Auxílio emergencial 2021: beneficiários do Bolsa Família receberão?

Auxílio emergencial em 2021 deverá ter quatro parcelas de R$ 250. Ainda falta que projeto passe pelo Congresso.

O auxílio emergencial 2021 está sendo programado pelo governo federal desde o começo do ano. Com isso, muitos se perguntam se os beneficiários do Bolsa Família receberão o dinheiro como ocorreu em 2020 ou se ficarão de fora.

Desde a semana passada, as conversas sobre o assunto se tornaram mais presentes no Palácio do Planalto e também no Congresso Nacional. É provável que o auxílio seja de R$ 250 e que será pago ao longo de quatro meses. Mesmo assim, existe a intenção de parte do governo de que os pagamentos sejam de R$ 300, algo que é estudado pela equipe econômica.

Auxílio emergencial 2021: beneficiários do Bolsa Família receberão?

Com a indecisão sobre valores, começou-se a discussão sobre a possibilidade de inclusão ou não dos beneficiários do Bolsa Família. De acordo com as respostas do ministro da Economia, Paulo Guedes e do presidente Jair Bolsonaro, a tendência é que quem recebe dinheiro do programa de transferência de renda fique de fora.

O governo federal teme que o teto de gastos seja furado e com isso haja repercussões jurídicas. Por isso, a intenção é que haja pagamento para cerca de metade das pessoas que receberam o auxílio emergencial em 2020. Sendo assim, estima-se que pouco mais de 30 milhões de brasileiros estarão aptos para receber o auxílio emergencial em 2021.

Ainda não foram dados detalhes oficiais sobre como serão obtidos os recursos. É bem possível que uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) emergencial tenha que ser aprovada para que os gastos não sejam incluídos no teto.

Vale lembrar que o cronograma de 2021 do Bolsa Família já foi lançado.

Novidades no Bolsa Família

Apesar de ser bastante provável que beneficiários do Bolsa Família fiquem de fora, o programa deverá passar por mudanças em 2021. Além de um aumento nos valores, podendo chegar a R$ 200, dependendo do caso, estão previstas bonificações para famílias com estudantes com bom desempenho.

Por outro lado, o governo vem fazendo corte de beneficiários. Somente no Nordeste, 48 mil pessoas perderam o direito de receber os pagamentos.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »