Autorizado novo processo seletivo Ministério da Economia; 100 vagas!

Esse já o terceiro processo seletivo do Ministério da Economia. Os profissionais vão atuar em atividades relacionadas à prestação e tomada de contas.

Autorizado novo processo seletivo Ministério da Economia: Paulo Guedes em pronunciamento. Ao seu lado, é possível ver uma intérprete de libras

Os contratos terão vigência ao longo de até quatro anos. - Foto: Washington Costa/MDIC

Em portaria divulgada nesta terça-feira (06/10), o Ministério da Economia autorizou seu novo processo seletivo para 100 servidores temporários. Esse já é o terceiro certame da pasta, tendo em vista que o primeiro está na fase de provas e o segundo teve banca recentemente contratada.

O novo edital será lançado em até seis meses, contando a partir do dia em que a portaria foi publicada no Diário Oficial da União (ou seja, até abril de 2021). Aqueles que se classificarem vão atuar em atividades relacionadas à prestação e tomada de contas, com contratos de até quatro anos.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes a respeito do processo seletivo do Ministério da Economia. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Novo processo seletivo Ministério da Economia: distribuição das 100 vagas

Ainda sem detalhes sobre os vencimentos que serão ofertados, o Ministério da Economia informou que as 100 vagas autorizadas vão ser distribuídas da seguinte maneira:

  • Coordenador de Análise de Prestação de Contas Temporário: 04 vagas;
  • Analista de Prestação de Contas Temporário: 48 vagas;
  • Agente de Apoio de Prestação de Contas Temporário: 08 vagas;
  • Analista de instauração de Tomada de Contas Especial: 40 vagas.

Pasta já havia autorizado outro processo seletivo em agosto de 2020; 39 vagas previstas

No mês de agosto de 2020, foi autorizada a contratação de 39 profissionais de nível superior para o Ministério da Economia. Esses servidores irão desempenhar, em caráter temporário, "atividades técnicas especializadas no âmbito da Comissão Especial de Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima (CEEXT)".

Organizado pelo Cebraspe, o certame contemplará oportunidades para “Atividades Técnicas de Complexidade Intelectual” nas áreas de Direito (37 vagas) e Arquivologia (duas vagas). O edital regulador deverá ser lançado dentro do prazo de até seis meses, contando a partir de 12 de agosto de 2020 (ou seja, até 12 de fevereiro de 2021).

Primeiro processo seletivo do Ministério da Economia em andamento; fase de provas

Antes das duas autorizações recentes (100 e 39 vagas), o Ministério da Economia já havia publicado o edital nº 7/ME/2020 de seu primeiro processo seletivo. Foram disponibilizadas 350 vagas em caráter temporário, com o objetivo de aprimorar os projetos de transformação digital nos serviços públicos.

As inscrições puderam ser feitas pelo site da banca organizadora (Cebraspe) entre os dias 21 de agosto e 06 de setembro de 2020. Todos os candidatos tiveram que pagar uma taxa no valor único de R$ 60,00. No entanto, as isenções foram permitidas aos interessados que estivessem inscritos no CadÚnico ou fossem doadores de medula óssea.

Os profissionais classificados vão atuar em atividades técnicas de complexidade gerencial, de tecnologia da informação e de engenharia sênior. O vencimento ofertado é de R$ 8.300,00 para jornadas de 40 horas semanais.

Confira, abaixo, a distribuição das vagas que foram ofertadas:

  • Especialista em Análise de Processos de Negócios: 50 vagas;
  • Especialista em Gestão de Projetos: 50 vagas;
  • Especialista em Infraestrutura de Tecnologia da Informação-TI: 50 vagas;
  • Especialista em Ciência de Dados: 50 vagas;
  • Especialista em Segurança da Informação e Proteção de Dados: 50 vagas;
  • Especialista em Experiência do Usuário (UX): 50 vagas;
  • Especialista em Desenvolvimento de Software: 50 vagas.

Em publicação divulgada no Diário Oficial da União, foi definido que os candidatos deverão conferir o local de aplicação das provas pelo site do Cebraspe. O documento também informou uma série de medidas de proteção, tendo em vista a continuidade da pandemia do coronavírus.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »