13º para aposentados e pensionistas do INSS será antecipado; entenda

O presidente Jair Bolsonaro, na última terça-feira (04/05), assinou decreto que antecipa o 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS. Saiba mais.

Para amenizar os efeitos econômicos ocasionados pela pandemia, o presidente Jair Bolsonaro assinou decreto que antecipa o 13º salário aos aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Os pagamentos são geralmente feitos nos meses de agosto e novembro de cada ano. Com a antecipação confirmada, o 13º salário será pago em duas parcelas.

A primeira deverá ser efetuada entre os dias 25 de maio e 08 de junho de 2021, enquanto a segunda será paga de 24 de junho a 08 de julho do mesmo ano. De acordo com o governo, a medida faz parte do pacote para estimular a atividade econômica no país.

A mesma estratégia, inclusive, foi aplicada no ano passado. Na época, as duas parcelas do 13º salário foram pagas em abril e maio, respectivamente.

INSS: antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas

Desde a votação da Lei Orçamentária Anual 2021, o governo pretendia antecipar o 13º salário do INSS. O objetivo é de aumentar a renda de aposentados e pensionistas, no sentido de incentivar a recuperação econômica.

Com a antecipação assinada na última terça-feira (04/05), a expectativa é de que sejam injetados cerca de R$ 52,7 bilhões na economia brasileira. Em contrapartida, vale lembrar que o governo brasileiro decidiu adiar os pagamentos do abono salarial PIS/Pasep que seriam feitos no segundo semestre de 2021.

A decisão foi anunciada no final de março, quando os integrantes do Codefat seguiram a sugestão do próprio governo. Por meio de novo cronograma, os trabalhadores que receberiam no segundo semestre, dessa maneira, terão que esperar até 2022.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »