Seth, o deus ambíguo

Seth, o deus das tempestades é visto como ruim, mas também luta para proteger o mundo.

Você já ouviu falar sobre Seth, o deus egípcio das tempestades? Dentro da mitologia egípcia ele é visto, ora como um deus maligno, ora como um deus bondoso e protetor.

Seth o deus maligno

Seth está associado diretamente as tempestades, dos raios e dos ventos. Por esses motivos ele era considerado por muitos como um deus estrangeiro, fundamentado a trazer o que existia de ruim de outras regiões do mundo por meio de seus ventos.

Porém, ele ficou marcado na mitologia egípcia por matar Osíris, o deus que primariamente era considerado o deus que dava força ao solo.

Na cultura egípcia, os deuses normalmente tem alguma ligação com o solo, vegetação, plantações e etc.

Seth queria assumir o trono no lugar de Osíris e por isso o matou. Osíris por sua vez renasceu, se tornando o rei do submundo e responsável por pesar o coração de cada pessoa que falecia, para ver seus pecados.

Mas o reinado de Seth não durou muito tempo, Hórus, filho de Osíris, jurou vingança e não descansou até matar Seth.

As ações de Seth foram mal vistas por todos os outros deuses, tornando assim ele em um deus mal.

Uma das explicações para essa batalha entre os dois deuses é visto como uma forma dos cultos antigos tornarem o deus de outro culto, um deus maligno.

No Egito antigo existia uma grande batalha entre quem cultuava o deus Osíris e que cultuava Seth. Assim essa batalha acabou sendo espelhada em sua mitologia.

Seth o deus bom

Por outro lado, Seth também é responsável por enfrentar a Serpente Apófis (considerada o próprio caos).

Ele fica na proa do barco solar do grande deus Rá, e junto a ele, luta todas as noites contra Apófis vencendo-a, junto de seu pai.

Apófis por sua vez, quer engolir o mundo, trazendo o caos de volta.

Por isso Seth é visto como um deus ambíguo, pois protege a humanidade, ao mesmo tempo que tenta roubar o trono de Osíris, que agora pertence ao seu filho Hórus.

Aparência de Seth

Ao contrário da maioria dos deuses egípcios, onde cada um possui a forma definida de um animal em específico, Seth é uma amalgama de vários animais.

Seu rosto lembra a de um crocodilo, de um cachorro, de um asno e também de um tamanduá.

O povo do Egito Antigo também o assemelhava a um hipopótamo, considerado por muitos deles uma criatura má.

Seth na atualidade

Atualmente a mitologia egípcia não é tão disseminada quanto outras mitologias, como a Grega, Romana ou Nórdica.

Por esse motivo sua representatividade não é tão grande e seus deuses não são conhecidos pela maioria da população.

Porém, o mais conhecido e mais recente talvez seja o filme, ‘Deuses do Egito’.

Esse filme faz uma adaptação da mitologia, acompanhando a luta de Hórus, filho de Osíris, contra Seth, que quer roubar o poder dos outros deuses para assumir o controle completo sobre o Egito.

O filme foi muito criticado por especialistas e por quem assistiu ao filme, mas, mesmo assim, mostra um pouco das facetas de Seth.

Por Vagner Neubert

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »