Exercícios anaeróbicos e exercícios aeróbicos, o que são?

Existem muitas diferenças entre os diferentes tipos de exercícios, tanto na prática deles, quanto para o nosso corpo.

Você sabe a diferença entre Exercícios anaeróbicos e Exercícios aeróbicos? Bom, primeiramente é importante saber que eles são os opostos quando se trata de exercício físico.

Ambos fazem bem para saúde e tudo vai depender do tipo de exercício que a pessoa mais curte fazer. Abaixo explicaremos como cada exercício funciona e o que os classifica dessa forma.

Exercícios aeróbicos

Os exercícios são classificados dessa forma quando são de leves a moderados e que exista respiração durante a prática dos mesmos.

Em outras palavras é o exercício que ocorre enquanto a oxigenação dos músculos são realizadas. Não é difícil encontrar exercícios ou esportes que correspondam aos exercícios aeróbicos.

Entre eles podemos citar:

  • Caminhada;
  • Corrida;
  • Natação;
  • Alpinismo;
  • Futebol;
  • Vôlei;
  • Escalada;
  • Basquete;
  • Varrer a casa;
  • Subir e descer escadas;
  • Maratona;
  • Atletismo (corridas de 400 metros ou superior).

Esses são apenas alguns exemplos. Note que em todos, você respira durante a prática do exercício e eles também são de longa duração, seja em distância ou em tempo.

Eles também são caracterizados pela não ‘explosão’ muscular, onde as energias da pessoa são gastas no decorrer da atividade e não tudo de uma vez.

Esses exercícios são muito bons para quem procura emagrecer e principalmente melhorar a sua capacidade cardiovascular, como a ‘força’ do seu coração ou a sua capacidade pulmonar.

A resistência da pessoa também melhora, sendo ela capaz de aguentar uma atividade física por mais tempo.

Exercícios anaeróbicos

Como você já pode imaginar, esse tipo de exercício é o oposto do outro. Ele é caracterizado pelas explosões musculares e são de curta duração. Normalmente a pessoa não respira durante essa prática também a menos que seja na pausa entre uma repetição e outra, como no caso da musculação.

Nesse exercício não ocorre a oxigenação dos muculos durante ele, sendo utilizado a energia e oxigênio já presente no músculo.

Quando a oxigenação ocorre nos músculos elas são feitas de forma não eficiente, não tendo como o músculo se ‘recuperar’ entre uma repetição e outra.

O ‘desgaste’ do músculo dessa forma é muito mais rápido, assim como o aumento do ácido lático no mesmo. Dessa forma o exercício não tem duração longa e a ‘ardência’ no músculo é uma característica.

Entre os exercícios anaeróbicos mais conhecidos podemos citar:

  • Musculação;
  • 100 metros rasos;
  • Levantamento de peso.

Esses exercícios também contribuem para o emagrecimento e para a melhora do sistema cardiovascular, mas normalmente eles estão mais ligados ao ganho de massa magra (hipertrofia), ou seja, o crescimento ou inchado dos músculos.

Em outras palavras você se vê ‘obrigado’ a parar o exercício pôr o seu músculo não ‘aguentar’ mais. Quando o exercício anaeróbico para é realizado a oxigenação dos músculos, bem como eles são nutridos de glicose e outros nutrientes e o nível do ácido latico presente diminui.

Considerações finais

Seja qual for o tipo de exercício físico que você pratique ou deseje praticar, aeróbico ou anaeróbico, o mais importante é realizar ele de forma correta.

Procure sempre um profissional capacitado para que você não tenha riscos de lesões.

Um médico para avaliar a sua saúde e se a prática que você deseja exercer não traz riscos para a sua saúde é recomendado também.

Gostou? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Por Vagner Neubert