Outono: datas de início e principais características

O outono é a estação entre o verão e o inverno, com início em março e fim no mês de junho no Hemisfério Sul. Saiba mais sobre esta estação do ano.

Outono: datas de início e principais características

Saiba mais sobre o Outono - Foto: Creazilla

Estação entre o verão e o inverno, com início em março e fim no mês de junho no Hemisfério Sul, o outono apresenta aspectos climáticos específicos relacionados à chuva, a nevoeiros e à temperatura.

É nesta estação que ocorrem as colheitas e uma grande queda de folhas nas árvores, que derrubam essas folhas para poupar energia e se preparar para a chegada do inverno.

Características do outono

Durante a estação do outono, é normal que o Sol nasça mais tarde e se ponha mais cedo, por isso se diz que os dias ficam mais curtos do que as noites. Em relação à temperatura, temos dias um pouco mais frios, especialmente no Hemisfério Sul, onde está situado o Brasil – no Hemisfério Sul, o outono é chamado de “austral”, e no Hemisfério Norte, recebe o nome de “outono boreal”.

No outono também chove menos, o que provoca uma diminuição na umidade relativa do ar. Os ventos e os momentos de cerração, por outro lado, passam a ser mais frequentes, assim como as mudanças abruptas de temperatura.

A estação é conhecida também como “estação de colheita”, e muitas árvores ficam totalmente sem folhas devido a um mecanismo natural de sobrevivência, já que, sem as folhas, essas árvores poupam energia para enfrentar os períodos mais frios típicos do inverno.

Datas de início e término do outono

As datas para o começo e o fim do outono, chamado também de Equinócio de Outono, variam um pouco em decorrência do verão, por isso em alguns anos ele pode começar no dia 20 ou 21 de março e, seguindo a mesma lógica, pode terminar também no dia 20 ou 21 de junho.

Em 2021, o outono no Hemisfério Sul começou no dia 20 de março às 06h38 e terminará no dia 21 de junho. De acordo com dados do Departamento de Astronomia do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG/USP), os horários de início do outono para os próximos anos serão os seguintes:

  • Outono de 2022: início em 20 de março às 12h33; fim em 21 de junho;
  • Outono de 2023: início em 20 de março às 18h25; fim em 21 de junho;
  • Outono de 2024: início em 20 de março às 00h06; fim em 20 de junho;
  • Outono de 2025: início em 20 de março às 06h02; fim em 20 de junho.

Equinócio de outono

Equinócio é o nome dado a um evento astronômico que ocorre em março, quando os raios solares chegam com mais força de forma perpendicular às áreas que ficam perto da linha do Equador. Dessa maneira, a luminosidade solar passa a ser distribuída de forma parecida no Hemisfério Norte e no Hemisfério Sul.

Quando este período chega ao fim, assim como o outono, outro fenômeno acontece: o solstício de inverno.

Neste segundo evento, há uma inclinação do Hemisfério Norte em direção ao Sol, em uma angulação de cerca de 23,5°, o que deixa o Hemisfério Sul mais gelado, no inverno, e o Hemisfério Norte mais quente, vivendo o verão.

O outono nos Hemisférios Norte e Sul

Ainda que o equinócio de outono proporcione uma distribuição semelhante de luminosidade nos dois hemisférios, as datas que marcam o início da estação outono diferem bastante:

  • Outono no Hemisfério Norte: começa entre os dias 22 e 23 de setembro e termina entre os dias 21 e 22 de dezembro.
  • Outono no Hemisfério Sul: começa entre os dias 20 e 21 de março e termina entre os dias 20 e 21 de junho.

O outono no Hemisfério Norte ocorre simultaneamente à primavera do Hemisfério Sul, e a troca de estações é mais marcada nas zonas temperadas que, no caso do Hemisfério Norte, correspondem ao Círculo Polar Ártico e ao Trópico de Câncer.

A chegada do outono nessa parte do globo é nitidamente perceptível pela mudança de coloração nas folhas das árvores. Também é comum que a primeira neve caia durante o outono nos países de outono boreal, assim como há aumento na nebulosidade e nos índices de chuva.

Já no Hemisfério Sul, o outono austral tem suas características mais bem observadas nas regiões de latitudes intermediárias, ou seja, entre o Trópico de Capricórnio e o Círculo Polar Antártico.

Em ambos os hemisférios é comum a ocorrência do fenômeno conhecido como veranico, que são dias isolados de temperaturas elevadas.

Outono no Brasil

A maior parte do território brasileiro está dentro da zona tropical do globo, o que faz com que as características da estação sejam percebidas de maneiras diferentes, variando de região para região.

Na Região Sul e em uma parte da Região Sudeste do país, as características climáticas do outono são mais perceptíveis e as temperaturas ficam mais baixas, com mudanças consideráveis em relação à umidade relativa do ar, à ocorrência de ventos mais fortes e ao volume de chuva.

Já na Região Norte e na Região Nordeste, o outono é marcado por altas temperaturas e também pelos índices de chuva mais fortes do país nesta estação, até mesmo porque as regiões mais próximas à Linha do Equador tendem a ter chuvas mais pesadas.

A temperatura nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul caem com a chegada do outono por causa da chegada das massas de ar frio ao Brasil – as temperaturas mínimas chegam aos 10° C nas serras, com máximas que variam de 18° a 28° C; e os índices de chuva são mais baixos, especialmente em locais mais elevados com alta incidência de névoa e geada.

Por que existem as estações do ano

Fracionadas com base nas características climáticas de cada período, as estações do ano são divididas em quatro (primavera, verão, outono e inverno) e são bem definidas apenas em países que estão localizados na faixa tropical do globo – em muitas outras regiões, não é tão fácil perceber as diferenças exatas de cada estação, como quando outono e inverno seguem com temperaturas semelhantes, ocorrendo o mesmo com a primavera e o verão.

O que determina as estações do ano são as incidências dos raios solares no planeta, ou seja: elas são definidas com base no movimento de orbitação da Terra em relação ao Sol. É por isso que os hemisférios Norte e Sul têm sempre estações opostas.

As estações foram estabelecidas com base no movimento de translação e nas diferenças de inclinação do planeta Terra em relação ao Sol. O início do outono e da primavera é marcado pelo equinócio, e o início do verão e do inverno, pelo solstício.

Curiosidades sobre o outono

  • Em diversas partes do mundo, o outono é a estação da colheita, por isso o período é marcado por uma grande oferta de frutas como maçã, mamão, laranja, abacate, coco, goiaba, manga, caqui, uva etc.
  • Na China, existem cinco estações no ano: nos períodos mais quentes, há a primavera, o verão e o estio; e nos ciclos mais frios, o outono e o inverno.
  • Na Índia, existem apenas três estações: quente, frio e chuvoso.
  • Nas regiões do Polo Norte e do Polo Sul, há somente duas estações no ano: inverno e verão.
  • A palavra “equinócio” significa “noite igual” porque, no dia em que o fenômeno ocorre, a duração do dia e da noite é praticamente a mesma.
  • Como no outono há menos luz solar, é comum que as pessoas se sintam mais cansadas e com menos energia, por isso é especialmente importante cuidar da saúde neste período.
  • Durante o outono as cores do céu variam mais e o “céu laranja” é bastante comum devido ao fato de que os raios solares dão cor ao céu dos primeiros até os últimos minutos do dia.
  • Por causa dos ventos mais fortes e da maior ocorrência de névoas, os aeroportos têm mais problemas de funcionamento devido a alterações climáticas durante o outono.
  • A palavra “outono” vem do latim autunms, que significa “época ideal para a colheita”, além de ser uma variação de auctus, cujo significado é “transição”.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »