O que é e como escrever um manifesto

Usado para transmitir de maneira persuasiva, opiniões, decisões, ideias e intenções. Você já deve ter vistos vários deles.

No dicionário:substantivo masculino/ declaração trazida a público para fins diversos.

É um gênero textual dissertativo muito usado para objetivos distintos. Os manifestos são uma forma de alguém, órgão público, empresa, etc.  notificar, reclamar, expressar algo. No qual deve ser praticado todo o poder de persuasão de quem o escreve.

O maior interesse em escrever um manifesto é sensibilizar a opinião pública. Então, antes de fazê-lo é preciso organizar a maneira como ele será construído. Para que tenha a real importância e consiga atingir os objetivos de maneira clara, capaz de ser facilmente compreendido.

Estrutura de um manifesto:

  • Título - comece seu manifesto escolhendo um bom título para ele. Algo que faça alusão ao que pretende manifestar-se.
  • Corpo do texto – Inserido os argumentos sobre os quais motivaram o manifesto
  • Local, data e assinatura dos manifestantes.

Veja este exemplo de manifesto:

A paz e ano 2000
O Manifesto 2000 pela paz.


Reconhecendo a minha cota de responsabilidade com o futuro da humanidade, especialmente com as crianças de hoje e as das gerações futuras, eu me comprometo em minha vida diária, na minha família, no meu trabalho, na minha comunidade, no meu país e na minha região – a:

- Respeitar a vida e a dignidade de cada pessoa, sem discriminação ou preconceito;

- Praticar a não violência ativa, rejeitando a violência sob todas as suas formas: física, sexual, psicológica, econômica e social, em particular contra os grupos mais desprovidos e vulneráveis como as crianças e os adolescentes;

- Compartilhar o meu tempo e meus recursos materiais em um espírito de generosidade visando o fim da exclusão, da injustiça e da opressão política e econômica; Defender a liberdade de expressão e a diversidade cultural, dando sempre preferência ao diálogo e a escuta do que ao fanatismo, a difamação e a rejeição do outro;

- Promover um comportamento de consumo que seja responsável e práticas de desenvolvimento que respeitem todas as formas de vida e preservem o equilíbrio da natureza no planeta;

- Contribuir para o desenvolvimento da minha comunidade, com a ampla participação da mulher e o respeito pelos princípios democráticos, de modo a construir novas formas de solidariedade.

Como escrever um manifesto?

Para ter inspiração sobre o que escreverá no manifesto comece se perguntando algo que faça sentido. Você pode criar várias perguntas e imaginar as respostas.

Exemplo:

  • Qual a razão de trabalhar em algo que você não gosta?
  • Qual é o sentido da vida?
  • O que pode fazer para mudar algum lugar?
  • Como você quer ser lembrado?

Depois de ter essas perguntas e as respostas, você deve pensar para quem quer que seja direcionado o manifesto. Tendo em mente qual será o público alvo, é importante saber o estilo de abordagem que você deve adotar. Neste momento (de pôr no papel), você deve ter muitas ideias para conseguir colocar tudo o que deseja e ser claramente entendido(a).

Pesquise sobre o assunto do seu manifesto.

É importante que tenha amplo conhecimento daquilo que pretende escrever em seu manifesto para estar bem embasado e ter autoridade na hora em que seu público tiver o contato com ele.

Veja outros modelos de manifestos para servirem de exemplos ao seu, se já não foi escrito algo do que deseja escrever.

Inspire-se em bons manifestos para deixar o seu o melhor possível, esboce um texto para ir surgindo os argumentos e conseguir aprimorar o conteúdo dele. Seus objetivos devem estar identificados na hora de começar o texto.

  • Exponha algo de que lhe seja comum ao seu manifesto.
  • Mostre autoridade exemplificado sua experiência no assunto.
  • Exerça a empatia para se colocar no lugar do outro.
  • Tenha o domínio sobre o poder de persuasão para convencer de que seu manifesto é legítimo.
  • Não tenha medo de expressar seus ideais.

Antes de finalizar o manifesto.

Finalizando seu texto, é importante que leia, releia (faça isso também em voz alta), observe a gramática (edite se preciso for) é interessante também que, mostre para alguém de quem lhe seja confiável e sincero para que esta pessoa possa dar sua mais crítica opinião sobre os argumentos que compuseram o manifesto.

Se julgar vago volte a analisar as questões que você se fez antes de escrevê-lo.

Depois de considerá-lo útil e bem claro, certifique-se de que o lugar onde pretende torna-lo público (lido/publicado) seja o ideal para alcançar as pessoas de quem fez alvo de seu manifesto caso contrário, não terá surtido o efeito desejado que o inspirou escrevê-lo.

Conclusões finais:

manifesto, é um gênero textual que garante a qualquer pessoa, o exercício da cidadania e o direito de expressar seus desejos futuros ou pleitear seus direitos.

Por Érica Calefi