“Acho que vai ter”, diz Bolsonaro sobre auxílio emergencial em 2021

A prorrogação do auxílio emergencial poderá ocorrer em 2021, mas o número de beneficiários não será mais o mesmo. Saiba os detalhes em nossa matéria.

Em entrevista concedida nesta segunda-feira (09/02), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o auxílio emergencial poderá ser retomado em 2021. "Eu acho que vai ter, vai ter uma prorrogação", disse ao programa Brasil Urgente. O chefe do Executivo, por outro lado, explicou que haverá redução do número de beneficiários para não gerar impactos consideráveis nos cofres públicos.

"A questão [da prorrogação] do auxílio emergencial, não vamos fugir dele. Estamos em dificuldades? Estamos. Grande parte da população, está, é mais um endividamento, mas, se você não fizer com responsabilidade isso, você acaba tendo desconfiança do mercado, aumenta o valor do dólar... vira uma bola de neve", complementou.

Prorrogação do auxílio emergencial em 2021

De acordo com o Bolsonaro, existe uma forte pressão para que o auxílio emergencial seja retomado em 2021. Ele informou que, mesmo com a aprovação de novas parcelas, uma “linha de corte” será definida. "Foram 68 milhões de pessoas que receberam o auxílio emergencial, até quando a gente pode bancar isso daí?", argumentou.

Os novos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) já se mostraram favoráveis à retomada do benefício. Em entrevista para a GloboNews, Pacheco disse que está esperando por um parecer ainda nesta semana. Ele também informou que não pretende condicionar a prorrogação do benefício à votação de medidas de ajustes fiscais.

Auxílio emergencial em 2021 pode receber regras mais rígidas

Com base nas apurações da CNN, o novo auxílio emergencial de 2021 poderá se chamar “BIP” (Bônus de Inclusão Produtiva). O programa, ao que tudo indica, contará com regras mais rígidas e não contemplará os beneficiários do Bolsa Família. Dentro do novo público atendido pelas parcelas de 2021, o governo pretende focar apenas nos brasileiros que sejam trabalhadores informais.

Além do mais, os beneficiários vão ter que passar por programas gratuitos de qualificações profissionais. O objetivo será de fazer com que as os trabalhadores garantam condições para abdicar do BIP, estando mais preparadas para atender as demandas do mercado. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, o novo auxílio emergencial terá três parcelas no valor fixo de R$ 200,00.

Programa Bolsa Família: calendário de fevereiro já foi definido

Com as novas regras para o auxílio emergencial de 2021, os beneficiários do Bolsa Família poderão deixar de ser contemplados com as parcelas. O governo brasileiro, entretanto, busca maneiras de ampliar a assistência para as unidades familiares. Assim sendo, a estratégia será de aumentar o valor do Bolsa Família e incluir mais pessoas na lista de cadastros.

Mesmo sem nenhuma confirmação sobre os novos moldes do programa, o Caixa Econômica Federal já liberou os cronogramas de repasses. As datas foram organizadas com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários do Bolsa Família.

Veja o calendário completo de fevereiro de 2021:

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 111 de fevereiro de 2021
NIS 212 de fevereiro de 2021
NIS 317 de fevereiro de 2021
NIS 418 de fevereiro de 2021
NIS 519 de fevereiro de 2021
NIS 622 de fevereiro de 2021
NIS 723 de fevereiro de 2021
NIS 824 de fevereiro de 2021
NIS 925 de fevereiro de 2021
NIS 026 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »