Auxílio emergencial 2021: calendário com todas as datas de pagamento

Calendário auxílio emergencial 2021 divulgado pelo Ministério da Cidadania. Após a liberação das parcelas, será possível movimentá-las pelo Caixa Tem.

Auxílio emergencial 2021: calendário com todas as datas de pagamento - a foto mostra o aplicativo caixa tem, utilizado para pagamentos do auxílio emergencial

Primeira parcela do auxílio emergencial será paga no dia 06 de abril - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Após inúmeras deliberações, as parcelas do auxílio emergencial 2021 finalmente foram aprovadas pelas casas legislativas e sancionadas pelo presidente Jair Bolsonaro. O calendário com todas as datas de pagamento, por sua vez, foi divulgado pelo Ministério da Cidadania no dia 31 de março de 2021. Para evitar aglomerações nas agências bancárias, os repasses serão, de início, disponibilizados somente por meio de depósito nas contas digitais dos beneficiários

Devido ao agravamento da crise ocasionada pela pandemia, a prorrogação do auxílio emergencial foi considerada como indispensável. O novo presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, já havia confirmado que uma nova rodada de pagamentos seria transferida durante o primeiro semestre de 2021. 

Ele também disse que o governo federal deverá planejar formas de fazer com que o programa se torne permanente. “[Os pagamentos do auxílio emergencial 2021 vão ser efetuados] também com previsão de que tenhamos a oportunidade de criar um programa permanente, como Bolsa Verde Amarela ou Bolsa Cidadã [nome a ser definido]", explicou.

Lembrando que o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a volta do auxílio emergencial havia sido defendida pelos presidentes da Câmara, do Senado e da República. No dia 11 de fevereiro de 2021, o chefe da pasta disse que vão existir duas curvas estratégicas: uma com a vacinação em massa e outra por meio de camadas protetivas.

Calendário auxílio emergencial 2021: veja as datas de todas as parcelas

De acordo com a medida provisória de nº 1.039, o auxílio emergencial 2021 será transferido somente para as pessoas que receberam os pagamentos do ano passado. A nova lista de beneficiários, então, se baseará nos cadastros antigos do programa, no sentido de avaliar se ainda possuem direito aos repasses.

As novas parcelas do auxílio emergencial 2021, conforme portaria divulgada pelo Ministério da Cidadania, serão liberadas a partir do mês de abril de 2021.

Confira, abaixo, o calendário de todas as novas parcelas do auxílio emergencial 2021:

Primeira parcela do auxílio emergencial 2021 para integrantes no CadÚnico, além dos inscritos no site e aplicativo

Mês de aniversárioData de depósitoData para saque
Janeiro06/0404/05
Fevereiro09/0406/05
Março11/0410/05
Abril13/0412/05
Maio15/0414/05
Junho18/0418/05
Julho20/0420/05
Agosto22/0421/05
Setembro25/0225/05
Outubro27/0427/05
Novembro29/0401/06
Dezembro30/0404/06

Segunda parcela do auxílio emergencial para integrantes no CadÚnico, além dos inscritos no site e aplicativo

Mês de aniversárioData de depósitoData para saque
Janeiro16/0508/06
Fevereiro19/0510/06
Março23/0515/06
Abril26/0517/06
Maio28/0518/06
Junho30/0522/06
Julho02/0624/06
Agosto06/0629/06
Setembro09/0601/07
Outubro11/0602/07
Novembro13/0605/07
Dezembro16/0608/07

Terceira parcela do auxílio emergencial para integrantes no CadÚnico, além dos inscritos no site e aplicativo

Mês de aniversárioData de depósitoData para saque
Janeiro20/0613/07
Fevereiro23/0615/07
Março25/0616/07
Abril27/0620/07
Maio30/0622/07
Junho04/0727/07
Julho06/0729/07
Agosto09/0730/07
Setembro11/0704/08
Outubro14/0706/08
Novembro18/0710/08
Dezembro21/0712/08

Quarta parcela do auxílio emergencial para integrantes no CadÚnico, além dos inscritos no site e aplicativo

Mês de aniversárioData de depósitoData para saque
Janeiro23/0713/08
Fevereiro25/0717/08
Março28/0719/08
Abril01/0823/08
Maio03/0825/08
Junho05/0827/08
Julho08/0830/08
Agosto11/0801/09
Setembro15/0803/09
Outubro18/0806/09
Novembro20/0808/09
Dezembro22/0810/09

Calendário do auxílio emergencial 2021 para Bolsa Família

As novas parcelas do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família vão ser transferidas a partir do dia 16 de abril. O calendário de pagamentos seguirá as datas tradicionais do programa, sendo que os depósitos serão gradualmente feitos de acordo com o último dígito do NIS (Número de Identificação Social).

Assim como foi em 2020, as transferências serão feitas de forma escalonada e sempre nos últimos 10 dias úteis de cada mês.

Confira todas as datas de pagamento do auxílio emergencial 2021 para o Bolsa Família:

Calendário do auxílio emergencial 2021: primeira parcela para Bolsa Família

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 116 de abril de 2021
NIS 219 de abril de 2021
NIS 320 de abril de 2021
NIS 422 de abril de 2021
NIS 523 de abril de 2021
NIS 626 de abril de 2021
NIS 727 de abril de 2021
NIS 828 de abril de 2021
NIS 929 de abril de 2021
NIS 030 de abril de 2021

Calendário do auxílio emergencial 2021: segunda parcela para Bolsa Família

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 118 de maio de 2021
NIS 219 de maio de 2021
NIS 320 de maio de 2021
NIS 421 de maio de 2021
NIS 524 de maio de 2021
NIS 625 de maio de 2021
NIS 726 de maio de 2021
NIS 827 de maio de 2021
NIS 928 de maio de 2021
NIS 031 de maio de 2021

Calendário do auxílio emergencial 2021: terceira parcela para Bolsa Família

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 117 de junho de 2021
NIS 218 de junho de 2021
NIS 321 de junho de 2021
NIS 422 de junho de 2021
NIS 523 de junho de 2021
NIS 624 de junho de 2021
NIS 725 de junho de 2021
NIS 828 de junho de 2021
NIS 929 de junho de 2021
NIS 030 de junho de 2021

Calendário do auxílio emergencial 2021: quarta parcela para Bolsa Família

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 119 de julho de 2021
NIS 220 de julho de 2021
NIS 321 de julho de 2021
NIS 422 de julho de 2021
NIS 523 de julho de 2021
NIS 626 de julho de 2021
NIS 727 de julho de 2021
NIS 828 de julho de 2021
NIS 929 de julho de 2021
NIS 030 de julho de 2021

Parcelas podem ser movimentadas pelo Caixa Tem

Com a liberação do calendário de pagamentos, os beneficiários do auxílio emergencial vão continuar tendo o direito de movimentar suas parcelas pelo Caixa Tem. O aplicativo funciona como uma espécie de banco digital para pessoas de baixa renda, no sentido de facilitar o acesso ao dinheiro e conceder diversas funcionalidades virtuais. 

Assim que o dinheiro cair nas poupanças sociais digitais, será possível consultar saldos, emitir extratos, realizar pagamentos e efetuar transferências bancárias. Os usuários da plataforma também podem gerar um cartão virtual de débito para ser usado em estabelecimentos comerciais. Abaixo, você confere como acessar o Caixa Tem pela primeira vez:

  • Instale o aplicativo em seu celular. Ele está disponível para dispositivos móveis com sistemas Android e iOS;
  • O primeiro cadastro geralmente é realizado com os números do CPF e uma senha numérica de seis dígitos;
  • Após informar os dados solicitados, os beneficiários poderão tocar no serviço desejado dentro do próprio app.

Transferências do auxílio emergencial 2021 pelo Caixa Tem

Após a liberação dos pagamentos, conforme o calendário do auxílio emergencial 2021, os beneficiários poderão realizar transferências das parcelas para outras contas. Veja como:

  • Abra o aplicativo Caixa Tem e vá na opção “transferir dinheiro”;
  • Escolha entre ler QR Code ou digitar os dados de quem vai receber a transferência bancária;
  • Selecione o banco de destino do dinheiro, digite o número da agência, verifique os dados e toque em "Confirmar”;
  • Feito isso, coloque o número da conta com o dígito;
  • Informe o tipo da conta de destino (poupança ou conta corrente);
  • Insira o número do CPF e o nome de quem vai receber o dinheiro;
  • Em seguida, digite o valor que será transferido (máximo de R$ 600 por operação, limite diário de R$ 1.200 e mensal de R$ 5.000);
  • Confirme o prazo de envio, verifique os dados da operação e clique em “Sim”;
  • Digite novamente a sua senha de acesso para confirmar o procedimento;
  • Um comprovante da transferência será gerado automaticamente. Para salvar o documento, clique em “Comprovante”.

Bolsa Família será reformulado após pagamento das novas parcelas do auxílio emergencial 2021

Em dezembro de 2020, o Ministério da Cidadania informou que o programa Bolsa Família passará por diversas mudanças. O presidente Jair Bolsonaro afirmou que o novo Bolsa Família para 2021 poderá ser apresentado após os novos pagamentos do auxílio emergencial, conforme calendário divulgado. Conforme informações preliminares, as parcelas do programa serão arredondadas para R$ 200 (atualmente, o valor médio é de R$ 192).

“A gente espera, no final dos quatro meses, ter uma nova proposta para o Bolsa Família. Como é que vai ser o Bolsa Família a partir de julho [de 2021]. Essa que é a nossa intenção e trabalhamos nesse sentido”, comentou em suas redes sociais. O antigo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, já havia dito que os inscritos no Bolsa Família vão passar a ter direito de solicitar empréstimos, desde que sejam micro ou pequenos empreendedores. 

Ele também explicou que o novo Bolsa Família deverá atender cerca de 20 milhões de unidades familiares. Veja, abaixo, alguns benefícios previstos após a reformulação do programa assistencial:

  • Prêmio anual de R$ 200 para estudantes com os melhores desempenhos escolares;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que se destacarem na área de tecnologia ou esportes;
  • Auxílio-creche no valor mensal de R$ 200, que será destinado para as mães beneficiárias do programa social.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »