Franquia vai gerar 200 novas oportunidades de emprego em Alagoas

Loris Company Indústria e Comércio de Refrigerantes lançará a pedra fundamental de sua unidade industrial neste mês de abril

A franquia norte-americana Loris Company Indústria e Comércio de Refrigerantes, que vai fabricar e comercializar refrigerantes, xaropes, sucos e energéticos no Estado de Alagoas, lançará a pedra fundamental de sua unidade industrial neste mês de abril. O anúncio foi feito pelos executivos da empresa na quarta-feira (10/04), durante reunião com o secretário de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes. A previsão é que o início das obras, que se estenderão pelos próximos 12 meses, aconteça no próximo dia 16.

A empresa, que teve seus incentivos fiscais, creditícios e locacionais aprovados pelo Conselho Estadual do Desenvolvimento Econômico e Social (Conedes) no final do ano passado, terá um investimento de R$15,6 milhões e ocupará uma área de 56.000m² no Núcleo Bernardo Oiticica II, localizado dentro do Sistema Penitenciário, no bairro do Tabuleiro dos Martins.

A Loris Company vai empregar, no primeiro ano de operações, 158 pessoas. A empresa prevê um aumento das linhas de produção, atingindo um total de 200 funcionários em seu quadro. Com capacidade total para processamento de 5,6 milhões pacotes por ano, o quadro de funcionários da fábrica precisa conter pelo menos 10% de mão de obra contratada de reeducandos.

"De acordo com o Programa Começar de Novo, válido para todos os empreendimentos instalados no Núcelo, o empresário que contratar um trabalhador reeducando, além de receber os incentivos já garantidos pelo Programa de Desenvolvimento Integrado (Prodesin), terá mais algumas vantagens como o pagamento de 75% do valor do salário mínimo e o não pagamento dos encargos sociais. Hoje, as empresas já em funcionamento contam em seu quadro funcional com 70% do trabalho de reeducandos", comemorou o secretário Luiz Otavio Gomes.

O projeto da empresa, apresentado ao Conedes e ao secretário durante reunião na Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), contempla a implantação de uma unidade industrial voltada para a produção de refrigerantes, sucos e bebidas isotônicas, com padrão de qualidade em nível internacional a partir das linhas de produção PET e latas.

"Temos grande experiência no segmento da indústria de refrigerantes e produtos associados, com conhecimento dos mercados consumidores e de suprimentos da concorrência direta a nível local e regional, portanto estamos preparados para produzir produtos de qualidade diferenciada. Os nossos índices estão bastante positivos em relação às expectativas planejadas", afirmou o gerente industrial e comercial do empreendimento, Werner Albuquerque.

O empresário disse que além da oferta de produtos, a fábrica oferecerá assessoria sobre vendas, realizando análise de estoque do cliente, estudo da capacidade de venda do estabelecimento, degustações e ações promocionais. "A franquia é uma das maiores empresas de Cola do planeta e estava em dúvida se instalaria sua unidade em Alagoas ou em Pernambuco. A opção se deu por reconhecermos a capacidade mercadológica local e existir uma logística de distribuição para Estados vizinhos como Bahia, Sergipe, Pernambuco e Rio Grande do Norte", concluiu Elzio Albuquerque. 

Informações do Governo de Alagoas

Compartilhe

Comentários