Necessidades nutricionais no exercício físico e nutrição esportiva

Quem pratica exercícios físicos regularmente possuem necessidades nutricionais diferenciadas e devem ficar atentos à nutrição esportiva. Confira a seguir

As necessidades nutricionais variam de acordo com o perfil e os hábitos das pessoas. Logo, é preciso que cada um conheça as necessidades nutricionais para pratica de exercícios físicos e a importância da nutrição esportiva.

Essas necessidades incluem os nutrientes essenciais e variam de acordo com: a idade, o gênero, a estatura, o peso, os hábitos e também de acordo com a taxa metabólica dos indivíduos.

Existem valores pré-fixados sobre as necessidades nutricionais. E estes indicadores são publicados por agencias de renome, como é o caso do Ministério da Agricultura dos EUA.

Tais valores estabelecem médias de necessidades nutricionais, apesar de ser confiável este valor pode variar mesmo em pessoas com características semelhantes, pois as necessidades energéticas são extremamente pessoais.

Quem pratica exercícios físicos regularmente possuem necessidades nutricionais diferenciadas e devem ficar atentos à nutrição esportiva. Confira a seguir:

Necessidades nutricionais no exercício físico

As necessidades nutricionais no exercício físico são estabelecidas de acordo com os momentos do pré-treino, treino e pós-treino.

A Agência de Nutrição Esportiva do Colégio Americano de Medicina do Esporte fornece para este grupo recomendações nutricionais, sendo esse um dos principais referenciais sobre o tema.

De forma geral, é recomendada a ingestão de 6 a 10g por kg por dia de carboidratos, de 1,2 a 1,7g por kg por dia de proteína e 20 a 35 % das calorias ingeridas sejam provenientes de gorduras.

Em relação à hidratação do indivíduo no pré-treino, recomenda-se a ingestão de 5 a 7 ml por kg antes do inicio da atividade física, além da ingestão de carboidratos, de forma a garantir energia para a atividade.

É importante também que sejam evitados alimentos com baixos índices glicêmicos e altos níveis de gordura, principalmente porque estes retardam o processo de esvaziamento gástrico.

Nutrição esportiva

A nutrição esportiva deve ser levada em conta e cada vez mais se discute o assunto, isso porque a nutrição contribui de forma significativa para a saúde e para o alcance dos objetivos (ganho de massa, perda de peso, etc).

A nutrição esportiva mantém o balanço nitrogenado positivo e com o estimulo dos exercícios, contribui para o acumulo proteico.

Um dos grandes erros de quem não se atenta à nutrição esportiva é acreditar em uma dieta hiperproteica para o ganho de massa, só que na verdade o efeito é totalmente contrário.

Outro erro comum é acreditar nos suplementos como principal agente nos resultados e colocando a alimentação em segundo plano.

Para garantir a nutrição esportiva, recomenda-se:

Ingestão de alimentos proteicos diversos (carnes magras, ovos, leguminosas, sementes e frutos do mar);

Reduzir a ingestão de gorduras e evitar ao máximo as gorduras saturadas (dar preferência para as poli-insaturadas ou monoinsaturadas);

Eliminar ou limitar o consumo gorduras trans na dieta;

Consumo de vegetais, frutas e cereais;

Consultar um nutricionista para elaboração de um cardápio pessoal;

Ingerir líquidos de forma adequada.

Contudo, cabe lembrar a importância do assunto para quem deseja mudar os padrões e aumentar sua qualidade de vida. A pratica de atividade física aliada a uma alimentação de qualidade é fundamental tanto para a melhora da saúde, quanto para a mudança do padrão corporal.

Experimente valorizar a nutrição esportiva e coloque os suplementos em segundo plano!

Por Letícia de Alcântara Moreira