é conhecer como funcionam e para que servem os fundos de investimentos. Assim, o investidor (pequeno, médio ou grande) poderá empreender nesse segmento, que pode ser muito mais rentável do que outros tipos de investimentos mais populares, como a poupança.

O fundo de investimento reúne um fundo comum de diferentes recursos e títulos, como os da dívida pública, privada e de propriedade.

Existem dois tipos de fundos:

  • FIF que é o Fundo de investimento Financeiro, que são aplicados sobre fundos diversos.
  • FAC que é os Fundos de Aplicação em Cotas, cujos bens estão aplicados em fundos FIF.

Como são Administrados esses fundos

Existem algumas maneiras de administrar estes fundos e por isso foi criado um padrão as instituições financeiras. A agência que regula as instituições financeiras leva em conta na sua avaliando os riscos e retorno de cada um dos diferentes tipos de fundos, bem como suas características.

Fundos referenciados

São fundos que se diferenciam pelos indicadores. Fundos deste tipo podem ser em dólar e outros fundos cambiais ou em DI. No caso de fundo de referencia DI, este está atrelado à renda fixa e acompanha as oscilações do CDI.

Fundos de Ações

São fundos com ativo principal em renda variável, como bônus, recibos, ações e certificados de ações.

Fundo de renda fixa

Estes fundos têm como estratégia de investimento de 80% em aplicações de renda fixa, como os titulo do tesouro, CDB, entre outros.

Fundos cambiais

Esse fundo indicado para quem tem contratos em moedas estrangeira. É necessário sempre estar preparado para as mudanças cambiais (cotações de dólar e do euro, por exemplo). 

Multimercado

É um fundo de investimento mais complexo e com maior risco. Trata-se de um fundo sem muitas restrições, muito versátil quanto ativos e derivados. Eles podem ser indexado aos fundos do IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado).

Conclusão

Se for investir, portanto, obtenha todas as informações de que precisa, tire todas as duvidas. Saiba aonde quer chegar com seu investimento, que lucro pretende atingir neste investimento.

Por Alana Jessika