Primavera: datas de início e principais características

Entenda as mudanças na natureza com a chegada da Primavera e como funciona o Equinócio na estação das flores.

Primavera: datas de início e principais características

Saiba mais sobre a estação das flores - Foto: Creazilla

Primavera: sinônimo de abundância, de renascimento, de reflorescimento da flora terrestre, de cores vivas, calor ameno e relativa umidade, logo após o fim do inverno rigoroso, cinza e seco.

Essa estação do ano, amplamente conhecida por ser a “estação das flores” propicia o recomeço do período reprodutivo de muitos animais e plantas. Durante o seu período de três meses de duração, as chuvas voltam a aparecer e o calor sobe gradativamente, preparando a natureza para a próxima fase, do verão.

As temperaturas, ainda agradáveis, sobem gradativamente ou se mantém estáveis, uma vez que, em muitas regiões do país o inverno não é necessariamente uma estação de frio excessivo.

Características da Primavera

A palavra primavera deriva do latim, primo vere, que significa "antes do verão" ou “primeiro verão”. A palavra verão, por sua vez, significa “tempo primaveril”, indicando assim que a primavera é o tempo que antecede e prepara a natureza para a chegada do verão.

Sucedendo o inverno, a primavera apresenta o dia e a noite com a mesma duração de tempo. A estação chega para aumentar as temperaturas e elevar a umidade do ar, favorecendo a floração de plantas e desenvolvimento de frutos nas árvores, caracterizando a fartura que essa estação do ano oferece.

Com o crescimento gradual das temperaturas, a águas dos rios e mares também se aquecem ao longo da primavera, propiciando a elevação da umidade do ar e a maior precipitação de chuvas durante a estação.

As chuvas, por sua vez, costumam ocorrer com mais frequência nos fins de tarde e início do período noturno, intensificando-se à medida que se aproxima o tempo do verão. Por esse mesmo motivo, é comum associarmos a primavera a um clima agradável. Apesar de quente, a temperatura é mais branda do que no verão, e vai aumentando principalmente no final da estação primaveril.  

Primavera no Brasil

Como as estações do ano não são tão bem definidas em todas as regiões do globo, como acontece no eixo norte do planeta, isso pode dificultar a percepção visual da mudança de estação no Brasil, com exceção da região Sul, a única zona que apresenta as estações mais definidas.

Nas outras regiões brasileiras, apesar de haver características comuns entre si, há algumas especificidades que devem ser consideradas. Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, nas regiões Centro-OesteSudeste, osíndices pluviométricos tornam-se mais intensose mais frequentes durante a primavera.

Além disso, normalmente essas chuvas são acompanhadas de ventos fortes e presença de granizo, o que pode causar prejuízos em plantações e construções urbanas. Essa mudança, entretanto, é considerada um marco importante entre a estação seca (o inverno) e a estação chuvosa (verão), favorecendo as colheitas e a produção de alimentos.  

Especialmente no Centro-Oeste brasileiro, as temperaturas atingem níveis muito elevados, devido à intensidade da radiação solar e à ocorrência de dias de céu claro, sem nuvens, o que acende o alerta para a saúde dos indivíduos, que devem se hidratar com maior regularidade e fazer uso constante de protetor solar.

No Nordeste, por sua vez, a estação seca continua durante o período de vigência da primavera, com exceção dos estados da Bahia, do Maranhão e do Piauí. Nessa região, a variação de temperatura é pequena durante o ano, mantendo-se normalmente alta durante as mudanças de estação.

Da mesma maneira, na região Norte, a temperatura apresenta pouca variação da temperatura ao longo do ano. Durante a primavera, os índices pluviométricos aumentam progressivamente, especialmente entre os meses de outubro e novembro.

Já na região Sul, a questão da pluviosidade também não muda tanto, pois o regime de chuvas se mantém elevado e uniforme durante todo o ano. Apesar disso, quando as chuvas convectivas (de verão) ocorrem, ainda que passageiras, são bastante intensas.

Primavera no Hemisfério Norte e Sul

Como toda estação do ano, a primavera é um fenômeno astronômico que ocorre devido aos movimentos de Translação (giro da Terra ao redor de seu próprio eixo) e Rotação (movimento do planeta ao redor do sol) da Terra, além da inclinação do globo em relação ao astro.

A posição e ângulo do planeta em consideração ao Sol determinam as variações das estações do ano, alterando significativamente o clima do hemisfério exposto à radiação de calor, assim como do hemisfério oposto, que invariavelmente sofre com a falta de exposição da luz solar.

Em outras palavras, os hemisférios Norte e Sul sempre irão apresentar estações opostas entre si. Quando é Primavera nos Estados Unidos, por exemplo, inevitavelmente será Outono no Brasil, e vice-versa.

É preciso considerar que as estações do ano não se apresentam da mesma maneira em todos os lugares do mundo. Nos países tropicais, que ficam abaixo da Linha do Equador, como o Brasil, as estações não costumam ser tão bem definidas como nos países temperados, cortados pelo Trópico de Câncer.

Nos Estados Unidos, a imagem do inverno nevado é substituído pela explosão de cores da primavera, tornando a definição das estações do ano bem aparentes entre si. Já no Brasil, essa disparidade não é tão explícita, predominando as características do inverno e verão durante todo o ano.

Assim, a primavera brasileira é caracterizada como uma estação de transição entre o inverno e verão. Com a chegada da primavera, após o inverno seco, dá-se início a temporada de chuvas com mais frequência.

Datas de início e término da Primavera

primaveraboreal, como é conhecida a estação no Hemisfério Norte, tem início por volta do dia 20 de março e fim por volta do dia 21 de junho. Já a primaveraaustral, como é chamada a estação no Hemisfério Sul, inicia-se por volta do dia 22 de setembro e se encerra por volta do dia 21 de dezembro.

Quando for primavera no Hemisfério Norte será outono no Hemisfério Sul. Da mesma maneira, quando for outono no eixo norte, será primavera no eixo sul.

Em 2021, a primavera está programada para ocorrer no dia 22 de setembro, assim como em 2022. Já em 2023, a primavera terá início no dia 23 de setembro.

Confira agora o calendário das estações do ano no Brasil até 2025, de acordo com o Instituo de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas.

O movimento de Translação, giro da Terra ao redor de seu próprio eixo, é o principal responsável pela variação das estações do ano. À medida que o planeta gira, uma face fica mais ou menos exposta aos raios solares, alterando assim as fases e o clima dos hemisférios afetados.

Entretanto, na primavera e no outono, ocorre um fenômeno chamado de Equinócio, quando o Sol acaba incidindo seus raios perpendicularmente sobre a linha do Equador, iluminando de forma igual os dois hemisférios.

Equinócio de Primavera

O equinócio, do latim aequus (igual) + nox (noite), que significa “noites iguais”, é um fenômeno astronômico que representa o movimento de inclinação do eixo da Terra, marcando o início da primavera e do outono no planeta.

Desse movimento resulta a incidência da luz solar diretamente sobre a faixa intertropical durante alguns meses do ano. Como ambos os hemisférios estarão inclinados perpendicularmente em relação ao sol, eles irão receber a mesma quantidade de luz solar durante esse período.

Essa é a explicação científica para a duração quase idêntica, de 12 horas, entre o dia e a noite. O equinócio, que ocorre duas vezes por ano, varia de ano para ano, geralmente com seis horas de atraso, o que esclarece o movimento de translação completa da Terra levar 365 dias e algumas horas.

Segundo a astronomia, a primavera do Hemisfério Sul inicia-se no equinócio de setembro e termina no solstício de dezembro e a do Hemisfério Norte inicia-se no equinócio de março e termina no solstício de junho.

Por que existem as estações do ano?

As estações do ano acontecem devido aos movimentos de Translação e Rotação da Terra, ou seja, sua ocorrência está diretamente relacionada à inclinação do planeta em relação ao Sol.

São esses mesmos movimentos e inclinações do globo em relação ao astro que irão alterar o clima e as paisagens da natureza, dando as características singulares a cada estação: floração na Primavera, calor no Verão, frio no Inverno e tempo seco no Outono.

Em outras palavras, podemos dizer que as estações do ano são subdivisões baseadas nos padrões climáticos durante cada período do ano, que se dividem entre as fases da Primavera, Verão, Outono e Inverno.

Curiosidades sobre a Primavera

  • Durante a primavera, os animais que hibernaram no inverno, como os ursos, costumam deixar suas tocas, muitas vezes com filhotes.
  • Espécies como borboletas e abelhas costumam ficar mais ativas durante a primavera.  
  • As primeiras flores da primavera são tipicamente lilases, íris, lírios, tulipas, narcisos e dentes de leão.
  • O primeiro dia da primavera marca o início de seis meses de claridade ininterrupta no Polo Norte. Por outro lado, no Polo Sul, o equinócio de primavera marca o começo de seis meses de escuridão.
  • O início da primavera determina o começo do Nowruz ("O Novo Dia"), que é o Ano Novo Persa. A celebração dura 13 dias e está enraizada na tradição de 3.000 anos de idade do zoroastrismo.
  • Na China, a chegada da primavera coincide com as comemorações do Ano Novo Chinês.
  • Para os japoneses, a abertura da flor de cerejeira, a flor nacional do Japão, em março ou abril, sinaliza o início da primavera.
  • Segundo o mito grego, o retorno da primavera coincide com o volta de Perséfone, filha de Deméter, que é a deusa das plantas e da fertilidade.
  • Os efeitos do El Niño são sentidos com mais intensidade no Brasil durante a primavera, por isso há aumento de chuvas no Centro-Oeste e Sudeste, e intensificação da estiagem no Nordeste.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »