Tempos verbais em Inglês: quais são e principais regras

Tempos verbais em Inglês: confira as principais regras dos verbos em Inglês com exemplos práticos para fixar seu aprendizado.

Tempos verbais em Inglês: quais são e principais regras -  a foto tem o fundo azul e mostra uma ícone em formato de desenho de um homem e um balão de diálogo

Confira quais são os 12 principais tempos verbais em Inglês - Foto: Concursos no Brasil

Passado, presente e futuro. Sempre que falamos em tempo verbal, essa a linha temporal nos vem à cabeça. E faz todo sentido, já que para localizar qualquer evento ou ação usamos um desses referenciais para situá-los no espaço-tempo — e isso também vale para os tempos verbais em inglês.

Neste artigo, faremos uma breve viagem pelos principais tempos verbais em inglês para revisar conteúdos que você já sabe ou para introduzir conceitos para aqueles que estão iniciando seus estudos na língua inglesa.

Para levantar os ânimos no estudo, algo que torna o aprendizado dos tempos verbais da Língua Inglesa mais simplificado é a ausência de flexões verbais como ocorre com as conjugações em português. O que isso quer dizer?

Ao invés de memorizar várias desinências temporais e radicais como fazemos na língua portuguesa, basta conhecer a base dos verbos, os verbos irregulares e os verbosauxiliares e você irá conseguir estruturar frases em inglês.

Exatamente como um quebra-cabeça, depois que você entende como as partes de encaixam é mais fácil de organizar toda a figura. O mesmo acontece com as partes que compõe as estruturas temporais da língua inglesa. Com isso em mente, vamos começar?

Quais são os tempos verbais em Inglês?

Os 12 principais tempos verbais em Inglês são:

  • Simple Present / Presente Simples;
  • Present Continuous / Presente Contínuo;
  • Simple Past / Passado Simples;
  • Past Continuous / Passado Contínuo;
  • Future Simple / Futuro Simples;
  • Future Simple Continuous / Futuro Contínuo;
  • Present Perfect / Presente Perfeito;
  • Present Perfect Continuous / Presente Perfeito Contínuo;
  • Past Perfect / Passado Perfeito;
  • Past Perfect Continuous / Passado Perfeito Contínuo;
  • Future Perfect / Futuro Perfeito;
  • Future Perfect Continuous / Futuro Perfeito Contínuo.

Simple Present: tempos verbal em Inglês no presente

O Simple Present, também chamado de Presente Simples, é um tempo verbal em inglês usado para descrever hábitos, fatos gerais, situações, características físicas, emoções e desejos permanentes.

Este tempo verbal corresponde ao Presente do Indicativo da Língua Portuguesa. Além dos empregos anteriores, também é possível utilizar o Simple Present para falar de situações ou ações repetidas ou verdades universais.

Algo que vai marcar este tempo verbal e auxiliar na identificação dele é o uso de expressões temporais, como:

  • now (agora);
  • every day (todos os dias);
  • always (sempre);
  • today (hoje);
  • sometimes (às vezes) etc.

Uma particularidade neste tempo verbal é a flexão do verbo para as terceiras pessoas do singular (he, she, it). Para saber como usar o sufixo correto, basta aplicar as mesmas regras de formação do plural dos substantivos. Importante frisar: a flexão só ocorrerá nas frases afirmativas, que seguem a seguinte estrutura:

Sujeito + verbo no Simple Present + complemento.

Exemplos:

  • She works on Saturdays. (Ela trabalha aos sábados.)
  • The Earth is round. (A Terra é redonda.)
  • I can jump very high. (Consigo pular bem alto.)

Para construir sentenças negativas e interrogativas no Simple Present, é necessário o uso dos verbos auxiliares “do” e “does”, sendo o segundo usado somente para as terceiras pessoas do singular (he, she, it). Veja as estruturas:

Negativa: Sujeito + verbo auxiliar + NOT + verbo na base + complemento.

Interrogativa: Verbo auxiliar + sujeito + verbo na base + complemento?

Exemplos:

  • She doesn’t work on Saturdays. (Ela não trabalha aos sábados.)
  • Does she work on Saturdays? (Ela trabalha aos sábados?)

Contudo, durante o estudo do Simple Present existem dois verbos que costumam ser apresentados a parte, por suas particularidades, o verbo “to be” e o verbo “to can” — esses são os únicos verbos que não irão precisar de verbos auxiliares na construção da negativa e interrogativa. Observe:

  • You aren’t a teacher. (Você não é um professor.)
  • Are you a teacher? (Você é um professor?)
  • I can’t call you later. (Eu não posso te ligar mais tarde.)
  • Can you call me later? (Podes me ligar mais tarde?)

Present Continuous ou Present Progressive

O Present Continuous também pode ser chamado de Present Progressive. A segunda nomenclatura traduz bem o uso deste tempo verbal, dado que ele é usado para expressar ações e eventos temporários ou em progresso no presente.

Este tempo verbal se tornou comum na língua portuguesa por meio das empresas de telefonia que começaram a empregar uma tentativa de tradução dos atendimentos dados pelas empresas inglesas, que ficou conhecido por aqui como gerundismo (terminações – ando, - endo, - indo).

Outra marca do Present Continuous é o uso das expressões temporais como:

  • now (agora);
  • right now (agora mesmo);
  • at the moment (no momento);
  • at present (no presente);
  • just (apenas, acabou de acontecer);
  • already (já); still (ainda) etc.

Agora, veja as estruturas das sentenças afirmativas, negativas e interrogativas deste tempo verbal:

Forma afirmativa: Sujeito + verbo “to be” no Simple Present + verbo no – ING + complemento.

  • Dan is sleeping right now. (Dan está dormindo agora.)

Forma negativa:  Sujeito + verbo “to be” no Simple Present + NOT + verbo no – ING + complemento.

  • Dan isn’t sleeping right now. (Dan não está dormindo agora.)

Forma interrogativa: verbo “to be” no Simple Present + Sujeito + verbo no – ING + complemento?

  • Is Dan sleeping righ now? (O Dan está dormindo agora?)

Simple Past: tempos verbal em Inglês no passado

O Simple Present trata de assuntos relacionados ao presente, como descrever hábitos, fatos gerais, situações, características físicas, emoções e desejos permanentes. Já o Simple Past vai justamente abarcar todas essas situações, mas relacionadas ao passado, ou seja, faz referência a ações ou hábitos finalizados e que não vão mais se repetir.

Dependendo do contexto em que for traduzido, o Simple Past (Passado Simples) pode apresentar semelhanças com Pretérito Perfeito ou com o Pretérito Imperfeito da Língua Portuguesa. 

Algo importante a ser considerado no Simple Past é a diferenciação entre os verbos regulares, que possuem a forma do passado construída pelo acréscimo dos sufixos –d, –ed e –ied, e dos verbos irregulares que não possuem regra de formação, estes precisam ser memorizados.

Este tempo verbal em inglês é marcado por expressões temporais como:

  • yesterday (ontem);
  • last night (noite passada);
  • the other day (num outro dia);
  • the day before (no dia anterior);
  • ago (atrás, geralmente acompanhado de um intervalo de tempo).

Diferentemente do Simple Present, no Simple Past existe apenas um auxiliar para fazer perguntas e construir proposições negativas: “did”. Lembrando que o verbo volta para a forma-base no negativo e interrogativo dado que o auxiliar já faz a função de indicativo de passado. Veja nas estruturas a seguir:

Forma afirmativa: Sujeito + verbo no passado + complemento.

  • They danced at the party last night. (Eles dançaram na festa ontem à noite.)

Forma negativa: Sujeito + DID NOT (didn’t) + verbo na forma base + complemento.

  • They didn’t dance at the party last night. (Eles não dançaram na festa ontem à noite.)

Forma interrogativa: Did + sujeito + verbo na forma base+ complemento?

  • Did they dance at the party last night? (Eles dançaram na festa ontem à noite?)

Past Continuous

Este tempo verbal está para o Present Continuous assim como o Simple Past está para o Simple Present. Basicamente, o Past Continuous pode ser usado para descrever duas ou mais ações que ocorreram ao mesmo tempo no passado ou quando uma ação em progresso é interrompida por outra.

Ou seja, aqui tratamos de situações temporárias ou que estavam em andamento em algum momento do passado, mas não estão mais, pois foram finalizadas em algum momento do passado.

A fim de deixar as sentenças do Past Continuous mais precisas no espaço-tempo, podemos usar as expressões temporais:

  • while (enquanto);
  • when (quando);
  • often (muitas vezes);
  • weekly (semanalmente);
  • by this time (neste mesmo tempo);
  • last year (ano passado) etc.

A estrutura do Past Continuous é construída por uma locução verbal, do verbo auxiliar “to be”, conjugado no Simple Past e um verbo principal no gerúndio (–ing). Veja as estruturas afirmativa, negativa e interrogativa e exemplos a seguir:

Forma afirmativa: Sujeito + verbo auxiliar (was/were) + verbo no gerúndio + complemento.

  • It was rainning when I left home. (Estava chovendo quando saí de casa.)

Forma negativa: Sujeito + verbo auxiliar (was/were) + NOT + verbo no gerúndio + complemento.

  • It wasn’t rainning when I left home. (Não estava chovendo quando saí de casa.)

Forma interrogativa: Verbo auxiliar (was/were) + sujeito + verbo no gerúndio + complemento?

  • Was it rainning when I left home? (Estava chovendo quando saí de casa?)

Simple Future: tempo verbal em Inglês no futuro

O Future Simple ou Simple Future corresponde ao Futuro do Presente do Modo Indicativo da Língua Portuguesa. Esse tempo verbal é usado para indicar uma decisão que está sendo tomada no momento da fala. Assim como, pode se aplicado para expressar um pedido, uma promessa, um aviso, um convite ou uma oferta.

Normalmente, algumas expressões temporais ajudam a identificar o Simple Future em frases em Inglês, como:

  • tomorrow (amanhã)
  • soon (em breve)
  • the day after tomorrow (depois de amanhã)
  • next week (próxima semana, semana que vem)
  • next month (próximo mês, mês que vem)
  • next weekend (próximo final de semana, final de semana que vem)
  • next year (próximo ano, ano que vem)
  • in a few days (em poucos dias)
  • in a short time (em um curto período de tempo, em pouco tempo) etc.

O Simple Future usa dois verbos auxiliares:

  • Will: para falar de circunstâncias que vão acontecer em um futuro mais distante, decisões ou promessas que ocorrem quando se fala, pedidos, menção a possíveis acontecimentos do futuro ou tom de ordem, ameaça ou aviso;
  • Going to: usado para falar de algo que se tem intenção de realizar, contar planos para o futuro próximo ou expressar planos para o futuro mais distante.

Estrutura do Simple Future com “will”

Forma afirmativa: Sujeito + verbo auxiliar will + verbo principal no infinitivo sem o to + complemento.

  • They will buy a new house next semester. (Eles comprarão uma casa nova semestre que vem.)

Forma negativa: Sujeito + verbo auxiliar will + not + verbo principal no infinitivo sem o to + complemento.

  • We won’t go out the next few months to save money. (Nós não sairemos nos próximos meses para economizar dinheiro.)

Forma interrogativa: Verbo auxiliar Will + sujeito + verbo principal no infinitivo sem o to + complemento?

  • Will she buy a new car? (Ela comprará um carro novo?)

Estrurura do Simple Future com “going to”

Forma afirmativa: Sujeito + verbo to be no Simple Present + going to + verbo principal no infinitivo sem o to + complemento.

  • Romeo is going to marry Juliet. (Romeu vai se casar com a Julieta.)

Forma negativa: Sujeito + verbo to be no Simple Present+ not + going to + verbo principal no infinitivo sem o to + complemento.

  • He is not going to move to LA anymore. (Ele não vai mais se mudar para Los Angeles.)

Forma interrogativa: Verbo to be no Simple Present+ sujeito + going to + verbo principal no infinitivo sem o to + complemento?

  • Are you going to organize your room this week? (Você vai organizar seu quarto esta semana?)

Future Continuous

O Future Continuous ou Future Progressive (Futuro Progressivo) é utilizado quando formos mencionar determinada ação que provavelmente vai acontecer num momento específico no futuro. Dessa forma, ele é empregado para descrever ações em andamento num determinado período do futuro — com o uso de gerúndio (em português: –ando, –endo, –indo e em inglês –ing).

O Futuro Contínuo em Inglês também é usado para falar de fatos ou para nos projetar a um momento do futuro, para fazer previsões ou suposições sobre eventos e para se referir a eventos contínuos previstos ou programados para o futuro. Quando usado na forma interrogativa, o Future Continuous serve para pedir informações sobre o futuro de forma educada.

Com o uso do termo “still”, o Future Continuous indica eventos que já foram iniciados no momento da fala e que supomos que continuarão no futuro.

A estrutura deste tempo verbal segue a estrutura:

Forma afirmativa: Sujeito + WILL BE + verbo principal no gerúndio (–ING) + complemento.

  • Josh will be buying carrots to bake a cake. (Josh estará comprando cenouras para a fazer um bolo.)

Forma negativa: Sujeito + WILL NOT BE + verbo principal no gerúndio (–ING) + complemento.

  • Thomas and George will not be buying a home next month. (Thomas e George não estarão comprando uma casa mês que vem.)

Forma interrogativa: WILL + Sujeito + BE + verbo principal no gerúndio (–ING) + complemento?

  • Will they be visiting grandpa next month? (Eles estarão visitando o vovô mês que vem?)

Present Perfect: sem equivalente no Português

Se fôssemos traçar uma linha do tempo para situar este e o próximo tempo verbal de que vamos tratar, eles estariam no momento de transição entre o passado recente e o presente — não fixo, mas progressivo, transitório, no meio destes dois lugares no espaço tempo.

Então, basicamente, o Present Perfect trata de ações iniciadas no passado que ainda estão em progresso ou que foram recentemente concluídas. Ele não possui um equivalente ou tempo verbal próximo na língua portuguesa, portanto as traduções feitas das sentenças são tentativas de aproximação para facilitar o entendimento de vocês.

Assim como nos tempos verbais em inglês anteriores, o Present Perfect também é indicado por expressões de tempo, também chamados de advérbios de tempo, tais como:

  • for (por, durante);
  • since (desde);
  • just (apenas, acabou de);
  • already (já);
  • yet (já);
  • never (nunca) etc.

A seguir, temos as estruturas afirmativa, negativa e interrogativa do Present Perfect, observe:

Forma afirmativa: Sujeito+ verbo “to have” no Simple Present + Past Participle + complemento.

  • I havevisited Egypt three times. (Eu já visitei o Egito três vezes.)

Forma negativa: Sujeito+ verbo “to have” no Simple Present + NOT + Past Participle + complemento.

  • I haven’tvisited Egypt three times. (Eu não visitei o Egito três vezes.)

Forma interrogativa: Verbo “to have” no Simple Present + sujeito+ Past Participle + complemento?

  • Have I visited Egypt three times? (Eu já visitei o Egito três vezes?)

Present Perfect Continuous

Assim como o Present Perfect Simple, o Present Perfect Continuous é um tempo situado na transição entre o passado recente e o presente. Já que ambas tratam de ações em progresso, a diferença entre elas está no foco da ação.

Enquanto o Present Perfect Simple, enfatiza o fato da ação estar completa ou podendo também ser usada para tratar de algo permanente, o Present Perfect Continuous foca no fato da ação estar inacabada, de ser uma ação temporária ou em progresso.

Mais uma vez, reforçamos que ambos os tempos do Present Perfect não possuem uma tradução fixa na Língua Portuguesa, portanto as traduções propostas neste artigo são tentativas aproximadas de trazer para o nosso idioma estas expressões temporais.

Outro ponto que diferenciam estes dois tempos verbais em inglês é sua estrutura. O Present Perfect Simple é um tempo composto de dois verbos, um auxiliar e outro principal. Já o Present Perfect Continuous é estruturado por três verbos, veja:

Forma afirmativa:Sujeito + verbo auxiliar (have/has) +verbo to be no Past Participle (been) + verbo no gerúndio (–ing) + complemento.

  • We have been driving for ten hours. (Estamos dirigindo a dez horas.)

Forma negativa: Sujeito + verbo auxiliar (have/has) + NOT + verbo to be no Past Participle (been) + verbo no gerúndio (–ing) + complemento.

  • We haven’t been driving for ten hours. (Não estamos dirigindo a dez horas.) 

Forma interrogativa: verbo auxiliar (have/has) + sujeito + +verbo to be no Past Participle (been) + verbo no gerúndio (–ing) + complemento?

  • Have we been driving for ten hours. (Estamos dirigindo a dez horas?)

Observações:

  • Caso você tenha reparado, ambos tempos classificados como Perfect levam o verbo “have” em sua estrutura — e isso irá se repetir em todos os tempos perfeitos em inglês.
  • Outro ponto constante é a estrutura dos tempos verbais Continuous, que conhecemos em Português como gerúndio. Sempre que tratarmos de um verbo no tempo contínuo, faremos o uso do verbo principal terminado em –ing.

Past Perfect 

A peculiaridade do Past Perfect é que ele descreve uma situação anterior ao passado recente, em outras palavras, uma situação que ocorreu no passado, antes de outro momento no passado.

Desse modo, este tempo verbal em inglês, na maior parte das vezes, sempre vem acompanhado de outra sentença no Simple Past a fim de marcar o evento que encerrou a ação no espaço tempo.

A fim de ajudar a marcar esse momento e lugar no tempo, fazemos uso de expressões temporais, tais como:

  • when (quando);
  • just (apenas, acabar de);
  • already (já);
  • ever (já, alguma vez);
  • by the time (no momento em que);
  • before (antes) etc.

Para saber como estruturar as sentenças na afirmativa, negativa e interrogativa neste tempo verbal, veja as estruturas e os exemplos a seguir:

Forma afirmativa: Sujeito + verbo auxiliar “had” + verbo principal no Past Participle + complement.

  • I had already eaten mango before. (Eu já tinha comido manga antes.)

Forma negativa: Sujeito + verbo auxiliar had + NOT + verbo principal no Past Participle + complemento.

  • I hadn’t eaten mango before. (Eu não tinha comido manga antes.)

Forma interrogativa: Verbo auxiliar had + sujeito + verbo principal no past participle + complemento?

  • Had I ever eaten mango before? (Eu já tinha comido manga antes?)

Past Perfect Continuous 

O Past Perfect Continuous é um tempo verbal aplicado para descrever uma ação passada que não foi concluída.

Por se tratar de um tempo Continuous (contínuo/ progressivo), é importante ter em mente que as ações descritas por ele estarão em progresso em algum momento do passado. Então, tenha em mente que este tempo verbal em inglês está tratando de uma ação passada que é anterior a uma outra ação também no passada.

O que difere este tempo do Past Perfect Simple é que as ações estão mais focadas no processo do que no resultado da ação. Agora, vamos para a estrutura deste tempo verbal nas formas afirmativa, negativa e interrogativa:

Forma afirmativa: Sujeito + had + been + verbo no gerúndio + complemento.

  • You had been waiting for them for a long time. (Vocês têm esperado por eles por muito tempo.)

Forma negativa: Sujeito + had + NOT + been + verbo no gerúndio + complemento.

  • You hadn’tbeen waiting for them for a long time. (Vocês não têm esperado por eles por muito tempo.)

Forma interrogativa: Had + sujeito + been + verbo no gerúndio + complemento?

  • Had you been waiting for them for a long time? (Vocês têm esperado por eles por muito tempo?)

ATENÇÃO! Na Língua Inglesa, existem dois tipos verbais: os regulares e irregulares. Os regulares são aqueles que possuem uma regra para a estruturação do verbo no passado e o particípio passado (Past Participle), que são as três terminações – d, – ed ou – ied. Já os irregulares não seguem um padrão que determine a forma do verbo, portanto recomendamos prática e contato constante para memorizá-los.

Future Perfect Simple 

O Future Perfect Simple é um tempo verbal da Língua Inglesa usado para descrever ações do futuro que vão acontecer ou estarão concluídas num determinado momento no futuro. Em outras palavras, trata-se do futuro do futuro.

Em português, um equivalente próximo para o Future Perfect é o Futuro do Presente Composto. Algumas expressões temporais que ajudam a identificar o Future Perfect são:

  • by (por ou até);
  • when (quando);
  • until (até);
  • before (antes);
  • in (em).

A estrutura que compõe este tempo verbal possui três partes: a primeira é a partícula comum do futuro, que neste caso exerce função de verbo auxiliar “will”, acompanhado do verbo “have”, seguido do Past Participle (particípio passado). Observe as estruturas e os exemplos a seguir:

Forma afirmativa: Sujeito + will + have + Past Participle + complemento.

  • She willhave finished the course before November. (Ela terá finalizado o curso antes de novembro.)

Forma negativa: Sujeito + will + NOT + have + Past Participle + complemento.

  • She won’thave finished the course before November. (Ela não terá finalizado o curso antes de novembro.)

Forma interrogativa: Will + sujeito + have + Past Participle + complemento?

  • Won’t she have finished the course before November? (Ela não terá finalizado o curso antes de novembro?)

NOTA: o verbo “have” que acompanha o verbo auxiliar “will” neste tempo verbal em inglês será sempre usado na forma-base, sem alterações ou flexões para todas as pessoas (pronomes).

Future Perfect Continuous ou Future Perfect Progressive

Future Perfect Continuous ou Future Perfect Progressive (Futuro Perfeito Contínuo ou Progressivo) é um tempo verbal usado para indicar uma ação em progresso, iniciada no presente, que ainda será completada em algum ponto no futuro.

O que facilita o entendimento de onde ou quando a ação verbal está situada é pensar na linha temporal da seguinte forma: temos uma ação iniciada no presente que irá continuar e será provavelmente concluída no futuro. Então tratamos de uma situação na qual uma ação do presente terá uma consequência no momento que está por vir.

O ponto que determina a diferença entre este tempo verbal em inglês do futuro tratado no tópico anterior é que, no caso deste, o foco está na duração da ação, enquanto que o Simple foca no efeito ou resultado da ação que está sendo descrita.

As expressões temporais mais comuns que acompanham este tempo verbal são três: for (por ou durante); by (por ou até) e since (desde), sendo que todos podem ser acompanhados de termos que definem um intervalo ou fixam um momento temporal.

A seguir, temos as estruturas para a construção de sentenças no Future Perfect Continuous nas formas afirmativa, negativa e interrogativa, veja:

Forma afirmativa: Sujeito + will + have + been + verbo no gerúndio + complemento.

  • The couple will have been reforming their apartment this weekend. (O casal terá estado reformando seu apartamento neste final de semana.)

Forma negativa: Sujeito + will + NOT + have + been + verbo no gerúndio + complemento.

  • The couple won’t have been reforming their apartment this weekend. (O casal não terá estado reformando seu apartamento neste final de semana.)

Forma interrogativa: Will + Sujeito + have + been + verbo no gerúndio + complemento?

  • Will the couple have been reforming their apartment this weekend? (O casal terá estado reformando seu apartamento neste final de semana?)

...

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »