Cinesiologia e Cinesioterapia

Cinesiologia e Cinesioterapia são duas áreas que caminham juntas, sendo a segundo dependente da primeira.

Você já ouviu falar de Cinesiologia e Cinesioterapia? O fisioterapeuta que entende dessas duas áreas acaba por se tornar um profissional muito mais preparado, assim como qualquer profissional que trabalhe com movimento do corpo.

A Cinesiologia e a Cinesioterapia visam não apenas compreender o movimento, mas sim entendê-lo de forma completa na tentativa de entender por que uma lesão tenha ocorrido, por exemplo.

Cinesiologia

A Cinesiologia é o estudo do movimento de forma completa. Ela visa compreender todos os tecidos do corpo humano, bem como a ligação entre eles e os movimentos específicos que produzem.

Em um exemplo, a Cinesiologia serve para compreender quais são todos os músculos, ossos, ligamentos e demais tecidos do corpo responsáveis por cada um dos movimentos.

Uma pessoa que estuda a Cinesiologia precisa compreender de forma plena:

  • Anatomia;
  • Fisiologia;
  • Biomecânica;
  • Química;
  • Física.

A criação da Cinesiologia foi necessária uma vez que apenas descrever um movimento não era mais o suficiente para o entendimento de lesões.

Dessa forma é possível entender como determinado movimento é realizado, quais tecidos são necessários para esse movimento e dessa forma identificar o motivo por qual determinada lesão foi causado e qual seria o melhor tratamento.

E é nessa hora que a Cinesioterapia entre em ação.

Cinesioterapia

Cinesiologia significa ‘estudo do movimento’ enquanto que Cinesioterapia significa ‘terapia do movimento’.

Em outras palavras, a Cinesioterapia faz parte da Cinesiologia, atuando como tratamento para traumas e lesões decorrentes de movimentos.

Ela consiste em movimentos ativos e passivos para fins terapêuticos:

  • Os movimentos ativos são aqueles realizados pelo próprio paciente;
  • Já os movimentos passivos são aqueles realizados com a ajuda, ou totalmente pelo profissional.

Embora seja em grande parte das vezes utilizada para corrigir traumas e lesões, a Cinesioterapia também é utilizada como forma de reconhecer algum problema postural e assim corrigir o mesmo.

Algumas das utilizações da Cinesioterapia são:

  • Exercícios para fortalecimento respiratório;
  • Alongamentos;
  • Equilíbrio do corpo;
  • Reeducação corporal e postural;
  • Melhora da coordenação motora.

Um exemplo

Por exemplo, no caso de uma paciente com limitação de movimento em um dos braços devido a uma cirurgia no ombro.

No primeiro momento será feito o diagnostico de quais grupos musculares e demais tecidos do corpo que foram afetados.

Com esse diagnóstico é realizado um estudo por meio da Cinesiologia para ver quais exercícios e movimentos, ativos e passivos, serviriam para melhorar e solucionar aquele problema.

No início serão realizados movimentos simples para retomada de movimentos básicos.

O grau de complexidade dos movimentos aumentará conforme a amplitude dos mesmos acontecerem. Até que não seja mais necessários movimentos passivos realizados pelo profissional.

Uma vez retomado a movimentação de forma plena ou o mais otimizada possível dentro das possibilidades de reabilitação, o paciente recebe alta.

Considerações finais

A Cinesioterapia pode ser vistas para muitos como fisioterapia e a confusão não é infundada, uma vez que as atividades são semelhantes.

Não é incomum um fisioterapeuta também ser formado em Cinesioterapia também.

Por Vagner Neubert