Badminton

O curioso esporte parecido com o tênis, mas que, ao invés de uma bola, tem uma peteca. Este é o Badminton.

Badminton é um esporte que tem origem indiana e é chamado por eles de poona. Ele foi levado para a Inglaterra por militares ainda no século 19, onde sua versão oficial foi realizada no ano de 1873 pelo duque inglês Beufort.

Algumas pessoas acreditam que este esporte é o segundo mais praticado do mundo, onde a peteca, ao ser rebatida ganha extrema velocidade chegando aos incríveis 350/h.

Os fundamentos do Badminton

O esporte é praticado em duplas, onde cada jogador possui uma raquete para rebater a peteca com o objetivo que ela caia no chão do adversário, mas para tanto, ela deve passar por cima da rede. Assim, caso o movimento seja completo, um ponto é contabilizado.

Quando a peteca cai fora da linha da quadra, o ponto é contabilizado para a dupla adversária.

A partida só se inicia a partir do cara ou coroa, ou até mesmo, uma disputa com a própria peteca. O jogador que começa a disputa pode escolher em que lado da quadra deseja jogar.

Regra muito importante, sempre que o placar do jogo for par, o jogador deve ficar do seu lado direito da quadra, e sempre que for ímpar, do lado esquerdo, o posicionamento deve ser realizado sempre na diagonal.

Os tempos do jogo e espaço

O jogo está dividido em três tempos de 15 pontos e ganha a dupla que vencer dois tempos. Alguns jogos individuais dentro do esporte feminino contabilizam três tempos de 11 pontos.

A quadra do jogo possui 6,1 metros de largura por 19,8 metros de comprimento, e o que faz a divisão da quadra é a rede que está posiciona a 1,55 metros do solo.

A peteca é um instrumento muito leve, e geralmente só possui 16 penas de ganso.

Golpes do jogo

O Badminton possui uma série de golpes, e cada um deles leva um nome distinto, vamos acompanhar cada um deles:

Drop Shot: batida curta da peteca que cai junto à rede.

Lop: batida forte que encobre o jogador adversário.

Drive: batida rápida no chão.

Smash: um tipo de cortada, como acontece em um jogo de vôlei.

Faltas do jogo

Existe um sistema de faltas que também é muito parecido com as faltas do vôlei como por exemplo, se as roupas dos jogadores encostarem na rede, ou se a peteca acertar a roupa do jogador, quando a peteca cai fora das linhas ou se ocorre a invasão da equipe adversária, se haja erro no rebatimento da peteca.

A organização de torneios nacionais e internacionais.

A Federação Internacional de Badminton promove de tempo em tempo as competições internacionais do esporte.

No Brasil, quem organiza os torneios é a Confederação Brasileira de Badminton.

Por MAYARA VICENTE