Globalização

O fenômeno da globalização é um tema extremamente relevante que tem relação com diversos fatos que afetam o nosso dia a dia. Esse artigo trata sobre a origem e as principais características do processo de globalização.

Origens do processo de globalização

O princípio globalização se dá no século XV ainda durante o período mercantilista, quando várias nações europeias se lançaram ao mar em busca de novas terras e riquezas, o que deu início as grandes navegações.

No século XVIII, houve aumento nos deslocamentos de pessoas, a fim de suprir demandas de força de trabalho especialmente entre as novas colônias europeias na África, Ásia e América. Desta forma, o povo europeu passou a entrar em contato com povos de outros continentes e a estabelecer relações comerciais e culturais em níveis altos.

O século XIX, por sua vez, trouxe a invenção da eletricidade, a construção de ferrovias e navios a vapor, fazendo com que assim as distâncias se encurtassem cada vez mais e os produtos começassem a chegar aos lugares mais distantes.

Essas transformações políticas e econômicas intensificaram-se ainda mais no final do século XX, principalmente no período pós Segunda Guerra Mundial. Com o fim da União Soviética, o mundo já não se encontrava mais dividido por uma barreira ideológica. Os países que pertenciam ao bloco comunista passaram a adotar o liberalismo e o capitalismo em sua política e economia.

O processo de criação de políticas neoliberais alavancou o processo de multinacionalização das empresas e foi um dos principais impulsionadores do processo de globalização pelo mundo.

O que é a Globalização?

O processo de globalização é um fenômeno pertencente ao modelo econômico capitalista, caracterizado pela mundialização do espaço geográfico, ou seja, atua promovendo a interligação econômica, política, social e cultural em todo o planeta Terra.

Entretanto, a globalização apresenta diferentes escalas e consequências para os países. Dessa forma, as nações ricas são as principais beneficiadas pelo processo, pois assim elas expandem seu mercado consumidor por meio de suas empresas transnacionais.

A globalização tem como principal ponto positivo os avanços tecnológicos que tornam mais fácil a vida das pessoas, pelo fato de facilita a fluidez de informações e de capitais por intermédio de inovações nas áreas da informática e das telecomunicações.

Características da Globalização

Uma característica notável no processo de globalização é a promoção de uma grande integração social, econômica e política, principalmente por meio da união do mercado mundial a partir das relações comerciais e financeiras. Dessa forma, acontece o fortalecimento das relações internacionais e a instalação de empresas multinacionais e transnacionais.

O avanço tecnológico e dos meios de comunicação consolidou a instantaneidade com que as informações circulam. Além disso, o surgimento eficiente de vários meios de transporte e envio de produtos, fez com que houvesse um aumento da produção e do consumo de bens e serviços e a criação de um mercado mundial unificado.

A globalização tem como mais notável símbolo o advento da Internet e a rede mundial de computadores. Com a internet, a língua inglesa torna-se fundamental, pois é uma forma rápida e eficiente para se comunicar com pessoas de todo o mundo.

As culturas de vários países foram apoderadas pelas indústrias do entretenimento em massa, tornando a cultura norte-americana popular em todo o planeta.

Outra característica é a ampliação do uso de máquinas na execução das mais variadas tarefas e a criação do mercado de aparelhos domésticos.

No âmbito das políticas públicas, a característica mais notada proveniente desse processo é a privatização de empresas estatais.

Um bom exemplo da atuação da globalização na economia mundial foi a criação dos blocos econômicos, cujo principal objetivo é ampliar as relações comerciais entre os seus membros. Os exemplos desses blocos são: a União Europeia, o MERCOSUL, o Pacto Andino, o NAFTA e a APEC.

Estas relações entre os países geraram a necessidade de expandir seus mercados consumidores, fazendo com que as nações se abrissem para a entrada de produtos de outros países. Dessa forma, uma ideologia política de origem iluminista conhecida como Liberalismo se fortaleceu fortemente em todo o mundo.

A abertura de mercados fez com que o consumidor pudesse ter acesso a produtos importados de qualidade a baixo custo, pois estes foram produzidos em países de economia emergente, onde há mão de obra e matéria prima a baixo custo.

No entanto, nem tudo que esse processo global trouxe é positivo. Um dos principais pontos ruins do fenômeno fica por conta do fato que a maior parcela do dinheiro fica armazenada nos países mais desenvolvidos, pois estes são as sedes das maiores companhias e empresas multinacionais do mundo.

A globalização uniu o mundo, mas também o separa quando passa a fornecer mais a uns do que a outros.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »