Lemúria, o continente perdido

Semelhante a Atlântida, ela também desapareceu nos oceanos. A diferença é que Lemúria era um continente inteiro.

Você já ouviu falar de Lemúria o primeiro continente perdido, antes mesmo de Atlântida?

Se você não conhece, vamos te explicar.

Lemúria é considerado por muitos estudiosos da área como um continente de grande saber, precursor dos humanos e que existia durante o período pré histórico.

Porém, Lemúria teria afundado nos oceanos, devido a causas naturais, como terremotos e maremotos, afundando junto com ela todo o seu povo.

Nem uma prova concreta ainda foi encontrada sobre Lemúria, mostrando que ela realmente existiu, mas os estudiosos que buscam pelo continente perdido, se utilizam de um outro estudo de fins científicos e já comprovados no meio acadêmico, para corroborar as suas histórias.

Atualmente, os cientistas acreditam que o povo pré histórico, em algum determinado momento migrou da África, para os demais continentes, chegando inclusive as Américas.

Claro que isso não aconteceu do dia para noite, foram necessários milhares de anos para isso acontecer.

Porém, para quem acredita que Lemúria existiu, essa é mais uma prova cabal de sua existência.

Lemúria seria um continente que ia de Madagascar a Ceilão e Sumatra, pegando parte do que hoje é a África e invadindo o oceano pacífico.

Para eles, essa seria a forma que o povo pré-histórico teria migrado da Região onde agora é a África, para os continentes da América do norte e sul, já que assim eles teriam terra firme para caminhar.

O mito de Lemúria

O mito de Lemúria diz que um povo mais evoluído para a época e que seria o precursor dos homens modernos lá existiam. Esse povo seria os reptilianos.

Eles levam esse nome pois de fato eles se assemelhavam a repteis, já que sua biologia seria metade humana e metade reptil.

Eles possuíam 3 olhos, dois normais e um terceiro olho localizado na nuca, para ficar sempre atentos.

Esse terceiro olho com a nossa evolução, teria se transformado na nossa glândula pituitária, que também é conhecida como a glândula de poderes extrassensoriais, como a intuição, ou sentir que está sendo observado.

Para continuar evoluindo como sociedade e tecnologia, o povo reptiliano teria utilizado de magia negra, podendo assim avançar muito além do que era comum para época.

Por sua vez, isso não teria sido correto e a natureza resolveu cobrar, enviando vários eventos naturais de alta escalo, que levaram Lemúria para o fundo do oceano.

Para esses eventos foi dado o nome/conceito Catastrofismo.

Considerações finais

Povos como os do Camboja, Austrália e Índia ainda cultivam essas histórias que foram passados de boca em boca, enquanto que muita gente do meio científico tenta descobrir se de fato existiu em algum momento Lemúria.

Em um primeiro momento eles querem provar que de fato existiu uma grande quantidade de terra que foi afundada de alguma forma nos oceanos devido as várias terraformações que o planeta recebeu com passar dos milênios, como as várias eras do gelo, que podem ter contribuído para isso.

Somente após conseguirem provar (ou não) que Lemúria de fato existiu, que o próximo passo será tomado.

Esse passo é descobrir qual povo existia por aquelas terras e que tipo de tecnologia eles dispunham.

Por Vagner Neubert

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »