Qual é o calendário da 4ª parcela para quem tem Bolsa Família?

A lógica continuará sendo a mesma aplicada nas cotas anteriores do auxílio emergencial. Confira o calendário da 4ª parcela para os inscritos no Bolsa Família!

Como o auxílio emergencial foi prorrogado em mais duas cotas de R$ 600,00, a quarta parcela para os inscritos no Bolsa Família começará a ser efetuada a partir do dia 20 de julho de 2020. A lógica continuará sendo a mesma aplicada nos três primeiros pagamentos: os repasses serão realizados conforme o final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários.

Os inscritos no programa poderão obter a quantia em espécie nas agências da Caixa Econômica Federal, rede de lotéricas e correspondentes bancários. Por sua vez, não será necessário fazer nenhum tipo de solicitação especial para continuar recebendo os valores do auxílio emergencial.

Acompanhe a matéria completa, logo abaixo, e fique por dentro do cronograma completo para a quarta parcela do benefício. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Calendário da 4ª parcela para os inscritos no Bolsa Família

Por enquanto, somente os inscritos no Bolsa Família contam com o cronograma da quarta parcela do auxílio emergencial. Os demais beneficiários precisam esperar por mais detalhes sobre os repasses, que devem ser divulgados ao longo das próximas semanas.

É possível que os novos parcelamentos, especificamente para os que não são inscritos no Bolsa Família, sejam distribuídos de maneira diferente. A ideia é de que sejam pagos R$ 500,00 no início de agosto e mais R$ 100,00 no final do mesmo mês.

Por conseguinte, em setembro, R$ 300,00 seriam repassados logo nos primeiros dias e mais R$ 300,00 antes de outubro. As cotas continuariam somando os mesmos R$ 1.200,00 previstos (R$ 600,00 para cada nova cota). No entanto, ainda não há confirmação sobre a maneira em que os valores serão transferidos.

Confira, abaixo, o calendário da 4ª parcela destinado somente aos inscritos no Bolsa Família:

Data do pagamentoBeneficiário do Bolsa Família
20 de julhoNIS final 1
21 de julhoNIS final 2
22 de julhoNIS final 3
23 de julhoNIS final 4
24 de julhoNIS final 5
27 de julhoNIS final 6
28 de julhoNIS final 7
29 de julhoNIS final 8
30 de julhoNIS final 9
31 de julhoNIS final 0

Custo do auxílio emergencial passa a ser de R$ 254,2 bilhões após prorrogação

O governo federal, por meio da Medida Provisória nº 988/2020, concedeu R$ 101,6 bilhões à pasta de Cidadania para financiar as duas novas cotas de R$ 600,00. Dessa maneira, a previsão de custo total do programa passar a ser de R$ 254,2 bilhões de reais.

Todos os recursos para o auxílio emergencial foram liberados por meio de quatro MPs (medidas provisórias). Elas forneceram créditos extraordinários que não entram na conta do teto de gastos e, por conseguinte, podem ser usados em momentos de calamidade pública.

Ao todo, o programa do auxílio emergencial já recebeu:

  • R$ 98 bilhões em 02 de abril;
  • R$ 25,7 bilhões em 24 de abril;
  • R$ 28,7 bilhões em 25 de maio; e
  • R$ 101,6 bilhões em 01 de julho.

Leia mais:

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »