16 governadores pedem auxílio emergencial 2021 de R$ 600

Carta pública assinada por 16 governadores alerta para situação sanitária e econômica do país e pede valor maior do auxílio emergencial 2021.

Por meio de uma carta publicada nesta quarta-feira (24/03), 16 governadores pediram auxílio emergencial de R$ 600. O documento foi endereçado aos presidentes da Câmara e do Senado Federal.

De acordo com os governadores, esforços de mitigação precisam ser adotados para permitir que as pessoas mais vulneráveis não sofram os impactos econômicos, sanitários e sociais provocados pela pandemia de COVID-19.

“É importante entender o esforço de mitigação da crise atual para os mais vulneráveis como extraordinário e temporário. Logo à frente precisaremos voltar a uma trajetória de ajustamento fiscal que compatibilize os necessários programas sociais com um financiamento responsável dos mesmos”, aponta a carta.

Em outro trecho, os valores do benefício são considerados insuficientes e é feito o pedido de aumento.

“Por isso, solicitamos ao Congresso Nacional que disponibilize os recursos necessários para o Auxílio Emergencial em níveis que superem os valores noticiados de R$ 150,00, R$ 250,00 e R$ 375,00”.

Além disso, os governadores afirmam que o momento em que o país se encontra é dramático e citam a falta de insumos, equipamentos e medicamentos.

“Temos o cenário dramático de quase 300 mil vidas perdidas. Diariamente, vemos recorde de mortes, lotação de leitos hospitalares, ameaça de falta de medicamentos e esgotamento das equipes de saúde”, informa a carta.

Assinaram a carta os governadores dos seguintes estados:

  • Alagoas;
  • Amapá;
  • Bahia;
  • Ceará;
  • Espírito Santo;
  • Maranhão;
  • Mato Grosso do Sul;
  • Pará;
  • Paraíba;
  • Paraná;
  • Pernambuco;
  • Piauí;
  • Rio Grande do Norte;
  • Rio Grande do Sul;
  • São Paulo;
  • Sergipe.

Auxílio emergencial 2021: como será

No momento, o auxílio emergencial 2021 não pagará R$ 600. Os valores do benefício poderão variar entre R$ 150 e R$ 375, dependendo da situação da família e terão quatro repasses. O governo deverá gastar R$ 42,5 bilhões com o benefício.

As regras do auxílio emergencial 2021 já foram publicadas, assim como a lista de quem ficar de fora. De acordo com o que foi informado pelo governo, os pagamentos devem começar no mês de abril.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »